Santo Antônio do Pinhal: hospedagens, passeios, roteiros e mais

População: 6.811 hab

Estado: São Paulo

Distância de outras cidades: Campos do Jordão, 29 km, São Paulo, 179 km, Taubaté, 33 km

Atualizado em junho de 2020

Por Mirela Mazzola

Apesar da proximidade com a badalada Campos do Jordão, aqui predominam a tranquilidade e os ares do interior. Menos charmoso, o centrinho abriga algumas lojas e hospedagens, mas basta rumar para os bairros Barreiro, Machadinho e Sertãozinho para descobrir o que Santo Antônio tem de melhor. Pousadas confortáveis e paisagens verdejantes, como o Pico Agudo, pipocam pelas estradinhas de terra, assim como os ateliês, que produzem de cerâmicas a móveis de design.

QUANDO IR

Nos feriados prolongados (menos no Carnaval), as pousadas costumam ficar mais cheias e caras. Entre Corpus Christi e o fim de julho, época do Festival de Inverno de Campos do Jordão, a cidade acaba se tornando uma alternativa de hospedagem. No resto do ano, as diárias ficam mais baratas e ainda dá pra curtir um friozinho.

COMO CHEGAR

De São Paulo, pegue o sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto (SP-070) e siga pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), que começa em Taubaté. Quem chega do Rio de Janeiro pega a mesma estrada a partir da Via Dutra (BR-116). A SP-123 é bem-conservada e tem uma bonita vista, como a do mirante do km 44. Duas curvas após o túnel, é preciso pegar a esquerda no trevo e entrar na Rodovia Oswaldo Barbosa Guisardi – dali são cerca de 4 km até Santo Antônio. 

COMO CIRCULAR

O centrinho concentra lojas e alguns ateliês, mas as principais atrações e pousadas de Santo Antônio estão fora da área urbana, nos bairros Barreiro, Machadinho, Rio Preto e Sertãozinho. Por isso, o ideal é estar de carro para aproveitar bem a cidade.

O QUE FAZER

Na natureza

O Pico Agudo é o mirante natural mais famoso da cidade e pode ser acessado de carro por estrada de terra – em dias abertos, a vista descortina o Vale do Paraíba e a Pedra do Baú, no município vizinho de São Bento do Sapucaí. Aliás, quem quiser conhecer de perto o cartão-postal da região pode fazer o trekking até a pedra, recomendado apenas na companhia de um guia (o serviço pode ser contratado em agências de São Bento e Campos do Jordão). Preparo físico também é desejável: após caminhar por uma hora, é preciso subir 300 degraus (grampos de ferro presos na rocha). 

No Jardim dos Pinhais, a vegetação da Mantiqueira se funde a oito jardins temáticos inspirados países como Canadá, Japão e Itália. Um guia acompanha o passeio, que dura cerca de 40 minutos. A trilha pelo bosque de araucárias, parte da propriedade, leva a um mirante com vista para a Pedra do Baú. Dias quentes podem incluir ainda um mergulho na Cachoeira do Lageado, com trilha fácil e poço para banho. Por estar em uma propriedade privada, cobra-se entrada, mas há alguma estrutura, como ponte, banheiros e bancos.

Visita aos ateliês

As montanhas de Santo Antônio do Pinhal inspiram artistas, artesãos, designers e marceneiros. Um deles é o japonês radicado no Brasil Morito Ebine, que fabrica mesas, cadeiras, bancos e espreguiçadeiras de madeira com design contemporâneo usando a técnica milenar do encaixe, sem uso de pregos. O paulistano André Marx usa madeira de demolição para produzir móveis inspirados nas curvas do corpo feminino, em caranguejos e em aranhas, como cadeiras, bancos e luminárias. A madeira também é a matéria-prima de Eduardo Miguel, que transforma troncos e galhos em biojoias e peças de decoração, como pipas, joaninhas e pássaros, coloridos pelos diferentes tons do material. Um gostoso sítio abriga ao ateliê Jardins de Barro, onde Cynthia Duarte produz vasos, canecas e outras peças utilitárias em cerâmica de alta temperatura. 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Morito Ebine Studio de Móveis (@morito.ebine) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Eduardo Miguel Pardo (@eduardomiguelpardo) em

Para levar

Como é comum em outros destinos de serra, Santo Antônio tem lojas que vendem ou mesmo produzem quitutes e bebidas. É o caso da A Bodega, que vende cachaças puras ou aromatizadas em quase 50 versões – na dúvida, você pode prová-las. Queijos da região, cervejas artesanais e doces são a especialidade do Santo Empório do Pinhal, no Centro. Na Fazenda Renópolis há venda de artesanato e produtos como chás e geleias feitas à base de frutas e ervas cultivadas ali mesmo.  

