Lista de países abertos para brasileiros (ATUALIZADA)

Veja ainda quais documentos estão sendo pedidos por cada destino que já reabriu as suas fronteiras com o Brasil

Por Bárbara Ligero e Bruno Chaise Atualizado em 20 jan 2022, 18h23 - Publicado em 11 ago 2021, 10h00

As regras de aberturas mudam diariamente: a lista abaixo, em ordem alfabética e dividida por continentes, foi atualizada em 20 de janeiro de 2022.

As informações dizem respeito unicamente aos pré-requisitos relacionados à pandemia do novo coronavírus, de forma que ainda é preciso checar se os países exigem outros documentos, como o Certificado de Vacina contra a Febre Amarela e até mesmo visto de turismo. Além disso, ao se deparar com um destino aberto, é importante conferir se ele possui voos diretos do Brasil. Caso contrário, é preciso pesquisar como estão as regras no país de conexão.

AMÉRICA

Antígua e Barbuda

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem formulário de saúde preenchido na chegada e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 7 dias antes da chegada. Todos estão sujeitos a passar por um exame médico e serem submetidos a quarentena.

Anguilla

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem uma permissão obtida no site oficial do turismo de Anguila, resultado negativo para um teste RT-PCR feito 2 dias antes da chegada e comprovante de vacinação completa há pelo menos 21 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm ou Coronavac (também são aceitas doses mistas com Pfizer, AstraZeneca e Moderna). Os menores de 18 anos e as gestantes não precisam apresentar o comprovante de vacinação. Todos os passageiros deverão pagar US$ 50 para fazer outros dois testes RT-PCR na chegada ao país. Um é feito logo após o desembarque, sendo que os turistas devem permanecer no hotel enquanto aguardam o resultado, que geralmente fica pronto em 24 horas. Depois que tiverem testado negativo, ficam livres para circular pela ilha. O outro exame é realizado no 4º dia de viagem.

Argentina

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias, resultado negativo para um RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do embarque, formulário de saúde preenchido 48 horas antes e seguro de saúde com cobertura para Covid-19. Além disso, é obrigatório realizar outro teste de Covid-19 entre o terceiro e o quinto dia de viagem. Mais informações aqui.

Aruba

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem seguro-viagem da ilha, formulário preenchido e resultado negativo para um teste de antígeno realizado nas 24 horas que antecedem o embarque. Os protocolos valem para todos os maiores de 12 anos.

Bahamas

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que solicitem o Bahamas Travel Health Visa. Os viajantes que foram totalmente vacinados com Pfizer, AstraZeneca, Janssen ou Moderna, além das crianças de 2 a 11 anos, devem apresentar resultado negativo para exame RT-PCR ou antígeno feito no máximo três dias antes da chegada. Já os viajantes que ainda não foram totalmente vacinados devem obrigatoriamente fazer o teste do tipo RT-PCR. Independente do status de vacinação, é necessário realizar um teste de antígeno após a chegada ao país, cujo preço já está incluído no pagamento do Bahamas Travel Health Visa.

Barbados

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que cumpram quarentena de 7 dias em uma acomodação designada pelo governo. Um teste RT-PCR será feito no oitavo dia e o isolamento será necessário até que o resultado negativo seja confirmado. Além disso, é necessário apresentar formulário de saúde preenchido na chegada e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do embarque. O aplicativo BIMSafe deve ser baixado e usado para rastreamento do viajante nos primeiros sete dias.

Belize

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem o QR Code gerado pelo aplicativo Belize Health Travel e reservem uma das acomodações aprovadas pelo governo. Os passageiros que já tiverem sido totalmente vacinados há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm ou Sinovac estão isentos de apresentar resultado negativo para a Covid-19. Caso contrário, é necessário um teste RT-PCR realizado no máximo 96 horas antes do embarque ou um teste rápido de antígeno realizado no máximo 48 horas antes do embarque.

Bolívia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que cumpram quarentena de 10 dias e apresentem formulário de saúde preenchido e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque. Todos deverão realizar um novo teste no 7º dia de viagem, às custas do próprio passageiro, e permanecer em isolamento até que o resultado negativo seja confirmado.

Canadá

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Covaxin, Sinopharm ou Coronavac e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque. Além disso, todos os viajantes devem preencher um formulário através do aplicativo ArriveCAN até 72 horas antes da chegada ao Canadá.

Chile

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem seguro médico de no mínimo US$ 30 mil com cobertura para a Covid-19, resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do último embarque e uma “Declaração para Viajantes” preenchida também 72 horas antes. É preciso ter tomado a segunda dose ou a dose única da vacina contra a Covid-19 há pelo menos 14 dias para obter o “Passe de Mobilidade“. Serão aceitos os imunizantes da Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Sinopharm e Sinovac. Mesmo com a apresentação de todos esses documentos, para quem tomou duas doses da vacina ainda é obrigatório fazer um novo RT-PCR na chegada ao país e cumprir isolamento em hotel ou residência até que o resultado negativo seja obtido (o que acontece em 24 a 48 horas). A partir de 1° de dezembro, os visitantes que tomaram a 3ª dose ou dose de reforço serão dispensados dessas duas etapas na chegada do país.

Colômbia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido na chegada à imigração e, a partir de 14 de dezembro, comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen e Coronavac. Aqueles que tiverem recebido apenas a primeira dose não serão impedidos de embarcar, mas terão que apresentar resultado negativo para um teste do tipo RT-PCR feito no máximo 72 horas antes da viagem. [Atenção: A Colômbia exige a apresentação de um comprovante de vacinação para ter a entrada liberada em restaurantes, bares e outras atividades de lazer em ambientes fechados. A regra será estendida para os adolescentes de 12 anos ou mais a partir de 31 de novembro.]

Costa Rica

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem o QR Code gerado pelo Pase de Salud, que deve ser preenchido antes do embarque, e comprovante de seguro de viagem com cobertura para Covid-19.

Cuba

Brasileiros vacinados estão autorizados a entrar no país desde que apresentem a Declaração de Saúde do Viajante preenchida, comprovante de vacinação completa e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes da viagem. 

Curaçao

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem o Digital Immigration Card e o Passenger Locator Card preenchidos pelo menos 48 horas antes do embarque e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 48 horas antes do embarque. Todos deverão realizar um teste de antígeno no 3º dia de viagem.

Equador

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que cumpram quarentena de 10 dias e apresentem um formulário de saúde preenchido na imigração e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes da chegada. Os passageiros que já tiverem sido totalmente vacinados com Pfizer, AstraZeneca ou Sinovac estão isentos de apresentar resultado negativo para a Covid-19.

Estados Unidos

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa com Pfizer, Astrazeneca, Moderna, Janssen, Sinopharm e Sinovac (incluindo Coronavac) e resultado negativo para um teste de Covid-19 realizado no dia anterior ao embarque. Também serão aceitas as pessoas que tomaram combinação de vacinas diferentes (mais informações aqui).

Guatemala

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que não tenham passado os últimos 14 dias no Brasil, África do Sul ou Reino Unido e apresentem formulário preenchido e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes da chegada. Os viajantes que já tiverem sido vacinados com AstraZeneca ou Moderna estão isentos de apresentar resultado negativo para a Covid-19. Todos os passageiros estão sujeitos a cumprir quarentena de 10 dias às próprias custas.

Ilha de Páscoa

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a partir de 3 de fevereiro desde que apresentem resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 48 horas antes da saída do voo. Além disso, é preciso ter tomado a segunda dose ou a dose única da vacina contra a Covid-19 há pelo menos 14 dias para obter o “Passe de Mobilidade“. Serão aceitos os imunizantes da Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Sinopharm e Sinovac.

Ilhas Cayman

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, Astrazeneca, Moderna, Janssen, Sinopharm e Coronavac; declaração de viagem obtida através desse site; resultado negativo para um teste de antígeno ou RT-PCR realizado no máximo um dia antes da partida; e seguro viagem com cobertura para Covid-19. Além disso, será necessário realizar outros testes de antígeno no segundo, quinto e décimo dia de viagem.

