De Maceió a Recife: passeie pelas belas praias da região

Piscinas naturais, peixes-bois e coqueirais a perder de vista são algumas das atrações da viagem por um dos trechos mais lindos do litoral brasileiro

Atualizado em fevereiro de 2019

Ignore o caminho mais rápido entre as duas capitais, com apenas 265 km pela BR-101. Vá pelas vias estaduais litorâneas, curtindo praia por praia. Confira  o roteiro que passa por oito lugares inesquecíveis desse pequeno pedaço de litoral nordestino.

 

A) Maceió (6 dias)

Jangadas para passeios turísticos na Praia de Pajuçara, em Maceió. Jangadas para passeios turísticos na Praia de Pajuçara, em Maceió.

Jangadas para passeios turísticos na Praia de Pajuçara, em Maceió. (Franco Hoffchneider/Reprodução)

Receba as bênçãos da capital com a orla urbana mais bela do nordeste embarcando em uma jangada e mergulhando nas piscinas naturais de Pajuçara. Elas ficam a 2 km da costa da praia de mesmo nome, que forma com Ponta Verde e Jatiúca o principal trecho litorâneo local. A não mais que duas quadras do calçadão e da ciclovia, ladeados por coqueiros, estão os bons hotéis e restaurantes.

Faça um passeio de barco pela foz do Rio São Francisco, que no caminho tem paradas para passeios nas dunas, banho de lagoa e fotos. Aproveite para relaxar nas praias de Pratagi, com piscinas naturais; da Sereia, com águas cristalinas e uma escultura de sereia no meio do mar; e Ipioca, com mar calmo e longos trechos de areia.

Se quiser fazer compras, vá ao bairro de Pontal da Barra, com uma vasta opção de lojas e famoso por comercializar produtos de renda. A Feira de Artesanato da Pajuçara e o Pavilhão do Artesanato, um de frente para o outro, são boas alternativas para comprar todos os tipos de souvenires.

Busque hospedagem em Maceió

 

B) Barra de Santo Antônio (1 dia)

Praia de Carro Quebrado na Barra de Santo Antônio (AL) Mesmo sendo próxima de Maceió, a Barra de São Miguel em Alagoas consegue manter as praias tranquilas. Grande parte dos visitantes quer conhecer as falésias da praia de Carro Quebrado

Mesmo sendo próxima de Maceió, a Barra de São Miguel em Alagoas consegue manter as praias tranquilas. Grande parte dos visitantes quer conhecer as falésias da praia de Carro Quebrado (Divulgação/Divulgação)

A 46 km ao norte de Maceió, preserva o sossego até em praias famosas como Carro Quebrado, cenário de falésias e coqueirais. A construção de uma ponte facilitou o acesso de pedestres à Ilha da Croa (carros não podem passar), mas para chegar à outra bela praia, a do Morro, é ainda preciso barco ou guia que conheça os segredos da pista de areia, sem sinalização.

Busque hospedagem em Barra de Santo Antônio

 

C) São Miguel dos Milagres (3 dias)

Praia Patacho, São Miguel dos Milagres, Alagoas Praia Patacho, São Miguel dos Milagres, Alagoas

Praia Patacho, São Miguel dos Milagres, Alagoas (Luís Morais/Dedoc Abril)

Depois de um rápido desvio sentido interior, a estrada volta a correr rente ao mar rumo a esse recanto romântico, formado pelo contraste entre a costa mais selvagem de Alagoas e algumas das hospedagens mais charmosas do Brasil. Encante-se com as piscinas naturais na maré baixa, os peixes-boi na foz do Rio Tatuamunha e o mar verdinho da Praia do Patacho – que tem localização privilegiada, sossego e mar calmo e raso.

Aproveite também a orla deserta da Praia da Lage, a água transparente da Praia do Toque e o mar morno da Praia São Miguel dos Milagres.

Busque hospedagem em São Miguel dos Milagres

 

D) Maragogi (4 dias)

Alagoas, Galés de Maragogi Galés de Maragogi

Galés de Maragogi (Reprodução/Reprodução)

Se o excesso de famílias e frequentadores dos resorts locais ameaçarem seu deslumbre em meio aos peixinhos das famosas Galés, desvie o barco para as menos exploradas e também lindas piscinas naturais de Taocas e Barreira de Peroba.

