Chega de embromation: os melhores cursos de idiomas online

Aplicativos, videoaulas e até jogos. Professores que podem ser escolhidos pelo sotaque ou formação. Opções caras, baratas e grátis

Aprender um novo idioma pode ser a salvação. O mercado hoje dispõe de um cardápio variado de sites e aplicativos que permitem aprender do zero, relembrar ou praticar uma língua estrangeira sem sair de casa – de quebra, você se prepara para futuras viagens e quem sabe até para eventuais oportunidades profissionais.

Vale dizer que, antes de escolher uma plataforma online para chamar de sua, é fundamental testar! Vários cursos desta lista têm uma versão gratuita, então o fundamental, primeiro de tudo, é experimentar e, se não gostar, partir para outro. 

Também nunca é demais ressaltar que dificilmente você sairá fluente de uma hora para outra em uma nova língua. Não existe milagre. O que você tem aqui é o pontapé necessário para destravar e mergulhar. No mais, é arregaçar as mangas e praticar. Selecionamos desde cursos totalmente baseados em uma plataforma digital até os presenciais, com uma pessoa nativa de carne e osso do outro da tela para sanar dúvidas. Confira:

Duolingo

Línguas: para quem tem português como primeira língua, a plataforma disponibiliza cursos de inglês, espanhol, francês, italiano e alemão. Para quem fala inglês, as opções aumentam: são mais de 30 idiomas, dentre eles japonês, alemão, russo, árabe e até latim. É possível aprender até duas línguas simultaneamente. 

Um dos cursos de idioma mais famosos da internet, o Duolingo apresenta um método divertido, prático e intuitivo. É ótimo especialmente para quem não conhece nada do idioma e precisa começar do zero, com lições básicas.

Interface do app do Duolingo, que parece quase um jogo para aprender idiomas

Interface do app do Duolingo, que parece quase um jogo para aprender idiomas (Duolingo/Reprodução)

Além disso, o sistema de metas e pontuações do aplicativo transforma a experiência quase em um jogo e motiva o usuário a continuar aprendendo. 

É possível fazer o curso gratuitamente, mas também existe uma versão paga por US$6.99 ao mês que dá algumas vantagens – como a remoção dos anúncios e o download das lições para uso offline. Disponível para desktop e celular (iOS e Android). 

Veja também

Kultivi

Línguas: inglês, espanhol, francês e italiano. 

O Kultivi é um site de cursos à distância totalmente gratuito, com videoaulas bastante completas e material de apoio para download. As aulas lembram a estrutura de cursos de idioma presenciais e é uma boa opção para quem quer aprimorar a parte gramatical de uma língua. 

O curso de inglês, por exemplo, tem mais de 190 mil alunos inscritos e 223 aulas – divididas por assunto, desde conjugações verbais até vocabulários do dia a dia. Além disso, o diferencial do Kultivi é que ele oferece certificado (e você não precisa pagar nada para recebê-lo). Conheça os cursos do Kultivi aqui

Rosetta Stone

Línguas: são 24 idiomas no total, entre elas coreano, holandês, russo, sueco e chinês.

O aplicativo disponibiliza gratuitamente o básico, mas é preciso pagar os níveis mais avançados. Os preços variam de R$184 (plano trimestral), R$450 (anual) e R$750 (vitalício) – mas vale dizer que tanto o de 12 meses quanto o vitalício dão acesso a todos os 24 cursos, enquanto o de três meses só permite um idioma por vez. Disponível para iOS e Android.

No curso da Rosetta Stone, é possível fazer o básico de graça – os próximos níveis são pagos

No curso da Rosetta Stone, é possível fazer o básico de graça – os próximos níveis são pagos (Rosetta Stone/Reprodução)

Referência na área de cursos online de idioma, o app Rosetta Stone tem uma metodologia de ensino bem completa, que exercita leitura, escrita, audição e fala. Além de aprender a gramática, a plataforma permite que você treine a pronúncia das palavras com um sistema de reconhecimento de voz, que dá feedback instantâneo. 

Universidade do Vale do São Francisco

Língua: espanhol

A Univasf disponibiliza dois cursos gratuitos: um de espanhol básico e outro para negócios, focado no uso do idioma no mercado de trabalho. Basta se cadastrar no site para ter acesso às videoaulas, exercícios e avaliações. Um certificado é emitido para quem terminar o curso com mais de 70% de aproveitamento.

Interface do curso de espanhol básico da Univasf, gratuito e com emissão de certificado 

Interface do curso de espanhol básico da Univasf, gratuito e com emissão de certificado  (Univasf/Reprodução)

Babbel

Línguas: 14 idiomas disponíveis, como inglês, espanhol, italiano, francês, turco e norueguês

A Babbel tem um método de aprendizado bem dinâmico, como o Duolingo. A plataforma mistura exercícios de pronúncia, escuta, escrita e leitura, acompanhados de imagens, textos e falas gravadas por nativos. Muitas situações cotidianas são usadas como exemplos, o que ajuda o usuário a construir um vocabulário prático (que pode ser uma mão na roda em viagens, por exemplo).

