Tailândia anuncia data de reabertura da famosa praia de Maya Bay

O cenário do filme "A Praia" ficou quatro anos fechado depois que seu ecossistema foi destruído; veja quais serão as regras de visitação

Por Bárbara Ligero Atualizado em 24 nov 2021, 19h12 - Publicado em 24 nov 2021, 16h40

O Departamento de Parques Nacionais da Tailândia confirmou que Maya Bay será reaberta no dia 1º de janeiro de 2022, quase quatro anos depois que o seu acesso foi proibido. Com mar azul-turquesa, areia branca e formações rochosas que emergem da água, a baía fica nas ilhas Phi Phi e faz parte do Parque Nacional Hat Noppharat Tara. Apesar do seu tamanho diminuto – 15 metros de largura e 250 metros de comprimento -, ela foi escolhida como principal locação do filme “A Praia”, estrelado por Leonardo di Caprio, por se enquadrar perfeitamente no imaginário de paraíso tropical.

Anos mais tarde, Maya Bay se tornaria a principal parada dos passeios de barco pela região e acabaria sendo vítima da sua própria popularidade. No auge de sua fama em 2018, a praia recebia a cada dia cerca de 6 mil pessoas, que deixavam para trás um rastro de lixo e danificavam os ecossistemas locais. Estima-se que só as âncoras dos barcos tenham destruído 50% dos corais. Esse dado, somado às imagens de milhares de estrangeiros ocupando a faixa de areia, que na teoria deveria ser uma área natural protegida, causou grande indignação entre os tailandeses. A revolta culminou no fechamento abrupto da baía em junho daquele ano.

Maya Bay, Phi Phi Islands, Tailândia
Foto aérea tirada em 2018 mostra Maya Bay cheia de barcos e turistas. Crédito: Humphrey Muleba/Unsplash

Inicialmente, as restrições deveriam durar apenas quatro meses, ou seja, até outubro de 2018. Porém, logo as autoridades locais perceberam que demoraria muito mais do que isso para que a natureza se recuperasse e para que eles próprios pudessem elaborar uma estratégia de proteção ambiental a longo prazo. Em entrevista à emissora de televisão norte-americana CNN, o ministro dos Recursos Naturais e Meio Ambiente, Varawut Silpa-Archa, garantiu que, agora, Maya Bay voltou a um bom estado.

No ano passado, o Parque Nacional Hat Noppharat Tara já tinha utilizado a sua página no Facebook para compartilhar fotos e vídeos em que a baía parece até intocada. Além disso, registros de câmeras subaquáticas mostraram que os animais voltaram a povoar a região: além de peixes e caranguejos, os cientistas registraram a presença de uma população de cem tubarões-de-ponta-preta, que eram apenas seis em meados de 2018.

Continua após a publicidade

A mudança é fruto de um trabalho que perdurou nos últimos quatro anos: o lixo foi retirado da praia, a vegetação foi replantada, corais foram recuperados e uma infraestrutura turística totalmente nova foi criada. Isso inclui a construção de uma doca flutuante por onde as pessoas desembarcarão, já que os barcos não poderão mais ancorar na própria baía, e um calçadão por onde elas deverão caminhar, para limitar os danos à areia e às plantas.

A medida mais importante, no entanto, é a limitação no número de visitantes. O líder da organização responsável pela administração do Parque Nacional Hat Noppharat Tara, Vorapot Lomlim, disse à Lonely Planet que no máximo três mil pessoas poderão desembarcar em Maya Bay a cada dia. A ideia é que as pessoas sejam divididas em grupos de até 300, que poderão conhecer a praia em oito turnos de apenas uma hora cada – o primeiro às 10h e o último às 18h.

Busque hospedagem em Koh Phi Phi

Leia tudo sobre Tailândia

Continua após a publicidade

Publicidade