Buenos Aires: Café Tortoni vale a pena ou é pega-turista? 

Seguidores da VT no Instagram compartilharam suas experiências variadas no café mais antigo da Argentina

Por Bruno Chaise Atualizado em 10 nov 2021, 17h21 - Publicado em 10 nov 2021, 08h00

Quem transita pelo centro de Buenos Aires e se deixa levar ao longo da Avenida de Mayo até o número 825 encontra o café mais antigo da Argentina, fundado em 1858. A origem do Café Tortoni é alvo de debates, mas a teoria mais aceita pelos historiadores é que ele foi inaugurado inicialmente na esquina da Avenida Rivadavia com a Avenida Esmeralda e só em 1880 foi transferido para o endereço atual. O local é o arquétipo do café portenho, com vitrais no teto, forro de madeira e lustres do século 19 que acabaram por influenciar as feições de bares e cafés de toda a cidade.

A partir do começo do século 20, tornou-se ponto de encontro de políticos e artistas, como Jorge Luis Borges, Federico García Lorca, Julio Cortázar e Carlos Gardel. Hoje, é um dos pontos turísticos mais visitados da capital. Pensando nisso, pedimos para os nossos seguidores no Instagram (você já segue?) comentarem como foi a experiência no Café Tortoni. Afinal, esse passeio vale a pena ou é mais um pega-turista em Buenos Aires? Quando publicamos sobre o Caminito deu muito o que falar.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Viagem e Turismo (@viagemeturismo)

Existem três elementos que foram praticamente consenso entre os leitores: a saudade da Argentina que, aliás, já reabriu as fronteiras para brasileiros; a beleza arquitetônica do Café Tortoni; e o fato de que é preciso encarar uma boa fila para comer o famosos churros e medialunas. Alguns, porém, defenderam que a fila não é tão assustadora assim e que o local compensa a espera:

“Gente, eu amei! Lugar lindo, histórico onde parece que estamos voltando no tempo. Café, medialuna e afins deliciosos! Quero voltar e ir ao tango do Tortoni. Nunca vou me esquecer desse cantinho que achei mágico com a melhor companhia do mundo!” – @claudinhavmd

“Tive sorte, não peguei fila, mas quando saí…tinha uma fila enoooorme para entrar!” – @valeriajanuzzibh 

 

Continua após a publicidade

Outros seguidores tiveram a impressão de que as filas seriam apenas um artifício usado pelo Café Tortoni para aparentar estar mais movimentado do que realmente está e, assim, atrair mais clientes:

“Lugar vazio mas com fila do lado de fora, e quando entra passa um garçom sem fazer nada, você o chama e ele responde ‘tienes que esperar’. Mas a comida é muito boa” – @fjuninhu

“Fui neste café em 2011 e passei por esta experiência. Ficamos por uma hora aguardando numa fila para entrar no café. Porém, quando entramos, levamos um susto: o café estava completamente vazio! Não entendemos!  – @joselia2505

“Caro, com fila e produtos nem sempre novos. Muitas pessoas dizem que eles deixam clientes na fila para chamar atenção, mesmo com o restaurante vazio. Foi o que aconteceu comigo e com minha esposa: ficamos 30 minutos na fila, mas quando entramos não estava nem 50% ocupado.” – @aledelaix 

“Grande fila para entrar, mas lá dentro tudo muito tranquilo. Eles fazem a fila para passar a impressão de que o lugar é concorrido.” –  marcelomoraes121314

 

Continua após a publicidade

Verdade ou não, existem alguns horários que devem ser evitados por quem não quer ficar longos minutos plantado na frente: 

“Se for na hora do almoço e final de tarde, prepare-se para ficar em pé esperando uma mesa” – @rosamaria.peixoto.guimaraes 

“É perrengue se for no lanche da tarde – a fila é quilométrica. Mas é super tranquilo se escolher tomar café da manhã lá… Foi o que eu fiz e foi perfeito” – @perrengues.de.viagem

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Também foram unânimes os comentários positivos sobre os shows de tango, que ocorrem entre às 20h e às 22h:

“Lugar muito especial. Quando fui, comprei o ingresso do show pela manhã e voltei a noite. Sem fila. Só lindas recordações e muita saudade.” – @thais.de.moura

“Fui lá uma noite e gostei muito. Além disso, no subsolo há um show de tango que você pode reservar por telefone e pagar antes do show. Quem faz isso tem prioridade na entrada e não pega fila” – @alexpinheiro30

“Adorei o ambiente e o show do verdadeiro tango” – @sonia.dias10

“O Café Tortoni é simplesmente uma parada obrigatória em Buenos Aires. A tarde, para um lanche e, a noite, para um imperdível show de tango!” – @adrianalopesda5

 

Continua após a publicidade

No entanto, o café mais antigo da Argentina também foi alvo de críticas. E houve ainda quem aproveitou a oportunidade para indicar outros endereços:

“Nada demais. Vale mais pela arquitetura e pela história do lugar do que pelo café em si. Tem inúmeros outros lugares tão bons quanto, mas sem fila e com preço honesto.” – @betinhams

“Medialunas moles, sem nenhum atrativo. Não vale a visita.” – @marcelomoraes121314

“Fila enorme, atendimento ruim e a comida nem é lá essas coisas… Você só vê brasileiro no local.” – @laufbs

“Totalmente pega-turista… Tem muita coisa melhor pra fazer e comer em Buenos Aires.” – @marianapribeiro

Minha experiência foi ruim. Recebi o troco em notas falsas e só descobri após ir a uma farmácia e não aceitarem as mesmas. Voltei ao café e trocaram” @soniangr

“Comi tostadas e churros, mas na minha opinião, tem mais nome do que sabor. Após oito idas à cidade, sei que há cafés melhores por lá. Mas quem ainda não foi tem que ir pelo menos uma vez.” – @cristinapaiva10

“Adoro o Tortoni, mas Buenos Aires tem muitos outros cafés notáveis que merecem ser conhecidos: Las Violetas , Los Galgos, London City, que era frequentado por Cortázar, e muitos outros.” – @historiaecias

“O Tortoni é fabuloso, mas outro café imperdível é o Las Violetas.” – @l_odisseia

Veja todos os comentários dos seguidores sobre as experiências no Café Tortoni em Buenos Aires aqui.

Busque hospedagem na Argentina

Leia tudo sobre Argentina 

Continua após a publicidade

Publicidade