Solte os bichos pela casa com um recurso de realidade aumentada

Tragam as crianças pra sala! Tecnologia desenvolvida pelo Google projeta a imagem de animais dentro de casa e permite até gravar vídeos com eles

O tempo em casa durante a quarentena pode estar servindo para ver programas de viagem, filmes, percorrer grandes museus, fazer ginástica, enfim, uma infinidade de coisas. Na última semana, teve gente nas redes sociais que começou a postar fotos com animais dentro de casa e não eram bichos de estimação. Teve leão, jacaré, cavalo, panda, arara e muitos outros.

Trata-se de um recurso de realidade aumentada (RA) do Google, lançado em 2019. A função permite ver animais em 3D por todos os ângulos. Basta dar zoom para ver os pequenos detalhes e observar alguns movimentos do bicho. O recurso mais divertido é levar o animal para dentro de casa e posicioná-lo onde bem entender. É possível também aumentar ou diminuir o tamanho ao gosto do freguês. Depois, basta apertar o botão na parte inferior da tela para tirar uma foto ou gravar um vídeo. E foi assim que surgiram imagens de um panda sentado em uma cadeira ou crianças passando a mão em um tigre.

Para ter acesso ao recurso, basta entrar no Google pelo celular e digitar o nome de um animal, como por exemplo o pinguim. No resultado da busca aparecerão fotos, um breve texto e logo abaixo um quadro: “Veja um pinguim em tamanho real bem de perto”. É só clicar no botão “Veja em 3D” e pronto.

Realidade Aumentada do Google É só clicar em “Veja em 3D” e levar o animal para dentro de casa com a tecnologia de Realidade Aumentada do Google

É só clicar em “Veja em 3D” e levar o animal para dentro de casa com a tecnologia de Realidade Aumentada do Google (Google/Reprodução)

Alguns dos animais disponíveis para interação são: águia, arara, buldogue francês, cabra, cavalo, gato, golden retriever, guaxinim, guepardo, jacaré norte-americano, leão, leopardo, lobo, ouriço, panda, pato, píton-real, polvo, pônei, pug, rottweiler, tartaruga, tigre, tubarão-branco, urso e por aí vai.

Vale lembrar que nem todos os celulares têm capacidade para gerar o 3D. A tecnologia funciona condicionada à compatibilidade do aparelho com ARCore ou ARKit, recursos que fazem rodar os programas de Realidade Aumentada do Google.

Veja mais dicas do que fazer para viajar sem sair de casa

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s