Jamaica

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde preencham uma autorização de viagem, apresentem comprovante de vacinação completa contra a Covid-19 e mostrem resultado negativo para um teste RT-PCR ou de antígeno feito no máximo 72 horas antes do embarque. Todos os passageiros estão sujeitos a passar por um exame médico e cumprir uma quarentena de 14 dias na chegada. 

México

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem o Cuestionario de Identificación de Factores de Riesgo en Viajerosi preenchido na chegada à imigração [Atenção: O México voltará a exigir visto de turistas brasileiros a partir de 11 de dezembro.]

Panamá

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem Declaración Jurada de Salud preenchida; resultado negativo, em inglês ou espanhol, para um teste RT-PCR ou de antígeno realizado no máximo 72 horas antes dos embarque; e comprovante de reserva em um dos hotéis autorizados pelo governo para cumprir quarentena de três dias. Além disso, o passageiro deverá arcar com os custos de mais dois testes: um feito na chegada ao aeroporto e outro após os três dias de isolamento. Se o resultado for positivo, a quarentena será prorrogada por mais 14 dias. Estão isentos de apresentar comprovante de reserva em hotel e cumprir quarentena os brasileiros que apresentação comprovante de vacinação completa.

Paraguai

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que não tenham passado os últimos 14 dias no Reino Unido. Além disso, é necessário apresentar o Traveler’s Health Information preenchido até 24 horas antes do embarque e resultado negativo para um teste RT-PCR ou de antígeno realizado no máximo 72 horas antes dos embarqueTodos os passageiros vindos do Brasil estão sujeitos a cumprir quarentena de 5 dias. 

Peru

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante, em inglês ou espanhol, de vacinação completa contra a Covid-19 com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, CoronaVac e Sinopharm ou resultado negativo para um teste do tipo RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque. Além disso, todos os passageiros devem preencher uma declaração de saúde. (Atenção: No Peru, o certificado de vacinação contra Covid-19 é exigido para entrar em shoppings, lojas, restaurantes e outros espaços públicos fechados.)

Porto Rico

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem comprovante de vacinação, formulário Travel Safe preenchido e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 24 horas antes dos embarque. Aqueles que não estiverem vacinados não serão impedidos de embarcar, mas deverão cumprir quarentena de sete dias após a chegada ao país.

República Dominicana

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem o QR Code gerado pelo Electronic Ticket, que deve ser preenchido antes da chegada, e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque. Os sites oficiais da República Dominicana afirmam que os viajantes que já tiverem sido vacinados há pelo menos 21 dias são isentos de apresentar o resultado negativo para a Covid-19. Porém, há relatos de brasileiros que foram cobrados de apresentar o RT-PCR no check-in do aeroporto mesmo estando totalmente vacinados. Na dúvida, melhor ter o resultado do exame em mãos.

St. Barth

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa e resultado negativo para um teste RT-PCR ou de antígeno realizado no máximo 48 horas antes de embarque. Aqueles que não estiverem vacinados devem cumprir isolamento de sete dias e apresentar resultado negativo para dois testes de Covid-19: um RT-PCR ou antígeno feito no máximo 24 horas antes do embarque e outro RT-PCR ou antígeno feito no oitavo dia de viagem. A Coronavac não é reconhecida pelo país: aqueles que tiverem recebido o imunizante só serão considerados vacinados se tiverem recebido dose de reforço com Pfizer, Astrazeneca ou Janssen.

St. Maarten / Saint-Martin

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos duas semanas com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Sinopharm e Coronavac ou há pelo menos quatro semanas com Janssen; contratem o seguro de viagem obrigatório do governo com cobertura para Covid-19 no valor de US$ 15; e obtenham autorização de viagem através do preenchimento do formulário de saúde EHAS. Viajantes não vacinados não são impedidos de embarcar, mas devem fornecer resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 24 horas antes da partida na última etapa da viagem para Saint-Martin.

