Nova York ficou mais barata – mas não para nós, brasileiros

Ranking das cidades mais caras do mundo mostra encarecimento da vida na Europa e perda de poder de compra do real

Por Da Redação 23 Nov 2020, 08h34

Parecia ser uma boa notícia para quem planeja ir aos Estados Unidos (assim que a pandemia permitir): o custo de vida nas duas cidades mais caras, Nova York e Los Angeles, caiu em 2020. Mas, na verdade, nós, brasileiros, não podemos comemorar essa queda (e não só porque as viagens estão suspensas). Embora o dólar tenha se desvalorizado em relação a outras moedas, como o euro e o iene, o real se desvalorizou ainda mais

A variação no poder de compra das moedas é um dos principais fatores na elaboração do ranking de cidades mais caras do mundo divulgado esta semana pela Economist Intelligence Unit. O estudo acompanha os preços de 138 bens e serviços em 133 cidades no mundo tendo o dólar como moeda padrão. 

Na comparação com 2019, Zurique e Paris ficaram mais caras, enquanto várias cidades das Américas, da África e da Europa Oriental tiveram queda no custo de vida. São Paulo e Rio estiveram entre as principais quedas de preço – pelo menos para os estrangeiros, porque, internamente, a inflação não deu trégua.

Como brasileiros, temos a impressão de que tudo está mais caro, por causa da inflação interna e da desvalorização do real, mas, no mundo, os preços subiram só 0,3% de 2019 para 2020. E, segundo a divisão da Economist, a tendência é que os preços continuem ‘moderados’ pela pandemia, que gerou queda de consumo em muitos setores e desemprego.

  • Se você estiver planejando viajar para algum desses lugares quando a pandemia deixar, é bom separar uma orçamento extra:

    1. Zurique (Suíça)
    2. Paris (França)
    3. Hong Kong 
    4. Cingapura
    5. Tel Aviv (Israel)
    6. Osaka (Japão)
    7. Genebra (Suíça)
    8. Nova York (EUA)
    9. Copenhague (Dinamarca)
    10. Los Angeles (EUA)

    Fique atento também às cidades que tiveram as maiores altas de custo de vida nos últimos 12 meses:

    1. Teerã (Irã)
    2. Perth (Austrália)
    3. Guangzhou (China)
    4. Belgrado (Sérvia)
    5. Abdijan (Costa do Marfim)
    6. Roma (Itália)
    7. Dusseldorf (Alemanha)
    8. Dakar (Senegal)
    9. Bruxelas (Bélgica)
    10. Amsterdã (Holanda)
    Continua após a publicidade
    Publicidade