MSC fica a ver navios e cancela temporada no Brasil

Segunda a armadora, demora das autoridades brasileiras impediu que a empresa tivesse tempo hábil para se preparar; clientes receberão carta de crédito

A MSC Cruzeiros anuniciou na quarta-feira (23) que a demora na aprovação de seus protocolos de segurança e sanitários por parte das autoridades brasileiras forçou a empresa a cancelar a temporada 2020/2021. A armadora pretendia fazer a primeira viagem em 16 de janeiro, partindo do porto de Santos.

A empresa tinha programado trazer os navios Seaview e Preziosa, navegar apenas com hóspedes brasileiros e manter os navios com, no máximo, 70% da ocupação. A temporada estava marcada para terminar em 31 de março de 2021.

A MSC foi primeira grande armadora a retomar a navegação após o início da pandemia, em agosto. Na ocasião, o navio MSC Grandiosa partiu de Gênova, na Itália, e passou por aprovação das autoridades sanitárias italianas antes de zarpar. Os protocolos aprovados na Europa são os mesmos que a armadora pretendia instituir em suas viagens no Brasil, que consistia em testagem de todos os hóspedes pelo menos duas vezes por viagem, testagem da tripulação três vezes antes do embarque e semanalmente a bordo, formação de “bolhas sociais” para passeios em terra, mais as medidas amplamente conhecidas de distanciamento social e uso de máscaras.

“Estamos tão desapontados quanto nossos hóspedes por termos que adiar seus planos, apesar de nossos esforços extenuantes para demonstrar que podemos operar com segurança e garantir o bem-estar de nossos clientes, da nossa tripulação e dos destinos que visitamos. Fizemos o nosso melhor para retomar as operações no Brasil com segurança e responsabilidade”, disse Adrian Ursilli, diretor geral da MSC no Brasil.

A indústria de cruzeiros foi duramente afetada nesta pandemia e teve toda a sua operação interrompida desde março. 

Os hóspedes afetados pelo cancelamento da temporada 2020/2021 na América do Sul receberão uma carta de crédito para ser usada até 31 de dezembro de 2021 em um futuro cruzeiro no valor total já pago – a viagem poderá acontecer até 30 de abril de 2022. Os hóspedes também receberão crédito em dinheiro para uso a bordo (de até 200 dólares ou euros). 

Para a temporada 2021/2022, a MSC pretende trazer quatro navios para embarques no Brasil e uma quinta embarcação para viagens na Argentina.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.