Trem direto para o aeroporto de Guarulhos tem 20 saídas diárias

Agora, sim, virou um bom negócio fazer o percurso entre a Estação da Luz e o Aeroporto de Guarulhos de trem

Por Da Redação Atualizado em 30 jun 2021, 16h29 - Publicado em 1 dez 2020, 17h29

A linha que liga a estação da Luz, em São Paulo, ao aeroporto de Guarulhos passou a ter 20 saídas diárias desde 1 de dezembro, inclusive finais de semana e feriados. O serviço, que antes realizava quatro viagens por dia, ficou paralisado durante oito meses por conta da pandemia. Confira aqui o teste.

Outra novidade é o preço, que caiu para R$ 4,40 o trecho, o mesmo valor da tarifa do transporte público na capital (o preço anterior era de R$ 8,60). Na prática é apenas uma troca de linha, como as demais que confluem na estação da Luz, que são: 1 (Azul) e 4 (Amarela) do metrô; e também as linhas 7 (Rubi) e 11 (Coral) da CPTM.

O primeiro trem parte tanto da Luz quanto de Guarulhos às 5h e, o último, à meia-noite. A frequência é a cada hora cheia (5h, 6h, 7h, 8h…) e a viagem tem duração de 30 minutos.

Os trens que saem da Luz param na estação Guarulhos-Cecap e seguem até a Aeroporto Guarulhos. Já os trens que partem da estação Aeroporto Guarulhos param na Guarulhos-Cecap – e também na estação Brás –, uma antes do terminal da Luz. Em suma, são apenas paradas e não é preciso fazer baldeação na viagem entre o Centro de São Paulo e o aeroporto de Cumbica.

A antiga linha Connect, que ligava a estação Brás até Guarulhos, foi descontinuada. A Linha 13 (Jade), que liga a Estação Engenheiro Goulart, na zona leste, à estação Aeroporto Guarulhos continua em operação.

Plataforma exclusiva na Estação da Luz: saídas a cada hora cheia, das 5h até a meia-noite
Plataforma na estação da Luz de onde partem os trens para Guarulhos FabrícioB/Arquivo pessoal
  • Ligação do trem de Guarulhos aos terminais 1, 2 e 3

    A estação Aeroporto Guarulhos da CPTM fica a 500 metros do Terminal 1, de onde saem os voos da Azul (temporariamente os voos foram transferidos para o Terminal 2 ponta da pandemia). Quem não estiver viajando com mala pesada pode até ir caminhando. A preferência da maioria, no entanto, é pelo ônibus gratuito que sai da porta da estação e para nos terminais 1, 2 e 3 – funciona diariamente a cada 15 minutos, das 4h à 0h (aos sábados até 1h). Muitos passageiros reclamam que o intervalo pode chegar a 30 minutos.

    Continua após a publicidade

    Existe uma segunda linha, suspensa por ora por conta da pandemia, que circula apenas entre os terminais 1, 2, 3 e que não para na estação Aeroporto Guarulhos (caso tenha pego por engano, você pode descer no Terminal 1 e ir andando até a estação; ou pode esperar o ônibus da CPTM, mas terá que aguardar ele dar toda a volta pelos terminais até chegar na estação).

    Placas no Terminal 2 indicam o caminho para o ponto de ônibus
    Placas no Terminal 2 indicam o caminho para o ponto de ônibus FabrícioB/Arquivo pessoal

    O trem

    O trem que faz a ligação até Guarulhos tem compartimento de bagagem em cada vagão, que é do tipo sanfonado e sem divisória entre as cabines. Isso significa espaço de sobra: a capacidade é para até 2 mil passageiros por viagem. A contar pela ocupação baixíssima desde a sua inauguração em 2018, há muito o que crescer. Em 2019, a linha levou uma média de 350 passageiros por dia.

    Espaço de sobra para levar as malas
    Espaço de sobra para levar as malas Fabrício Brasiliense/Arquivo pessoal

    Vale a pena ir de trem até o aeroporto de Guarulhos?

    Agora vale! Principalmente em véspera de feriado ou na sexta-feira, dias em que a rodovia às margens de Cumbica costuma engarrafar. Uma das queixas que se faz sobre o trem é o fato dele não chegar na porta dos terminais. A considerar que se chegou ao aeroporto em meia hora ao custo de R$ 4,40, está de bom tamanho. Mas a coisa tende a melhorar. No fim de novembro, o governo federal liberou a verba para a construção de um monotrilho, o chamado “people mover”, que ligará a estação de trem aos três terminais.

    Atrasos da obra

    A promessa de um comboio ligando São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos data da primeira gestão de Geraldo Alckmin, no começo dos anos 2000. A primeira previsão era de que a obra estaria pronta até 2005, mas a data foi adiada. Em 2007, na gestão de José Serra, a entrega foi marcada para 2010, mas foi postergada novamente em 2009, com a previsão de inauguração para a Copa do Mundo de 2014. Em 2015, o governo Alckmin voltou a trabalhar no projeto com a promessa de que estaria pronto em setembro de 2017. A inauguração só aconteceu em março 2018.

  • Busque hospedagem em São Paulo

    Leia tudo sobre São Paulo

  • Continua após a publicidade
    Publicidade