Brasil tem 17 restaurantes na lista de melhores da América Latina

O pódio confirma mais uma vez a hegemonia dos peruanos Central e Maido e traz para terceiro lugar o D.O.M., do chef Alex Atala, que sobe dez posições

Por Bárbara Ligero Atualizado em 24 nov 2021, 11h31 - Publicado em 23 nov 2021, 16h20

Os grandes vencedores do prêmio Latin America’s 50 Best Restaurants, promovido anualmente pela revista britânica Restaurant, foram revelados durante uma cerimônia que aconteceu nesta segunda-feira (22). Os restaurantes Central, Maido e Astrid y Gaston, todos eles em Lima, ocuparam respectivamente a primeira, a segunda e a quarta posição e reafirmaram a hegemonia peruana que já dura quase uma década: a tradição só foi quebrada no ano passado, quando a parrilla do argentino Don Julio, em Buenos Aires, conquistou o topo do ranking. Nesta edição, a grande novidade foi a volta do brasileiro D.O.M., de São Paulo, ao pódio: o italiano comandado por Alex Atala foi da 13ª posição em 2020 à 3ª posição em 2021.

No total, 17 brasileiros foram condecorados com o prêmio gastronômico. A maioria deles fica em São Paulo: D.O.M. (3º lugar), Maní (7º), Casa do Porco (11º), Mocotó (23º), Tuju (54º), Evvai (65º), Fasano (66º), Tordesilhas (75º), Arturito (86º), Komah (88º) e Corrutela (90º). Lembrando que a Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, também já tinha sido o único brasileiro a aparecer na versão mundial do ranking, que é considerado o “Oscar” da gastronomia. Também entraram para a lista dos melhores restaurantes da América Latina o Lasai (22º lugar), o Oteque (44º) e o Oro (51º), todos no Rio de Janeiro; o Manu (49º), de Curitiba, o Glouton (68º), de Belo Horizonte, e o Soeta (77º), de Vitória.

Três chefs brasileiros também receberam premiações individuais. Cesar Costa, à frente do Corrutela, levou o Caña Sustainable Restaurant Award 2021 por suas iniciativas em sustentabilidade. Já a dupla Ricardo Oliveira e Adriana Salay recebeu o The Macallan Icon Award 2021, que reconhece os trabalhos que provocam mudanças duradouras na sociedade, por ter transformado o Mocotó em um centro de distribuição de alimentos para pessoas com dificuldades durante a pandemia. A iniciativa foi batizada de “Quebrada Alimentada” e já serviu mais de 80 mil refeições.

Como a pandemia fez com que vários restaurantes ficassem fechados durante muitos meses, a revista britânica Restaurant mudou os seus critérios de escolha dos melhores restaurantes em 2021. Desta vez, o prêmio levou em consideração as médias das avaliações que as casas obtiveram nos últimos oito anos. Além disso, a lista traz 100 restaurantes, em vez de 50 endereços como nas edições anteriores. Veja, a seguir, a lista completa:

1- Central (Lima, Peru)

2- Maido (Lima, Peru)

3- D.O.M. (São Paulo, Brasil)

4- Astrid y Gastón (Lima, Peru)

5- Pujol (Cidade do México, México)

6- Boragó (Santiago, Chile)

7- Maní (São Paulo, Brasil)

8- Quintonil (Cidade do México, México)

9- Tegui (Buenos Aires, Argentina)

10- Don Julio (Buenos Aires, Argentina)

11- A Casa do Porco (São Paulo, Brasil)

12- Sud 777 (Cidade do México, México)

13- La Mar (Lima, Peru)

14- Leo (Bogotá, Colômbia)

15- Pangea (Monterrey, México)

16- Parador La Huella (José Ignacio, Uruguai)

17- Osso (Lima, Peru)

18- Harry Sasson (Bogotá, Colômbia)

19- Chila (Buenos Aires, Argentina)

20- Rafael (Lima, Peru)

21- El Baqueano (Buenos Aires, Argentina)

22- Lasai (Rio de Janeiro, Brasil)

23- Mocotó (São Paulo, Brasil)

24- Isolina (Lima, Peru)

25- El Chato (Bogotá, Colombia)

26- Ambrosía (Santiago, Chile)

27- Rosetta (Cidade do México, México)

28- Aramburu (Buenos Aires, Argentina)

29- Mishiguene (Buenos Aires, Argentina)

30- Maito (Cidade do Panamá, Panamá)

31- 99 (Santiago, Chile)

32- Alcalde (Guadalajara, México)

33- Máximo Bistrot (Cidade do México, México)

34- Elena (Buenos Aires, Argentina)

35- Nicos (Cidade do México, México)

36- Gustu (La Paz, Bolívia)

37- La Cabrera (Buenos Aires, Argentina)

38- Le Chique (Cancún, México)

39- Fiesta (Lima, Peru)

40- Corazón de Tierra (Valle de Guadalupe, México)

41- Oteque (Rio de Janeiro, Brasil)

42- Criterión (Bogotá, Colombia)

43- Alto (Caracas, Venezuela)

44- Amaranta (Toluca, México)

45- 1884 Restaurante (Mendoza, Argentina)

46- La Picantería (Lima, Peru)

47- Restaurante 040 (Santiago, Chile)

48- Gran Dabbang (Buenos Aires, Argentina)

49- Manu (Curitiba, Brasil)

Continua após a publicidade

50- Oviedo (Buenos Aires, Argentina)

51- Oro (Rio de Janeiro, Brasil)

52- Kjolle (Lima, Peru)

53- La Bourgogne (Punta del Este, Uruguai)

54- Tuju (São Paulo, Brasil)

55- Andrés Carne de Res (Chía, Colombia)

56- Mayta (Lima, Peru)

57- La Docena (Guadalajara, México)

58- De Patio (Santiago, Chile)

59- Crizia (Buenos Aires, Argentina)

60- Narda Comedor (Buenos Aires, Argentina)

61- Mil (Moray, Peru)

62- Manzanilla (Ensenada, México)

63- Casa Oaxaca (Oaxaca, México)

64- Tomo 1 (Buenos Aires, Argentina)

65- Evvai (São Paulo, Brasil)

66- Fasano (São Paulo, Brasil)

67- Sucre (Buenos Aires, Argentina)

68- Glouton (Belo Horizonte, Brasil)

69- Cosme (Lima, Peru)

70- Tierra Colorado Gastró (Asunción, Paraguay)

71- El Mercado (Lima, Peru)

72- Merotoro (Cidade do México, México)

73- Restaurante Garzón (Garzón, Uruguai)

74- El Cielo (Bogotá, Colombia)

75- Tordesilhas (São Paulo, Brasil)

76- Carmen (Medellín, Colombia)

77- Soeta (Vitória, Brasil)

78- Mérito (Lima, Peru)

79- Laja (Ensenada, México)

80- Osaka (Buenos Aires, Argentina)

81- Café Misterio (Montevideo, Uruguai)

82- Restó (Buenos Aires, Argentina)

83- La Brigada (Buenos Aires, Argentina)

84- Salvo Patria (Bogotá, Colômbia)

85- Dulce Patria (Cidade do México, México)

86- Arturito (São Paulo, Brasil)

87- La Mar (Buenos Aires, Argentina)

88- Komah (São Paulo, Brasil)

89- Lo de Tere (Punta del Este, Uruguai)

90- Corrutela (São Paulo, Brasil)

91- Celele (Cartagena, Colômbia)

92- Pakuri (Asunção, Paraguai)

93- Nuema (Quito, Ecuador)

94- Ali Pacha (La Paz, Bolivia)

95- Pitiona (Oaxaca, México)

96- Costanera 700 (Lima, Peru)

97- Alo’s (Buenos Aires, Argentina)

98- Deckman’s en el Mogor (Ensenada, México)

99- Mesa Franca (Bogotá, Colômbia)

100- Cuatro Mares (Punta del Este, Uruguai)

 

Continua após a publicidade

Publicidade