Ranking: os países mais felizes do mundo

Finlândia vence pelo segundo ano consecutivo e Escandinávia se mantém no pódio. Brasil cai de posição

Por Giovanna Simonetti Atualizado em 5 jul 2021, 14h40 - Publicado em 8 abr 2019, 18h35

Felicidade não é algo fácil de ser medido, mas isso não impediu que um grupo de pesquisadores, apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), tentasse. Recentemente, a sétima edição do relatório de felicidade mundial, o World Happiness Report de 2019, foi divulgado.

O estudo busca entender a relação entre felicidade e desenvolvimento e analisa em 156 países índices como PIB per capita, expectativa de vida, generosidade, corrupção, apoio social e liberdade individual. Além disso, é solicitado que os respondentes da pesquisa avaliem a própria qualidade de vida em uma nota de 0 a 10.  

Pela segunda vez consecutiva, a Finlândia ocupa o primeiro lugar do ranking – o país se destaca por ter um dos melhores sistemas de educação do mundo. A Dinamarca está na segunda posição, uma a mais que a do ano passado, desbancando o atual terceiro lugar, Noruega – que em 2018, pela décima terceira vez, foi o país com maior índice de desenvolvimento humano (IDH) do mundo.

  • Não é surpresa que a Europa dominou o ranking – especialmente com os países nórdicos – e ocupou as maiores posições. Os dez países mais felizes do mundo são ricos e desenvolvidos. Este é o Top 10:

    1. Finlândia
    2. Dinamarca
    3. Noruega
    4. Islândia
    5. Holanda
    6. Suíça
    7. Suécia
    8. Nova Zelândia
    9. Canadá
    10. Áustria
  • O Brasil, por sua vez, caiu quatro posições em relação a 2018 e agora é o 32º lugar. O país ainda obteve sua menor média na pesquisa desde 2014, com pontuação foi de 6.300 pontos – em comparação, a Finlândia teve 7.769. O país mais feliz da América Latina, segundo a pesquisa, é a Costa Rica, em 12º lugar. Em seguida entre os latinos está o México (23º), o Chile (26º), a Guatemala (27º) e o Panamá (31º).

    Em contrapartida, o Sudão do Sul ocupa o último lugar da lista com 2.853 pontos, atrás da República Centro-Africana, do Afeganistão, e da Tanzânia. Esses países são alvos de conflitos armados ou grupos terroristas.

    Busque hospedagens na Finlândia

    Continua após a publicidade
    Publicidade