Novos uniformes da AirAsia. Ou, eram os comissários astronautas?

Protegidos da cabeça aos pés, comissários da companhia se preparam para a retomada das operações nas próximas semanas

Já sabemos que as viagens de avião não serão mais como antes da pandemia – pelo menos por um bom tempo. No mundo todo, companhias aéreas já começaram a adotar medidas de segurança mais rigorosas para proteger seus passageiros e as tripulações, desde o uso obrigatório de máscaras, medições de temperatura a até testes rápidos de sangue para o coronavírus antes do embarque. Agora, até as roupas dos comissários estão sendo repensadas para reduzir as chances de contágio. Pelo menos é o que fez a aérea low-cost AirAsia, que divulgou os novos trajes dos seus funcionários. 

Desenhado pelo designer filipino Puey Quiñones, o uniforme conta com um macacão de mangas compridas com capuz, viseira, luvas e máscara – tudo em vermelho, a cor padrão da companhia – e quase lembra as roupas usadas por astronautas. Segundo o estilista, a roupa de proteção é feita de um material “respirável, porém resistente”. 

O conjunto foi inicialmente usado no dia 24 de abril, em um voo de repatriação entre Bangkok e Manila, e desde então foi aprovado pelo Departamento de Saúde das Filipinas. Os trajes serão padrão nos voos nacionais e internacionais da AirAsia, que retomou suas operações domésticas na Malásia no dia 29 de abril e no mês de maio voltará a fazer voos entre os países asiáticos.

Além disso, a aérea exigirá que passageiros levem suas próprias máscaras e as usem antes, durante e depois dos voos (especialmente na área de check-in e na esteira de bagagens). “Será negado o embarque de quem estiver sem máscara”, disse a empresa. Outras medidas, como o distanciamento de assentos dentro do avião, medições de temperaturas nos portões de embarque e check-ins virtuais para minimizar o contato humano, também serão adotadas.

No passado, a companhia já se envolveu em uma polêmica com os uniformes de suas comissárias, que foram julgados como muito reveladores e “desrespeitosos” – inclusive por membros do governo da Malásia, que afirmaram que as vestimentas iam contra os valores muçulmanos do país. Agora, vestidas da cabeça aos pés com trajes de proteção, conservadores não têm muito do que reclamar.

Uniforme tradicional das comissárias da AirAsia já foi considerado “desrespeitoso”

Uniforme tradicional das comissárias da AirAsia já foi considerado “desrespeitoso” (AirAsia/Reprodução)

Leia tudo sobre o coronavírus

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s