Suíça deixa de exigir teste de Covid-19

Viajantes ainda devem apresentar comprovante de vacinação antes de embarcar e passe sanitário na entrada de estabelecimentos

Por Bárbara Ligero 20 jan 2022, 18h13

A partir do dia 22 de janeiro de 2022, os brasileiros que já foram completamente vacinados contra a Covid-19 não precisarão mais apresentar resultado negativo para um teste RT-PCR ou de antígeno para entrar na Suíça. São aceitas pelo país todas as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS): Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen, Coronavac, Sinopharm e Covaxin.

Aqueles que receberam a dose única da Janssen devem aguardar 22 dias após a data de vacinação para embarcar. No caso dos demais imunizantes, é permitido entrar no país no mesmo dia em que receber a segunda dose. É necessário, porém, que a última aplicação tenha acontecido nos últimos 12 meses. Ou seja, em breve será necessário já ter recebido também a dose de reforço.

Regras de entrada para menores

As crianças de até 16 anos acompanhadas pelos pais não precisam apresentar comprovante de vacinação. Já os adolescentes de 16 a 18 anos devem mostrar resultado negativo para um teste do tipo RT-PCR feito nas últimas 72 horas. Os menores de idade não vacinados ainda não estão autorizados a entrar no país desacompanhados.

Passe sanitário

Desde 24 de outubro de 2021, a Suíça exige a apresentação de um passe sanitário para acessar atrações turísticas, restaurantes e eventos em ambientes fechados. O documento pode ser obtido por qualquer pessoa com viagem marcada para o país que tenha sido vacinada. É necessário solicitá-lo através desse site, onde o viajante deverá justificar a sua viagem à Suíça, informar o local e o período de acomodação, pagar uma taxa de cerca de CHF$ 30 e anexar os seguintes documentos em inglês:

  • Comprovante de sua nacionalidade, como a cópia do passaporte
  • Comprovante de vacinação obtido através do Conecte SUS
  • Comprovante da viagem à Suíça, como passagem aérea, passagem de trem ou reserva de hotel

 O passe sanitário é disponibilizado em até cinco dias no aplicativo “COVID Certificate”, que pode ser baixado na Apple App Store, Google Play Store ou Huawei App Gallery. Para quem recebeu Pfizer, AstraZeneca, Moderna ou Janssen, o documento é aceito em outras países da Europa e tem validade de 270 dias a partir da data de recebimento da segunda dose da vacina.

Já quem recebeu Coronavac terá um documento válido por apenas 30 dias após a data de solicitação e aceito somente na Suíça. A partir do 31º de viagem, é necessário fazer testes de Covid-19 e receber resultado negativo para ter o passe sanitário renovado: o RT-PCR tem validade de 72 horas e o de antígeno, de 48 horas. Essa distinção existe porque a Coronavac não faz parte das vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

Continua após a publicidade

Testei positivo. E agora?

O governo suíço reduziu a quarentena dos positivados de dez para cinco dias, sendo que continua sendo necessário receber resultado negativo para a Covid-19 para deixar o isolamento.

Mais informações aqui.

Leia tudo sobre a Suíça

Busque hospedagem na Suíça

 

Continua após a publicidade

Publicidade