Amsterdã bane turismo guiado no Red Light District

A proibição, que pretende controlar o número de turistas no local e melhorar as condições de trabalho das prostitutas, começará a valer em 2020

Apesar do charme único de Amsterdã, com seus tradicionais canais, bicicletas e museus, é inegável dizer que as leis mais flexíveis sobre maconha e prostituição são notórias atrações para turistas. Essa cultura é especialmente concentrada no Red Light District, bairro famoso pelas vitrines onde onde sexo é anunciado como mercadoria.

Pela popularidade do local, não é raro que grupos de turistas formem multidões em horários de pico. De acordo com o New York Times, cerca de mil tours passam pela Oudekerksplein, principal praça do distrito, toda semana. Pensando nessa superlotação, a prefeitura de Amsterdã irá banir visitas guiadas no Red Light District, a partir de 1 de janeiro de 2020. Até que a medida seja posta em prática, a cidade irá diminuir progressivamente os tours: desde 1 de abril, eles só poderão acontecer até 19h – sendo que atualmente vão até 23h.

Veja também

A decisão também foi tomada para melhorar as condições de trabalho das profissionais do sexo. Para Udo Kock, vice-prefeito de Amsterdã, tours para visitar as janelas de prostituição foram proibidos não só para evitar a superlotação, mas também porque eles são “desrespeitosos” com as trabalhadoras. “É ultrapassado considerar prostitutas como atração turística”, disse em nota.

A cidade afirmou que moradores e trabalhadores locais “vivenciam transtornos causados por grupos de turistas” e que 80% das prostitutas consultadas revelaram que os tours tiveram “efeito negativo no seu trabalho”.

Turistas ainda poderão visitar o Red Light District, apenas sem a condução de guias e tours. Essa não é a primeira mudança que altera o comportamento turístico na cidade: ela se junta ao projeto de Amsterdã de controlar o turismo de massa, em ações que incluem o aumento da taxa de visitação, retirada do letreiro “I Amsterdam” do museu Rijksmuseum e restrição do Airbnb na cidade.

Busque hospedagem em Amsterdã

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s