Aviso de “não perturbe” em hotéis pode estar com dias contados

A medida busca inibir potenciais crimes como a chacina em um hotel de Las Vegas que resultou em dezenas de mortos

O aviso de “do not disturb” (“não perturbe”), usado pelo hóspede que não quer ser incomodado em seu quarto de hotel, pode estar em vias de extinção nos Estados Unidos. As tradicionais plaquinhas de pendurar na maçaneta não devem ser eliminadas, mas a mensagem, aos poucos, será alterada para “room occupied” (quarto ocupado).

O que muda na prática? Quando o serviço de camareira se deparar com o aviso e ele ali permanecer por mais de 24 horas, um funcionário colocará por debaixo da porta o aviso “unable to service”, ou seja, que o estafe foi impossibilitado de realizar a arrumação de rotina. Na sequência, a gerência poderá entrar para inspecionar o quarto. Os hóspedes serão avisados deste novo procedimento logo no check-in, que já foi adotado pela rede Hilton e pelos hotéis da Disney, de Orlando.

Atirador usou o “não perturbe”

A razão para tal medida? Segurança. A rede Hilton confirmou que o novo procedimento foi adotado por conta do massacre ocorrido em Las Vegas em outubro de 2017 e que resultou na morte de 58 pessoas e cerca de 500 feridos. O episódio ficou marcado pelos disparos realizados do 32° andar do hotel Mandalay Bay, localizado na principal avenida da cidade, contra frequentadores de um festival de música country. O atirador, Stephen Paddock, que se matou na sequência, fez check-in alguns dias antes e não permitia a entrada de funcionários, deixando sempre o aviso de “não perturbe” pendurado na maçaneta. Durante o tempo que permaneceu no local, ele foi capaz de reunir um arsenal de armas de fogo sem levantar suspeitas.

O episódio causou grande repercussão no mercado hoteleiro, que deverá adotar mais amplamente a medida de inspecionar os quartos com o intuito de inibir também outros crimes, como o tráfico humano e a produção de drogas sintéticas.

A Disney, que declarou não estar adotando tais medidas pelas mesmas razões que a rede Hilton, disse que instituirá a inspeção para garantir ao hóspede “a melhor experiência possível”, como checar se o ar condicionado está funcionando bem, trocar toalhas e abastecer o banheiro com amenities.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s