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Santo Emporio (@santoemporiodopinhal) em

ONDE FICAR

Embora em menor quantidade, Santo Antônio do Pinhal conta com pousadas charmosas como a vizinha Campos do Jordão. Na Quinta dos Pinhais, madeira e fibras naturais usadas com bom gosto dão o tom da decoração. Todos os confortáveis chalés têm lareira e a maioria conta com hidromassagem ou ofurô. Como se não bastasse relaxar nelas, o spa é da grife L’Occitane. A Pousada do Cedro abusa da vista para a mata, que parece emoldurada pelas janelas dos chalés. A área da piscina, sobre um deque, tem ainda hidromassagem e gostosas espreguiçadeiras.

Charmosas e privativas, as unidades da Pousada Villa Mantiqueira ficam no alto do terreno e têm varanda com vista para a serra. Já os chalés da Pousada Villa 3 Lagos têm lareira e são decorados em tons claros (alguns com hidromassagem e terraço voltado para a mata). A Champagny Pousada & Restaurante compensa a distância do Centro com bela vista para a Pedra do Baú e chalés coloridos com saleta. Na Sans Souci Colina dos Pássaros, os quartos com varanda se distribuem pelo terreno íngreme e coberto de verde. Para famílias, uma boa pedida é o Estrela da Serra Hotel Fazenda – embora mais simples, os quartos acomodam até quatro pessoas. A área de lazer inclui piscinas externa e coberta e sauna, além de restaurante com fogão a lenha. 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por champagny pousada&restaurante (@champagny.pousada) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pousada Villa 3 Lagos (@pousada.villa3lagos) em

Busque outras hospedagens em Santo Antônio do Pinhal

ONDE COMER 

Truta e pinhão são recorrentes nos cardápios de Santo Antônio Pinhal – e, por estar em meio ao verde, muitos restaurantes tornam a refeição mais prazerosa. É o caso do Arco-íris, com salão voltado para um lago. A truta aparece em mais de vinte receitas, como a que o peixe grelhado acompanha molho de framboesa e risoto de alho-poró. Dentro do Jardim dos Pinhais, o restaurante Jardins tem um menu de carnes, trutas, risotos e massas. No Centro, a chef Anouk Migotto está à frente do aconchegante Donna Pinha, onde prepara receitas com a linguiça de truta, o medalhão com pinhões e a tradicional fondue. Embora pertença a Campos do Jordão, o bairro dos Mellos fica a cerca de 10 km do Centro de Santo Antônio do Pinhal e vale uma escapada: é onde fica o Empório dos Mellos, que lembra um simpático armazém do interior – uma horta orgânica nos fundos do restaurante abastece a cozinha. 

SUGESTÃO DE ROTEIRO

Um fim de semana na medida em Santo Antônio do Pinhal pode incluir passeios de natureza e visitas aos ateliês da cidade. No sábado de manhã, ao deixar a pousada, uma boa é partir para o Pico Agudo e, com sorte, pegar o céu aberto e colorido pelo flanar dos parapentes. Mais corajosos terão agendado a subida à Pedra do Baú, na vizinha São Bento do Sapucaí. Outra alternativa é conhecer os ateliês de Eduardo Miguel e Cynthia Duarte, que produzem bonitas peças de decoração em madeira e cerâmica, respectivamente. O almoço pode ser em meio ao verde, no Arco-íris, ou no centrinho, no Donna Pinha. Dá tempo de sobra para relaxar na pousada e se arrumar para o jantar: à noite, a refeição pode ser em Capivari, na vizinha Campos do Jordão – só não vale beber e pegar a estrada. No domingo, o check-out pode ser seguido de uma visita ao Jardim dos Pinhais, com jardins temáticos instagramáveis em meio à montanha. O almoço pode ser lá mesmo, já que o lugar abriga um restaurante. Para se despedir da cidade, vale parar no mirante do km 44 da SP-123, sentido Taubaté, com uma bonita vista para a serra.

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jardins de Barro (@jardinsdebarro) em

O vlog Sonho e Destino registrou um fim de semana de passeios deliciosos em Santo Antônio do Pinhal:

Veja também:

Pousadas perto de Sampa para curtir a chegada do friozinho

Mais destinos de serra no Sudeste:

 

Serra da Mantiqueira

Campos do Jordão

Gonçalves

Monte Verde

São Bento do Sapucaí

São Francisco Xavier

Serra da Bocaina

Cunha

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s