Vídeos: viagens incríveis de trem em tempo real

Com cenários da Suíça ao Peru, uma seleção de percursos sobre trilhos que duram até dez horas e passam por algumas das ferrovias mais altas do mundo

Mesmo que alguns países estejam começando a afrouxar as medidas de isolamento, as viagens ainda não estarão completamente liberadas por um bom tempo. Mesmo que nada substitua uma experiência in loco, os passeios pela internet trazem um pouco do gostinho dos lugares. Um exemplo são as caminhadas em tempo real por lugares famosos.

Outra opção são os passeios de trem. Selecionamos vídeos que passam por lindos cenários de seis países diferentes. As câmeras, em sua grande maioria, tomam as cabines frontais para mostrar as paisagens que cercam os trilhos. Os trajetos são dos mais variados e podem ser bastante demorados – alguns chegam a ter duração de 10 horas! Está com tempo? Então, embarque e aproveite o tour:

Durango & Silverton Narrow Gauge Railroad, Estados Unidos

Esta viagem pelo Colorado leva os turistas de Durante até Silverstone, separadas por um pouco mais de 75 quilômetros, em uma jornada dividida em três vídeos. Os takes do percurso pelo Narrow Gauge Railroad são feitos em diversos ângulos: de dentro do trem, de cima e de ambas as laterais, o que proporciona uma experiência completa simulando como seria viajar em uma maria-fumaça. 

O primeiro trecho parte com os espectadores desde a estação, mostrando inclusive um funcionário fechando uma rua para o trem passar. Na sequência, a locomotiva avança em direção à natureza, que é intercalada aqui e acolá com algumas casas. Ao final, um trecho idílico com montanhas, árvores e rios. O segundo trecho percorre de Tacoma ao Elk Park Siding em 38 minutos. O vagão ladeia um rio cheio de pedras com árvores e montanhas ao fundo. O trecho final mostra mais 20 minutos de natureza até chegar em Silverston, onde as pessoas recepcionam a composição tirando muitas fotos. 

Ferrocarril Central Andino, Peru

A Estrada Ferroviária Central do Peru começa na costa, atravessa a capital, Lima, e ruma em direção às cidades de Huancayo e Cerro de Pasco, percorrendo os Andes Peruanos. O vídeo da viagem está dividido em quatro partes. 

O percurso inicial leva 40 minutos e passa pelos mais variados cenários: cidade, rodovia, rio, montanha, névoa, céu azul. Túneis e a Ponte Carrión também fazem parte deste primeiro trecho. A segunda parte segue em um outro trem por cerca de 50 minutos. Desta vez, diferente do que é feito no primeiro, a câmera está posicionada na traseira do último vagão. A vista se resume a montanhas por todos os lados e 14 túneis pelo percurso.

E mais túneis tomam conta do penúltimo trecho, que segue por entre as montanhas, incluindo partes do trajeto na beira de precipícios. Desta vez, a filmagem é feita da dianteira, permitindo sentir como é atravessar a Ponte Inferillo e a Ponte Anche. O último trecho inicia a uma altitude de mais de 4000 metros e o destaque fica com o Túnel Galera Summit, um dos mais altos do mundo.

Os vídeos foram gravados em vagões de carga, mas há rotas turísticas deste percurso no trecho Lima a Huancayo. 

Ferrovia Bernina, Suíça

O trajeto de duas horas vai de St. Moritz, na Suíça, até Tirano, na Itália, passando pelo Passo de Bernina, uma das estradas ferroviárias mais altas da Europa. As montanhas, em alguns trechos cobertas de neve, os vilarejos, os lagos e as muitas árvores são alguns dos cenários vistos a partir da cabine frontal. 

Nordland Line, Noruega

Neve, neve e mais neve. Isso é o que mais se verá na viagem de 10 horas pela estrada Nordland Line, na Noruega. O trem parte de Trondheim e segue em direção ao Norte do país nórdico, passando pelo Círculo Polar Ártico, até chegar em Bodo, após 700 quilômetros. A viagem acontece embaixo de sol em alguns momentos e chuva em outros, mas sempre com a presença de árvores inteiramente sem folhas e, claro, muita neve. Neste longo percurso, vagões de carga e de passageiros formam uma mesma composição.

Sarajevo–Ploče Railway, Bósnia e Herzegovina

Uma viagem de 163 quilômetros pela Bósnia e Herzegovina, com aproximadamente 2h40 de duração, da cidade de Capljina até a capital Sarajevo. Captada na parte frontal do trem, a viagem tem suas principais paisagens na região do Rio Neretva. A locomotiva passa por áreas de montanhas e de cidades, atravessa 65 pontes e 99 túneis, alguns com mais 3 quilômetros de extensão.

Veja mais sugestões do que fazer para viajar sem sair de casa

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s