Áustria reabre para brasileiros; veja regras

O país aceitará a Coronavac na imigração, mas não na entrada de hotéis, restaurantes, teatros e atrações turísticas

Por Bárbara Ligero Atualizado em 4 nov 2021, 14h33 - Publicado em 4 nov 2021, 14h14

No dia 1º de novembro, a Áustria reabriu as suas fronteiras para turistas estrangeiros provenientes do Brasil. Para não ter que cumprir quarentena na chegada ao país, os viajantes deverão apresentar um comprovante em inglês de vacinação completa com qualquer uma das vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS): Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Coronavac* e Sinopharm. Para que o documento seja aceito, a aplicação da segunda dose deve ter acontecido nos últimos 360 dias e aplicação da dose única da Janssen, nos últimos 270 dias. Uma alternativa é mostrar um documento, também em inglês, comprovando que se recuperou da Covid-19 nos últimos 180 dias.

Aqueles que ainda não tiverem sido vacinados ou não tiverem se recuperado da doença nos últimos seis meses não serão impedidos de embarcar, mas terão que apresentar uma autorização prévia de viagem (que pode ser obtida aqui) e resultado negativo para um teste de antígeno feito nas últimas 24 horas ou para um teste RT-PCR feito nas últimas 72 horas. Ainda assim, essas pessoas deverão cumprir quarentena de dez dias na chegada à Áustria. O período de isolamento pode ser encurtado caso o indivíduo faça um novo teste de Covid-19 no quinto dia de viagem e obtenha outro resultado negativo.

Os menores de 18 anos estão dispensados de fazer quarentena desde que estejam acompanhados de responsáveis vacinados ou recuperados da doença. No entanto, os adolescentes entre 12 e 17 anos devem apresentar resultado negativo para um teste de Covid-19 conforme as regras já mencionadas. Os menores de 12 anos, por outro lado, também estão dispensados de fazer o exame.

Passe Sanitário

Assim como a França e a Suíça, a Áustria está exigindo a apresentação de um passe sanitário para entrar em certos estabelecimentos, o que inclui hotéis, restaurantes, teatros e atrações turísticas. Segundo as informações do site do Turismo da Áustria, são aceitos como passe sanitário os certificados de vacinação em inglês que comprovem o recebimento da dose única da Janssen ou das duas doses da Pfizer, AstraZeneca e Moderna (mix entre essas vacinas também serão aceitos).

A questão é que, apesar de ser aceita para entrada no país, a Coronavac* não é reconhecida para acessar estabelecimentos no território austríaco. A alternativa para quem recebeu o imunizante pelo Instituto Butantan é mostrar um dos três documentos a seguir, também em inglês: 1) comprovante que se recuperou da Covid-19 nos últimos 180 dias; 2) resultado negativo para um teste de antígeno feito nas últimas 24 horas; 3) resultado negativo para um teste RT-PCR feito nas últimas 72 horas.

Continua após a publicidade

Os testes de Covid-19 podem ser feitos gratuitamente, mediante agendamento prévio, em centros de testagem chamados Teststraßen (a recomendação para os turistas é perguntar na recepção do hotel qual é o endereço mais próximo). Exames pagos também são realizados em farmácias e laboratórios espalhos pelo país. Além disso, alguns hotéis e restaurantes oferecem a possibilidade de fazer o teste imediatamente na entrada como último recurso. As informações completas estão disponíveis aqui.

Leia tudo sobre Áustria

Busque hospedagem na Áustria

Continua após a publicidade

Publicidade