Nova aérea tem voos por até R$ 550, mas cobra a comida e a manta

A Level, nova companhia aérea low cost, fará voos de longa distância por baixo custo, mas cobra por serviços convencionais como refeições e até o cobertor

Por Julia Latorre Atualizado em 20 mar 2017, 17h04 - Publicado em 20 mar 2017, 16h27

Se alguns viajantes brasileiros não curtiram muito a ideia de ter que pagar para despachar as bagagens em voos domésticos, talvez também se assustem com a criação de uma companhia aérea low cost (baixo custo) para voos de longa distância. A novidade tem nome: Level.

Trata-se de uma nova companhia, aérea, baseada em Barcelona, lançada pelo IAG,  mesmo grupo das companhias Iberia e British Airlines. A diferença é que os preços das passagens econômicas prometem ser incrivelmente convidativos: uma passagem entre Barcelona e Los Angeles nessa categoria deve custar aproximadamente entre R$ 346,50 (99 euros) e R$ 521 (149 euros).

Esta tarifa enxugada deve ser percebida nos custos extras do voo. Por mais que o voo no trajeto Barcelona – Los Angeles dure cerca de 13 horas, refeições, despachar bagagem e até a mantinha não estão inclusos e serão custos à parte. O direito de ter o dinheiro da passagem reembolsado em caso de imprevisto também não existe dentro dessa tarifa.

Vídeo de apresentação da marca:

Continua após a publicidade

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=J4JfJ5OyUoI&w=560&h=315]

Apesar da tendência de as televisões embutidas em aviões acabarem, a companhia garantiu que os passageiros dessa tarifa econômica terão a tela de interação. O que se sabe até agora é que incluir as refeições custará cerca de R$ 122,50 (35 euros) extras e despachar a bagagem R$ 245 (70 euros). O preço das mantas não foi divulgado.

A previsão é que a Level passe a operar de Barcelona a partir de junho, com voos diretos, por enquanto, para Buenos AiresLos Angeles, San Francisco e Punta Cana. Ainda não existe nenhuma especulação sobre voos para o Brasil.

Seriam os Argentinos sortudos ou, de qualquer forma, um brasileiro jamais conseguiria viajar para a Europa com uma mala pequena o suficiente para não ser despachada? 

Interior da companhia aérea Level, que quer fazer voos internacionais de longa duração com tarifas low cost
O WiFi da Level deverá ser pago, mas a televisão está garantida; na foto, o interior de uma cabine de avião da companhia aérea IAG/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade