Desfiles das escolas de samba não acontecerão no carnaval

Rio de Janeiro e São Paulo decidiram adiar o evento devido ao aumento no número de casos de Covid-19

Por Agência Brasil Atualizado em 24 jan 2022, 09h47 - Publicado em 24 jan 2022, 09h22

Os prefeitos do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e de São Paulo, Ricardo Nunes, decidiram em reunião virtual nesta sexta-feira (21) adiar os desfiles das escolas de samba do carnaval nas duas cidades para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi uma orientação das secretarias de saúde das duas cidades e foi motivada pela explosão de casos de Covid-19 causados pela variante Ômicron.

“A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de covid-19 no Brasil e à necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, diz nota conjunta das prefeituras. A reunião contou com a presença dos prefeitos, dos secretários de Saúde e das ligas de escolas de samba das duas capitais.

No começo do mês, as capitais já haviam cancelado os blocos de rua por causa do aumento de contaminações pelo coronavírus.

Em nota divulgada após a decisão, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro disse que o adiamento era um dos cenários previstos. “Com a proximidade do evento, foi mais prudente adiar a festa, situação alinhada com as autoridades sanitárias estaduais e municipais”, afirma.

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo disse em nota que reafirma o compromisso com as autoridades no combate à pandemia. “Acatamos, com a segurança de quem acredita na ciência, a decisão que vai priorizar o coletivo”.

Continua após a publicidade

*Via Agência Brasil

Leia tudo sobre São Paulo e Rio de Janeiro

Busque hospedagem em São Paulo e no Rio de Janeiro

Continua após a publicidade

Publicidade