Turks e Caicos 

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem resultado negativo um teste RT-PCR realizado no máximo 3 dias antes da viagem, seguro médico com cobertura para Covid-19 e comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Comirnaty e Spikevax obtido através da plataforma TCI Assured, onde também é necessário preencher um questionário de saúde antes do embarque. 

Uruguai

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem formulário de saúde preenchido, comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen ou Coronavac e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do embarque.

Venezuela

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 48 horas antes do embarque. Um segundo teste será administrado na chegada (o pagamento de US$ 60 deve ser feito pelo próprio viajante e em dinheiro).

EUROPA 

Alemanha

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem formulário preenchido e comprovante, em inglês, de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen e Moderna. Coronavac não é aceita.

Áustria

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante, em inglês, de vacinação completa nos últimos 360 dias com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Sinopharm e Coronavac ou nos últimos 270 dias com Janssen. Uma alternativa é mostrar um documento, também em inglês, comprovando que se recuperou da Covid-19 nos últimos 180 dias. Aqueles que ainda não tiverem sido vacinados ou não tiverem se recuperado da doença nos últimos seis meses não serão impedidos de embarcar, mas terão que apresentar uma autorização prévia de viagem, além de resultado negativo para um teste de antígeno feito nas últimas 24 horas ou para um teste RT-PCR feito nas últimas 72 horas. Ainda assim, essas pessoas deverão cumprir quarentena de dez dias na chegada à Áustria. O período de isolamento pode ser encurtado caso o indivíduo faça um novo teste de Covid-19 no quinto dia de viagem. [Atenção: A Áustria exige a apresentação de um passe sanitário para ter a entrada liberada em hotéis, restaurantes, teatros e atrações turísticas. Veja como obtê-lo aqui.]

Bélgica

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem Formulário de Localização de Passageiro preenchido 48 horas antes da chegada o país e comprovante em inglês de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca (incluindo Covishield), Janssen ou Moderna. Além disso, todos os viajantes deverão realizar um teste RT-PCR no 1º ou 2º dia após a chegada na Bélgica, respeitando uma quarentena até a obtenção do resultado negativo.

Croácia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem resultado negativo em teste RT-PCR realizado até 48h antes da chegada e preencham os formulários “Enter Croatia Form” (a ser submetido online antes da partida) e “Passenger Locator Form” (a ser apresentado na chegada). Passageiros devem ter acomodação confirmada e estão sujeitos a quarentena obrigatória de 14 dias, que poderá ser reduzida mediante resultado negativo em teste RT-PCR no 7º dia de isolamento.

Espanha

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem o QR Code gerado pelo site do governo e um dos três documentos a seguir: comprovante, em espanhol, de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna e CoronaVac (em espanhol); resultado negativo, em inglês, para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes da chegada ou de antígeno feito há 48 horas; ou laudo médico com diagnóstico positivo para a Covid-19 nos últimos seis meses. Além disso, todos os passageiros estão sujeitos a passar por um exame médico na chegada ao país. Veja como está sendo viajar para Espanha agora neste post.

Finlândia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante, em inglês, de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Sinopharm e CoronaVac; resultado negativo, em inglês, para um teste RT-PCR ou de antígeno realizado no máximo 72 horas antes da chegada; ou laudo médico com diagnóstico positivo para a Covid-19 nos últimos seis meses. Além disso, todos os passageiros deverão passar por um exame médico na chegada ao país.

França

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem declaração de saúde preenchida, resultado negativo para um teste RT-PCR realizado nas últimas 24 horas e comprovante de vacinação com a dose única da Janssen há pelo menos 28 dias ou com a segunda dose da Pfizer-BioNTech, AstraZeneca (Covishield ou recombinante) e Moderna há pelo menos sete dias. As pessoas que receberam as duas doses da Coronavac só são consideradas vacinadas se tiverem recebido a dose de reforço da Pfizer ou da AstraZeneca. Aqueles que não estiverem vacinados não serão impedidos de embarcar, mas deverão cumprir quarentena de sete dias na chegada ao país e realizar um novo teste de Covid-19 ao final desse período. [Atenção: A França exige a apresentação de um passe sanitário para ter a entrada liberada em cafés, bares, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, museus, atrações turísticas e transportes públicos de longa distância. O documento comprova que o seu detentor já foi totalmente vacinado contra a Covid-19, se recuperou da doença nos últimos seis meses ou testou negativo para um teste RT-PCR nas últimas 72 horas. Veja como obtê-lo aqui.]