Interface do aplicativo da Babbel

Interface do aplicativo da Babbel (Babbel/Reprodução)

Apenas um parte do curso é gratuita – para prosseguir, é preciso assinar algum dos planos. A vantagem é que os preços são bem menores do que de outras plataformas: o anual custa R$14,90 por mês e, o trimestral, R$19,90. 

A assinatura também permite o acesso, além dos exercícios tradicionais, a cursos extras – você pode aprender mais sobre o idioma com foco em negócios, cultura ou viagens, por exemplo. A Babbel está disponível para desktop e celular (iOS e Android).

Veja também

Grammar and Punctuation – UCI

Língua: inglês

Diferente de outros cursos desta lista, este tem um foco específico: a escrita. Disponibilizado pela Universidade da Califórnia, ele é indicado para quem já tem um conhecimento da língua inglesa e quer relembrar ou reforçar conceitos gramaticais do idioma. Se você ainda está aprendendo inglês, a ideia é que este curso sirva como um complemento, combinado com plataformas de ensino de outros aspectos da língua. 

Com 10 horas no total, as aulas podem ser feitas a qualquer momento, gratuitamente. Contudo, é preciso pagar para ter acesso aos testes e feedbacks e para conseguir o certificado. Veja detalhes do curso aqui

Busuu

Línguas: 12 idiomas, como francês, italiano, espanhol, russo e alemão. 

O Busuu é intuitivo, o que facilita a vida de quem começa a aprender um idioma do zero

O Busuu é intuitivo, o que facilita a vida de quem começa a aprender um idioma do zero (Busuu/Reprodução)

Com explicações didáticas, o Busuu é muito bom para quem quer aprender uma língua do zero. O processo de aprendizado começa do básico e é bem informativo, com explicações detalhadas e exercícios de leitura, escrita e fala. É possível aprender bastante com a versão gratuita da plataforma, mas os planos pagos têm suas vantagens: o usuário pode receber certificados, se conectar com falantes nativos da língua (para que eles corrijam suas lições escritas e orais) e fazer planos de estudo personalizados, por exemplo. Cursos extras e um número maior de testes e revisões também estão inclusos na versão paga. 

Entre os planos, existe o anual por R$13,33/mês, o trimestral por R$26,66/mês e o mensal por R$35. Disponível para desktop e celular (iOS e Android). 

HelloTalk

Línguas: mais de 150 idiomas disponíveis

A proposta do HelloTalk é diferente dos cursos de idioma tradicionais: a ideia é praticar uma nova língua através de conversas com nativos. Neste sentido, o aplicativo é mais indicado para quem já tem algum domínio do idioma e quer treiná-lo. 

Você escolhe a língua desejada e, a partir daí, é possível se conectar com estrangeiros de todos os cantos do mundo e mandar mensagens de texto, áudio e até fazer chamadas de vídeo. Além disso, o aplicativo disponibiliza ferramentas para ajudar na comunicação, como tradução e correção de alguma frase ou pronúncia errada.

No HelloTalk, você pode treinar um idioma conversando com pessoas do mundo todo – e é possível corrigir ou ser corrigido quando acontece um erro de escrita ou pronúncia

No HelloTalk, você pode treinar um idioma conversando com pessoas do mundo todo – e é possível corrigir ou ser corrigido quando acontece um erro de escrita ou pronúncia (HelloTalk/Reprodução)

É uma chance de aumentar o seu vocabulário, aprender expressões cotidianas e, o mais legal: ter contato com culturas diferentes e, quem sabe, até fazer amizades com pessoas de outros países. Disponível para iOS e Android

Cambly

Língua: inglês

A ideia do Cambly também é aprender o idioma ao conversar com nativos – mas, nesse caso, do outro lado da tela estão professores. A plataforma permite que o usuário faça sessões de vídeo com falantes de inglês dos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Austrália e o interessante é justamente escolher o professor pelo sotaque ou formação: existem profissionais para falar de ciência, negócios ou cultura; com mais conhecimentos de gramática e escrita; e outros especializados na preparação para testes de proficiência, como o TOEFL. Além disso, o serviço funciona 24 horas, ou seja, você pode fazer aulas na hora que quiser, sem necessidade de agendamento.

No Cambly, você pode procurar professores de acordo com o sotaque e interesses

No Cambly, você pode procurar professores de acordo com o sotaque e interesses (Cambly/Reprodução)

Mas há uma ressalva: os preços são altos. O plano mais simples (de 15 minutos de conversação, duas vezes na semana) custa R$159/mês por 12 meses ou R$212 o mês avulso. Dessa forma, o Cambly seria indicado se você tem um objetivo muito específico e foco – já que, pelo investimento, o nível de comprometimento precisaria ser maior. Agora, se o seu interesse é aprender um idioma de uma forma mais despretensiosa, no seu próprio ritmo, outros apps desta lista são mais recomendados (e gratuitos). O Cambly está disponível para desktop e celular (iOS e Android). 

Veja sugestões do que fazer para viajar sem sair de casa

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

  1. Blogando o Marketing

    Olá Giovanna! Genial o seu post. Adorei 😉 Posso compartilhar no meu linkedin? bjos!