Buenos Aires: Aeroparque volta a receber voos do Brasil

A notícia é boa para os brasileiros, já que o aeroporto é muito mais perto do centro da capital do que Ezeiza

Por Giovanna Simonetti Atualizado em 21 fev 2020, 16h25 - Publicado em 21 fev 2020, 16h17

Após um ano operando apenas rotas domésticas, o aeroporto de Jorge Newbery em Buenos Aires, mais conhecido como Aeroparque, voltará a receber voos internacionais. 

Em abril de 2019, a Argentina anunciou que todos as rotas internacionais que chegassem à capital pelo Aeroparque seriam redirecionadas ao aeroporto de Ezeiza, a fim de desafogar o pequeno terminal. A medida foi prejudicial para os turistas brasileiros, já que o Aeroparque é muito mais perto do centro da cidade do que Ezeiza: enquanto um está a 30 quilômetros de distância da região central, o outro fica a apenas 9 quilômetros da Praça de Maio

O problema é que o redirecionamento causou grandes filas de imigração no aeroporto mais distante, o que obrigou autoridades argentinas a repensar a mudança. Dessa forma, a partir de 11 de maio deste ano, voos de ou para o Brasil, Paraguai, Chile, Bolívia e Peru poderão ser operados no Aeroparque, como anunciado pela Anac do país. Mas existe uma regra: serão permitidos apenas voos sem escalas e com capacidade máxima de 200 passageiros. 

  • Apesar de antes atuarem no Aeroparque, as companhias brasileiras Latam e Gol ainda não divulgaram se voltarão a ter voos para o terminal. A Azul, que já possui uma rota entre Viracopos e Ezeiza, expressou “total interesse” em operar no aeroporto e aguarda as definições de acesso pela ANAC da Argentina para concorrer a estes espaços.

    Leia tudo sobre Buenos Aires

    Busque hospedagens em Buenos Aires

  • Continua após a publicidade
    Publicidade