Mãe viaja com o passaporte do filho e ninguém no aeroporto notou

Uma mulher britânica foi da Inglaterra à Alemanha usando o documento de seu filho de um ano, apesar do passaporte ter sido escaneado antes do embarque

Por Luca Occhialini Atualizado em 13 fev 2020, 15h25 - Publicado em 11 fev 2020, 16h48

Em janeiro, Lenesha Riley partiu de Londres com destino a Berlim usando o passaporte do filho pequeno e conseguiu viajar tranquilamente. O cartão de embarque e o passaporte foram escaneados por funcionários da aérea no portão de embarque do Luton Airpoirt, mas mesmo assim o acesso à aeronave foi liberado, como se tudo estivesse em dia.

Felizmente, não se tratava de um golpe ou um ato maldoso: a mulher não tinha se dado conta que estava com o passaporte errado. Ela só descobriu na fila da imigração alemã, quando começou a agilizar a papelada para checagem da polícia e percebeu o que tinha acontecido. “Meu coração apertou e eu pensei ‘ai meu Deus’, minha pequena folga vai terminar antes mesmo de começar”, conta Rilley.

  • Porém, a pequena viagem da mãe de Josiah pôde ocorrer perfeitamente graças à ajuda de seu irmão, que enviou fotos do passaporte dela para ser apresentado na imigração, e ao policial do aeroporto, que a deixou entrar na Alemanha dessa maneira.

    Entretanto, ainda seria necessário ter o documento em mãos para voltar para Londres. Para isso, Riley considerou uma entrega expressa, o que garantiria que o seu passaporte chegasse ainda no dia seguinte. Porém, isso iria custar US$ 1 300. A solução foi comprar uma passagem aérea da Inglaterra à Alemanha por US$ 243, uma economia e tanto, para que um primo seu entregasse o documento em mãos.

  • Preocupação

    O episódio levantou uma preocupação sobre a segurança nos aeroportos. “É assustador pensar que qualquer um poderia entrar ou sair do país usando um passaporte de outra pessoa. Com certeza é um risco de segurança”, declarou Riley ao Daily Mail, jornal britânico.

    Um representante do Luton Airport disse que está sendo investigado como a mulher conseguiu embarcar com o passaporte do filho Josiah após passar por todos os processos de triagem prévios aos voos internacionais. Mesmo com o incidente, o porta-voz assegurou que a segurança do aeroporto não foi comprometida.

    Continua após a publicidade
    Publicidade