Argentina dispensa teste de antígeno na chegada

Viajantes continuam tendo que apresentar comprovante de vacinação e fazer dois RT-PCR

Por Bárbara Ligero Atualizado em 22 out 2021, 15h44 - Publicado em 21 set 2021, 15h12

A Argentina retirou a obrigatoriedade de realizar teste de antígeno na chegada ao país, simplificando assim as regras de entrada para turismo. Dessa forma, os viajantes deverão apresentar comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias e resultado negativo para dois exames de Covid-19: um RT-PCR feito no máximo 72 horas antes do embarque e outro RT-PCR colhido entre o 5º e o 7º dia de viagem. Todos os imunizantes utilizados no Brasil estão sendo aceitos.

Aqueles que ainda não tiverem sido vacinados não serão impedidos de embarcar, mas terão que cumprir quarentena de sete dias ao desembarcarem na Argentina e realizar um teste RT-PCR ao final do período de isolamento. Isso vale inclusive para os menores de idade.

A Argentina está aberta para países vizinhos desde 1º de outubro e pretende liberar as fronteiras para o restante do mundo em 1º de novembro. O uso de máscara ao ar livre deixou de ser obrigatório em todo o país, onde já ocorreu também a reabertura de baladas com 50% da capacidade máxima.

Busque hospedagem na Argentina

Leia tudo sobre Argentina

  • Continua após a publicidade
    Publicidade