5 livros que inspiram mulheres a viajarem sozinhas

Livros escritos por mulheres que desbravaram o mundo desacompanhadas podem servir de inspiração e de empurrão para muitas outras

Por Da Redação Atualizado em 8 Mar 2021, 18h26 - Publicado em 8 Mar 2021, 09h36

1. Comer, Rezar, Amar

Manjado? Sem dúvida, mas não há como negar a importância de Liz Gilbert no imaginário de muitas mulheres que tomaram a decisão de colocar o pé na estrada. A autora narra suas descobertas, angústias e paixões que viveu na Itália, Índia Indonésia após enfrentar um difícil divórcio. O filme estrelado por Julia Roberts é lindinho, mas o livro explora melhor os conflitos ao longo do caminho.

Elizabeth Gilbert, 2007. Compre o livro aqui

  • 2. Livre

    A autora relata a caminhada de 1 770 km que fez, aos 26 anos, pela Pacific Crest Trail, trilha que atravessa a costa oeste dos Estados Unidos. A viagem, no fundo uma autobiografia de Cheryl, começa depois que a mãe da autora morre de câncer. Mais do que uma inspiração para botar o pé na estrada, e mais do que uma versão feminina de Na Natureza Selvagem, “Livre” tem lições que servem para a vida toda. A aventura também virou filme com Reese Witherspoon.

    Cheryl Strayed, 2012. Compre o livro aqui

    Livre/Divulgação

    3. Mas você vai sozinha?

    No formato de crônicas, livro traz relatos sinceros e bem-humorados das andanças que Gaía fez sozinha pelo mundo, além de dicas para outras mulheres viajantes. Leia aqui uma crônica da autora.

    Continua após a publicidade

    Gaía Passarelli, 2016. Compre o livro aqui

    Mas você vai sozinha?/Divulgação

  • 4. Trilhas

    Aos 27 anos, Robyn decidiu atravessar o deserto australiano por quase 3 mil quilômetros acompanhada por quatro camelos e sua cadela de estimação. Ela descreve a jornada nesse livro, que também foi adaptado para o cinema em 2013 e está disponível na Amazon.

    Robyn Davidson, 1995. Compre o livro aqui

    Livre/Divulgação

    5. Viaje sozinha

    Além de depoimentos pessoais, esse verdadeiro manual traduz para várias línguas expressões como “Me deixa em paz!” ou “Tire a mão de mim!”, e traz dicas de comportamento em alguns países.

    Flávia Soares Julius e Maristela do Valle, 2007. Compre o livro aqui

    Viaje sozinha/Divulgação
  • Continua após a publicidade
    Publicidade