Busque hospedagem em Maragogi

 

E) Tamandaré (1 dia)

A pista se afasta da beira-mar an

Praia dos Carneiros, em Tamandaré (PE) Barcos turísticos na Praia dos Carneiros

Barcos turísticos na Praia dos Carneiros (Divulgação/Divulgação)

unciando a entrada em Pernambuco. Na ponta sul do litoral do estado repousa um cenário típico de comercial de TV: a lindíssima Praia de Carneiros. Não é uma praia extensa, mas os coqueiros, o mar cristalino e as piscinas naturais repletas de peixes a tornam uma das praias mais bonitas do Nordeste.

Busque hospedagem em Tamandaré

 

F) Porto de Galinhas (5 dias)

Vista aérea do Porto de Galinhas, em Pernambuco

Vista aérea do Porto de Galinhas, em Pernambuco (Ildo Frazao/iStock)

Não por acaso tornou-se o principal destino turístico da orla pernambucana: tem piscinas naturais, e, no Rio Maracaípe, é fácil ver cavalos-marinhos. Um passeio de bugue permite explorar as belezas do entorno da vila, repleto de belas praias.

Reserve um dia de maré baixa para fazer o passeio de jangada pelas piscinas naturais e recifes. Jangadas também partem de Maracaípe para conhecer as piscinas naturais da região, onde é possível fazer snorkel com os peixinhos coloridos.

Não deixe de passear pelos calçadões no centro da cidade, com diversas opções de lojinhas e restaurantes. O premiado Beijupirá é um símbolo local e uma ótima pedida.

Busque hospedagem em Porto de Galinhas

 

G) Cabo de Santo Agostinho (2 dias)

Praia de Calhetas, Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco Calhetas, em Cabo de Santo Agostinho (PE), tem o formato de coração e pode ser uma alternativa a partir da capital, Recife

Calhetas, em Cabo de Santo Agostinho (PE), tem o formato de coração e pode ser uma alternativa a partir da capital, Recife (Cássia Afini/Flickr)

Seus penhascos já serviram de referência geográfica para os navegadores europeus. Hoje, além das construções históricas, chama a atenção por suas praias charmosas, como Calhetas. Também possui ótimos passeios de bugue.

Busque hospedagem em Cabo de Santo Agostinho

 

H) Recife e Olinda (5 dias)

A Praia de Boa Viagem tem 9 km de calçadão com ciclovia e quiosques A Praia de Boa Viagem tem 9 km de calçadão com ciclovia e quiosques

A Praia de Boa Viagem tem 9 km de calçadão com ciclovia e quiosques (Ricardo Freire/Reprodução)

Eis uma capital vibrante, que respira cultura tanto nos museus quanto em festas populares, como o Carnaval, e que desperta água na boca por sua cena gastronômica elogiável. O Recife Antigo passa por bela revitalização. Um ótimo passeio é conhecer suas atrações a pé. E os tubarões não tiraram o brilho de Boa Viagem.

A vizinha Olinda, é outro polo cultural único: tem ladeiras repletas de igrejas barrocas, ateliês, bares e cafés que dão vida ao seu casario colonial. Tudo com o mar verde ao fundo.

Busque hospedagem em Recife

 

PROGRAME-SE

Quando ir: o Carnaval de Recife e Olinda colore suas ruas com uma multidão. Entregue-se ou, se não gostar de tanta festa, evite. O calor úmido predomina durante o ano inteiro, mas apresenta bem mais chuvas de maio a setembro.

Restaurantes imperdíveis:

Atrações imperdíveis:

Raio X das estradas: sem pressa, vale a pena trocar a mais rápida e movimentada BR-101 pelas tranquilas rodovias estaduais AL-101 e PE-060, que fazem a ligação litorânea entre as cidades de Maceió e Recife, cruzando vilas paralelamente ao oceano.

Distâncias (em km):

Maceió
140 Maragogi
248 103 Porto de Galinhas
266 140 81 Recife
106 37 140 176 São Miguel dos Milares
Salve este mapa do Google no seu celular e leve este roteiro com você:
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s