Dia do Livro: 6 narrativas sobre lugares, aventuras e pessoas

Livros de Italo Calvino, Ruy Castro, Martha Medeiros, Daniel Galera e do montanhista Thomaz Brandolin são convites para ir longe sem sair do lugar

Já diria quem entende do riscado que a leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde. E o universo contido em cada obra nos transporta para lugares distantes da nossa realidade e, nos melhores casos, para esquinas ou até mesmo becos dentro de nós que até então desconhecíamos. Neste Dia Mundial do Livro, selecionamos seis obras que apresentam narrativas de viagens por mundos que podemos conhecer e sonhar. Confira:

A História do Brasil pelas Ruas de Paris

 (Amazon/Divulgação)

O autor Maurício Torres Assumpção narra histórias vividas por figuras famosas do Brasil nas ruas da capital francesa, com o cuidado de um historiador meticuloso e a obstinação de um jornalista apaixonado. Ao longo das 496 páginas, acompanhamos as perambulações de D. Pedro I a Oscar Niemeyer, passando por Santos Dumont e Villa Lobos, e o impacto que eles tiveram na sociedade francesa da época. Através de um exaustivo trabalho de pesquisa, somos contemplados com os contextos históricos francês e brasileiro dos séculos 19 e 20, bem como com o processo de formação de imagem dos dois países ao longo desse período. Compre aqui

As Cidades Invisíveis

 (Amazon/Divulgação)

A história se passa no século 13 quando o descobridor veneziano Marco Polo chega ao império de Kublai Khan após uma viagem de 30 dias. Khan tinha o objetivo de montar um reino baseado nos relatos que ouvia sobre como eram as 55 cidades que Marco Polo havia passado. Todas com nomes de mulheres como Leônia e Cecília. Publicado em 1972,  Calvino utiliza diversos recursos descritivos de uma inventividade incomum, fazendo com que as cidades sejam visíveis e comparáveis com megalópoles cinematográficas. Quem ganha é o leitor ao ler uma história fantástica. Compre aqui

Veja também

Barba Ensopada de Sangue

 (Amazon/Divulgação)

Neste romance do escritor Daniel Galera um professor de educação física busca refúgio em Garopaba, em Santa Catarina, após a morte do pai. Lá, ao mesmo tempo em que o protagonista (cujo nome não conhecemos) se afasta da relação conturbada com a família, mergulha na história de seu avô, figura que ele não conheceu e que teria sido assassinado décadas antes naquele litoral.  Barba Ensopada de Sangue traz questões como a construção da identidade de um indivíduo e as dificuldades neste processo. O livro é altamente descritivo, principalmente os cenários de Garopaba, que se hoje é uma praia movimentada, no livro é apenas uma vila de pescadores na baixa temporada. Compre aqui

Metrópole à Beira-mar: o Rio Moderno dos Anos 20

 (Amazon/Divulgação)

Uma cidade em convulsão na imprensa, na literatura, na música popular, na ópera, no teatro, nas artes plásticas, no cinema, na caricatura, na praia, na ciência, na arquitetura, no futebol, na luta das mulheres, nos costumes, no sexo e nas drogas. Se o Brasil dos anos 1920 ainda engatinhava rumo à modernização, o Rio de Janeiro tinha vida própria e já era sinônimo de arrojo e vanguarda. Entre alguns dos personagens presentes no livro estão Carmen Miranda, Cecilia Meirelles, Di Cavalcanti, Manuel Bandeira e Villa-Lobos. É essa capital fervilhante o cenário e protagonista do novo livro de Ruy Castro, que faz uma saborosa reconstituição histórica dos anos loucos cariocas, entrelaçando eventos políticos e culturais à trajetória dos personagens. Compre aqui

Veja também

Um Lugar na Janela

 (Amazon/Divulgação)

A cronista e escritora gaúcha Martha Medeiros rememora as lembranças das viagens que fez em diferentes épocas da vida. Seja quando tinha vinte e poucos anos e ainda nem sonhava seguir o caminho literário, seja em viagens mais recentes em que faz questão de manter o mesmo espírito aventureiro. No livro, ela relembra o show dos Rolling Stones no Hyde Park, em Londres, uma visita a Machu Picchu, os dias que passou no Japão, entre outros locais visitados. Quatro anos mais tarde, Marta lançou Um Lugar na Janela 2, com mais um punhado de histórias sobre suas andanças por Nova York, Tailândia, Sicília, Cascais e outros tantos lugares. Compre aqui

Um Outro Mundo Lá Fora

 (Um outro mundo lá fora/Divulgação)

Em 324 páginas de fotos e textos, o montanhista brasileiro Thomaz Brandolin relata as agruras e maravilhas vividas durante as expedições ao Ártico, Antártica, Alasca e Himalaia que realizou entre 1986 e 2012. Dos registros sobre as belezas de cada local e das dificuldades enfrentadas para viabilizar viagens ainda antes das atuais tecnologias, há depoimentos sobre o impacto das expedições na vida do autor e os aprendizados com experiências tão variadas. “Conto sobre as vilas remotas e a convivência com sherpas, descrevo noites em covas de gelo e avalanches e, claro, também falo de fatos curiosos e divertidos vividos em cenários incríveis. Foram descobertas, medos, solidão e uma profunda busca pela minha essência”, diz Brandolin. Lançado de forma independente, o livro pode ser comprado diretamente com o autor através do e-mail thomaszbrandolin@uol.com.br.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.