A incrível história por trás do St. Patrick’s Day

A história por traz do maior carnaval irlandês é tão pitoresca quanto fascinante

Muita gente na rua e bebidas por toda a parte. Música, danças, fantasias e pinturas corporais. Parece o carnaval, mas é o St. Patrick’s Day, ou Dia de São Patrício, em Dublin!

A festança é tanta que pode até ser chamado de carnaval irlandês, porque é o feriado que as pessoas mais enfiam o pé na jaca na Irlanda – o que não é por menos, já que o país é mundialmente conhecido por beber muita cerveja! Mas a verdade é que a data tem muita história em suas origens.

Pessoas fantasias caminhando em direção à parada de St. Patrick's, em Dublin (foto: iStock)Pessoas fantasias caminhando em direção à parada de St. Patrick’s (foto: iStock)

Na verdade, toda essa celebração é uma homenagem ao São Patrício, o padroeiro do país. O padre virou santo porque aos 16 anos, enquanto viajava pela Grã-Bretanha para espalhar o cristianismo, foi sequestrado e escravizado por piratas irlandeses. Após seis anos de sofrimento, ele conseguiu escapar para a França, onde passou a viver em um mosteiro.

Já mais velho, foi convidado para se tornar bispo bem na Irlanda. Mas você acha que ele recusou? É claro que não! Passando por cima de tudo o que tinha acontecido e, em um ato de benevolência, ele embarcou para o país e trabalhou na evangelização de novos cristãos e foi muito importante para trazer os irlandeses e os celtas para a religião católica.

Mas e qual é a explicação do trevo? Acredita-se que o santo usava o a planta como uma representação da Santíssima Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo representado em cada uma de suas três folhas. Além disso, traz boa sorte e tem a cor verde, a qual é a coloração do país. Mas nem sempre foi assim! Curiosamente, no início, a tom relacionado ao São Patrício era o azul.

Irlandeses vestidos de verde e com trevos pintados no rosto (foto: iStock)Irlandeses vestidos de verde e com trevos pintados no rosto (foto: iStock)

O leprechaun (ou duende) é outro símbolo muito recorrente na festa, porém sua existência vem do lado pagão da história, porque é um ícone do folclore celta. Ele sempre foi representado como um pequeno homenzinho, vestido de verde, que pregava peças e fazia travessuras. Hoje, além dessas características, ele também é concebido com uma barba ruiva, vestindo um paletó verde e ao lado de um pote de ouro que ficaria no fim de um arco-íris.

Agora que você já sabe tudo sobre o evento, bora se pintar e se vestir de verde, pegar uma caneca e enchê-la de cerveja e pular o Dia de São Patrício? Ele começa, todos os anos, no dia 17 de março e vai até o dia 20. Só falta uma boa música celta para animar!

Busque hospedagens em Dublin no Booking

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s