Grécia

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Holanda e Países Baixos

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen ou Coronavac; resultado negativo para um teste RT-PCR feito 48 horas antes do embarque ou para um exame de antígeno feito 24 horas antes do embarque; e formulário de saúde preenchido. Além disso, todos os viajantes devem preencher uma declaração com dados referentes à vacina. Para acessar bares, restaurantes, museus, atrações turísticas e outros lugares fechados na Holanda, é obrigatório apresentar um QR Code gerado pelo aplicativo CoronaCheck. Como o sistema só reconhece os comprovantes de vacinação emitidos por países europeus, a alternativa para os brasileiros é inserir no aplicativo, a cada 24 horas, resultados negativos para testes de Covid-19.

Continua após a publicidade

Hungria

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Irlanda

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que preencham um formulário antes da partida e comprovante de vacinação completa há pelo menos 15 dias com AstraZeneca, 14 dias com Moderna, Janssen, Sinopharm, Coronavac e Covaxin ou 7 dias com Pfizer, que pode ser substituído por um atestado médico comprovando que a pessoa se recuperou da Covid-19. Aqueles que ainda não tiverem sido vacinados e não tiverem tido Covid-19 não serão impedidos de embarcar, mas deverão apresentar resultado negativo para um teste do tipo RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque.

Islândia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, CoronaVac e Sinopharm e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque.

Itália

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Noruega

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Portugal

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem resultado negativo para um teste do tipo RT-PCR feito 72 horas antes do embarque. Não é necessário cumprir quarentena e nem comprovar vacinação. [Atenção: É necessário apresentar um passe sanitário da União Europeia ou resultado negativo para a Covid-19 para ter a entrada liberada em atrações turísticas e hotéis de todo o país e cafés e restaurantes de algumas regiões de Portugal. São aceitos testes RT-PCR realizados nas últimas 72 horas e de antígeno realizados nas últimas 48 horas. Alguns estabelecimentos estão realizando testes rápidos na própria entrada. Veja como está sendo viajar em Portugal agora neste post.]

Reino Unido

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Coronavac, Sinopharm ou Covaxin e formulário de saúde preenchido. Após a chegada ao país, é obrigatório fazer um teste rápido de antígeno. Os viajantes que ainda não estiverem vacinados não serão impedidos de embarcar, mas terão que cumprir quarentena de dez dias, período no qual serão administrados dois testes de Covid-19.

República Tcheca

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante, em inglês, de vacinação contra a Covid-19 completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca (incluindo Covishield), Moderna e Janssen; QR Code gerado após preencher um formulário de saúde; e seguro de viagem com cobertura para tratamento da Covid-19.

Rússia

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Suécia

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Suíça

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que estejam totalmente vacinados com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Coronavac e Sinopharm. [Atenção: A Suíça exige a apresentação de um passe sanitário para acessar atrações turísticas, restaurantes e eventos em ambientes fechados. Turistas estrangeiros podem solicitá-lo através desse site, mediante pagamento de uma taxa de CFH$ 30. O prazo para recebimento é de até cinco dias.]

Turquia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes da chegada e comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm, Covaxin ou Coronavac. As crianças com menos de 12 anos estão isentas das regras, enquanto as de 12 a 18 anos devem fazer dois testes RT-PCR: o primeiro 72 horas antes da viagem e o segundo após a chegada à Turquia. Os demais passageiros que não estiverem vacinados deverão cumprir isolamento de 14 dias.

Ucrânia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem comprovante de vacinação com Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm ou Sinovac, resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes da chegada e contratação de um seguro de saúde com cobertura para Covid-19.

ÁFRICA

África do Sul

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido até dois dias antes da chegada e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do primeiro embarque.

Egito

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido na chegada à imigração e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes da saída do embarque para o Egito. Um segundo teste será administrado na chegada (o pagamento de EGP$ 1000 deve ser feito pelo próprio viajante). 

Ilhas Maurício

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há 14 dias com Pfizer, AstraZeneca e Coronavac ou há 28 dias com Janssen. Além disso, é necessário mostrar resultado negativo para um teste RT-PCR feito entre três e sete dias antes do último embarque e reservar pelo menos sete dias em um dos hotéis que fazem parte da lista do governo. Brasileiros que ainda não foram vacinados contra a Covid-19 também podem entrar no país, mas devem cumprir 14 dias de quarentena após o desembarque.

Marrocos

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante da vacinação completa, formulário de saúde preenchido antes da chegada e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 48 horas antes do embarque. Aqueles que ainda não estiverem vacinados deverão cumprir quarentena de 10 dias em hotel designado pelo governo. Um teste RT-PCR será feito no nono dia de confinamento e o isolamento será necessário até que o resultado negativo seja confirmado. (Atualização: Marrocos anunciou o fechamento total de suas fronteiras devido ao surgimento da variante Ômicron)

Quênia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido na chegada à imigração e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 96 horas antes do embarque.

Seychelles

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a partir de 26 de novembro desde que apresentem resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do primeiro embarque, contratem um seguro de viagem com cobertura para Covid-19, solicitem uma autorização de viagem para saúde antes da partida e paguem uma taxa de 10 euros.

Tanzânia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do primeiro embarque. Todos estão sujeitos a fazer um novo exame de antígeno na chegada, às custas do próprio passageiro. 

Tunísia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem um formulário de saúde preenchido pelo menos 24 horas antes da chegada e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do primeiro embarque. Todos estão sujeitos a fazer um novo exame de antígeno na chegada, às custas do próprio passageiro.

ÁSIA 

Camboja

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a partir de 30 de novembro desde que permaneçam os cinco primeiros dias de viagem nas províncias de Sihanoukville e Koh Kong (Siem Reap será adicionada à lista em janeiro). É necessário apresentar comprovante de vacinação completa, resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do primeiro embarque e seguro da FORTE com pelo menos US$ 50 mil de cobertura. Os viajantes deverão fazer um teste rápido de antígeno na chegada ao país e mais um após o quinto dia de viagem, antes de serem liberados para viajar por outras partes do Camboja.

China

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Coreia do Sul

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Emirados Árabes

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem resultado negativo, em árabe ou inglês, para um teste RT-PCR realizado em um dos laboratórios aprovados no máximo 72 horas antes da chegada e comprovante de contratação de um seguro de saúde com cobertura para Covid-19. Nos desembarques em Dubai, também é necessário criar uma conta no aplicativo DXB Smart e realizar um novo teste na chegada. 

Índia

Brasileiros estão autorizados entrar no país desde que apresentem resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes da chegada e preencham um formulário no portal Air Suvidha. Mesmo cumprindo esses requisitos, brasileiros deverão fazer um teste de antígeno na chegada e cumprir quarentena de sete dias. Um novo teste é feito no sétimo dia e, caso o resultado seja negativo, o viajante estará liberado para circular pelo país. Mais informações aqui.

Indonésia

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo. 

Israel

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem formulário de saúde preenchido; comprovante de vacinação completa entre 14 dias e 6 meses antes da chegada à Israel com Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Sinovac e Coronavac; e resultado negativo para um teste RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do embarque ou um teste de antígeno feito 24 hora. Além disso, os viajantes deverão fazer outro teste de Covid-19 após a chegada ao país e permanecer isolados enquanto aguardam o resultado resultado negativo.

Japão

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Jordânia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem os formulários Passenger Health Declaration Form e Locator Form preenchidos, resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do primeiro embarque e comprovante de contratação de um seguro de saúde com cobertura para Covid-19. Além disso, é necessário baixar o aplicativo AMAN. Todos terão que fazer um novo teste RT-PCR na chegada, às custas do próprio passageiro.

Líbano

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que cumpram quarentena de 4 dias em um hotel aprovado pelo governo, e apresentem o formulário Airport Tracking Registration Form preenchido e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 96 horas antes da chegada. Além disso, é necessário baixar o aplicativo CovidLebTrack e realizar um novo teste na chegada ao país. Passageiros totalmente vacinados há pelo menos 15 dias ou com laudo médico atestando recuperação da Covid-19 há no máximo 90 dias estão isentos de apresentar resultado negativo para a doença. 

Maldivas

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de reserva em hotel durante toda a estadia no país, formulário Traveller Health Declaration preenchido 24 horas antes do embarque e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 96 horas antes do primeiro embarque. Se o passageiro fizer conexão com mais de 24 horas de duração, precisará arcar com as custas de um novo teste PCR, realizado no local da conexão, para apresentar na chegada as Maldivas. Viajantes que tenham completado o ciclo vacinal (são aceitas as vacinas Astrazeneca, Coronavac, Janssen, Pfizer e Sputnik) até duas semanas antes da viagem, estão isentos da apresentação do resultado negativo do teste RT-PCR

Nepal

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Qatar

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos duas semanas antes do embarque com Pfizer, AstraZeneca, Janssen ou Moderna, permissão de viagem emitida através do aplicativo Ehteraz e resultado negativo para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do embarque. Aqueles que receberam as duas doses da Coronavac também poderão entrar no país, mas deverão fazer mais um exame de antígeno na chegada ao Qatar. Além disso, como alguns avisos serão enviados pelo aplicativo, o governo pede que todos os turistas tenham celular com acesso à internet usando SIM cards de operadoras locais, como a Ooredoo e a Vodafone, que podem ser adquiridos na chegada.

Tailândia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que cheguem e passem os sete primeiros dias de viagem em Bangkok, Krabi, Phuket, Phang-Na, Chiang Mai, Chon Buri, Trat, Buri Ram, Prachuap Khiri Khan, Pretchaburi, Ranong, Rayong, Loei, Samut Prakhan, Surat Thani, Nong Khai e Udon Thani. A hospedagem deve ser em um dos hotéis autorizados pelo governo. Passado esse período, o viajante está livre para visitar outras regiões do país. Ainda assim, é necessário apresentar o Certificate of Entry preenchido, resultado negativo em inglês para um teste RT-PCR realizado no máximo 72 horas antes do primeiro embarque, seguro de viagem com cobertura para Covid-19 de pelo menos US$ 100 mil e comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias. Além disso, é necessário se cadastrar no aplicativo Thailand Plus usando o número do Certificate of Entry. (Atualização: Devido ao surgimento da variante Ômicron, a Tailândia está exigindo que todos os viajantes vindos do exterior cumpram quarentena de 7 a 10 dias ao chegar no país).

Vietnã

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

OCEANIA

Austrália

Brasileiros estão autorizados a entrar no país desde que sejam portadores de alguns tipos de visto, como o de estudante e o de trabalho temporário (veja a lista completa aqui). Além disso, é necessário apresentar comprovante de vacinação completa há pelo menos 7 dias com Pfizer, Astrazeneca, Moderna, Janssen, Covaxin, Sinopharm ou Coronavac.

Fiji

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo.

Nova Zelândia

Brasileiros estão proibidos de entrar no país a turismo. A Nova Zelândia pretende reabrir as suas fronteiras para viajantes estrangeiros em 30 de abril de 2022 mediante apresentação de comprovante de vacinação e resultado negativo para dois testes de Covid-19: o primeiro realizado antes do embarque e o segundo na chegada.

Polinésia Francesa

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo desde que apresentem comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, Astrazeneca, Moderna ou Janssen (misturas dessas vacinas também serão aceitas). Além disso, é necessário apresentar resultado negativo para um teste de Covid-19 feito no máximo 72 horas antes do embarque ou um teste de antígeno feito no máximo 48 horas antes. Mais informações aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade