40 paisagens que vão te motivar a conhecer 5 chapadas brasileiras

Chapada Diamantina, dos Guimarães, Veadeiros, das Mesas e Jalapão: o Brasil Central esconde belezas brutas que estão só esperando pela sua visita

Por Lívia Aguiar | Edição: Ludmilla Balduino Atualizado em 11 abr 2017, 19h04 - Publicado em 15 fev 2016, 10h08

Quando você pensa em Brasil, por acaso lembra das nossas exuberantes chapadas? Quantas delas você já conhece? O Brasil é famoso lá fora por suas praias lindíssimas e florestas exuberantes das mais biodiversas do planeta, mas a verdade é que todo o solo brasileiro é abençoado por Deus e bonito por natureza. Basta procurar que todas as nossas regiões têm paisagens de encher os olhos, como é o caso das chapadas e seus segredos.

Chapada, geologicamente falando, são áreas planas localizadas no alto de serras, verdadeiros “degraus” do solo. No Brasil, elas se localizam no nosso Centro: do Piauí ao Mato Grosso do Sul.  Além de belíssimos de se olhar de longe, esses morros altos cercados pelo cerrado formam cachoeiras, escondem cavernas e são a gênese de alguns dos principais rios do país.

Conhecer as chapadas brasileiras exige diferentes níveis de disposição e é possível fazer passeios de curta e longa duração, mas quanto mais animado você estiver para se embrenhar na mata e dirigir mais longe, mais impressionante é a paisagem e maior é a sensação de estar redescobrindo o Brasil. 😉


 

  • Chapada Diamantina

    A maior chapada brasileira está no coração da Bahia. Para chegar, é preciso alugar um carro de Salvador, Vitória da Conquista ou Lençóis (cidade mais próxima à Chapada. Voos saem de Salvador aos domingos). A Diamantina abriga grutas, cavernas, cânions, piscinas naturais e algumas das mais altas cachoeiras do país, que caem das elevações de pedra monumentais. O Parque Nacional da Chapada Diamantina tem 1.520km² – uma enorme área silvestre sem sinalização e trilhas pouco demarcadas. É imprescindível contratar um guia para alguns dos passeios mais embrenhados dentro do parque, mas existem diversas atrações na região que podem ser visitadas por conta própria http://viajeaqui.abril.com.br/materias/lugares-belissimos-na-chapada-diamantina-para-voce-conhecer-sem-guia

    Continua após a publicidade

    Chapada dos Guimarães

    A chapada mais perto de uma capital, está a apenas 60km de Cuiabá pela MT-251. Na área de conservação e em seus arredores ficam a maior gruta de arenito do Brasil, cachoeiras como a emblemática Véu de Noiva, uma profusão de paredões de pedra alaranjados e belos rios.

    Chapada dos Veadeiros

    Chapada relativamente próxima a Brasília e Goiânia abriga rios cristalinos, cachoeiras de 100 m e enormes paredões de pedra, rodeados pela vegetação rasteira e bruta do cerrado. Para chegar às atrações, o visitante precisa estar disposto a caminhar: as trilhas de acesso chegam a 5 km, com trechos íngremes e pedregosos (em algumas é necessária a presença de guia). Como recompensa, quase todos os percursos terminam em poços, que surgem na base de quedas-d’água ou no meio de formações rochosas.

    Chapada das Mesas

    Localizada no sul do Maranhão, na fronteira com o Tocantins, a região é extremamente rica em espécies de animais e plantas, muitas ainda não estudadas. Por causa de sua localização remota, a área ainda está lutando pela sua conservação, contra a pressão por novos desmatamentos impulsionados por carvoarias e fazendeiros. Que tal ir pra lá e ajudar a impulsionar a divulgação da região como destino de ecoturismo? Bons motivos não faltam. A cidade mais próxima é Carolina, de onde podem ser contratados os tours que te levarão às belezas da Chapada.

    Jalapão

    Cravado no coração do Brasil, no Tocantins quase divisa com Bahia e Maranhão, o Jalapão não é exatamente uma chapada, mas tem chapadas em seu território, dividindo-as com dunas de areia vermelha e cerrado. Quem vê as fotos do Jalapão pela primeira vez custa a acreditar que isso existe bem aqui no meio do nosso país.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade