Visitantes terão de revezar horários para entrar em Machu Picchu

Sítio arqueológico de Machu Picchu, no Peru, será aberto em dois turnos para equilibrar a capacidade máxima de turistas no local; entenda

Por Ludmilla Balduino Atualizado em 23 jul 2021, 20h29 - Publicado em 4 Maio 2017, 18h43

A partir de 1º de julho, o sítio arqueológico mais famoso do Peru, a cidade sagrada de Machu Picchu, será aberta em turnos.

Turistas serão obrigados a escolher o período em que pretendem visitar o local: ou de manhã, das 6h às 12h, ou à tarde, de 12h às 17h30.

  • Os novos horários visam distribuir a quantidade de turistas – que só aumenta – em dois turnos, e assim evitar que hordas de pessoas estejam no local, que ainda é considerado sagrado para vários povos indígenas, ao mesmo tempo.

    Em 2016, o sítio arqueológico recebeu um número recorde de visitantes: 1,4 milhão – um aumento de 11% em relação a 2015. A época mais lotada de turistas é entre maio e setembro, com ápice em julho.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade