Botsuana: 5 razões para você viajar para o paraíso dos elefantes

Savanas, florestas, pântanos e desertos: ainda pouco explorada, a Botsuana pode ser o próximo destino que você está procurando

A Botsuana é um lugar para se conectar com a natureza e todo seu esplendor, parece uma espécie de segredo, um mistério guardado no continente africano até os dias de hoje. Faça o teste, pergunte para as pessoas que você conhece quantas já estiveram por lá ou o que sabem sobre o país. Normalmente as respostas são vagas, os pontos de interrogação surgem rodeando as cabeças e as expressões deixam claro: realmente não se sabe muito sobre o país, ao menos em terras brasileiras.

Mas lhe garanto, se você topar, desvendar um pouco dos segredos guardados nesse pedaço de paraíso da natureza é emocionante! Ecossistemas exuberantes, escolha entre savanas, florestas, pântanos e desertos, uma diversidade incrível de animais, o elenco completo do Rei Leão está por lá, e a oportunidade de ter contato com uma diversidade cultural de cair o queixo.

Certos destinos mexem com a cabeça de quase todos os viajantes, arrisco dizer que a África é um deles, principalmente para aqueles que se sentem atraídos por viagens com boas doses de aventura e contato com a natureza.

No meu caso, apaixonado por mochilão, viagem de carro, céu estrelado e muita natureza selvagem, não tive dúvidas quando finalmente decidi partir rumo a terras africanas: vou fugir dos grandes centros e me aventurar por lugares menos explorados. E deu certo, viva a Botsuana, terra dos elefantes!

Confira as cinco principais razões que colocaram a Botsuana no meu mapa:

1° Ótimo país para safári e natureza exuberante

Inclusive para ver aqueles animais que nem sempre dão as caras em safáris

Inclusive para ver aqueles animais que nem sempre dão as caras em safáris (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

Preciso confessar, fazer um safári foi algo que nunca esteve nos meus planos e até de fato embarcar nessa, não tinha grandes expectativas, além de carregar uma série de preconceitos. Que engano! Fazer um safári, em um local sério, é muito mais do que observar animais, é aprender muito sobre eles, sobre natureza, é criar ou desenvolver ainda mais uma urgência em se preservar a natureza que ainda nos resta, é repensar hábitos, fazer um safári é se reconectar com a natureza e conhecer um pouco mais de você mesmo.

E na Botsuana o corpo docente está completo para lhe aplicar todas essas lições: leões, leopardos, chitas, búfalos, rinocerontes, hipopótamos, crocodilos, girafas, zebras, suricatos, hienas, primatas, uma gama variada de antílopes e centenas de pássaros, entre eles avestruzes e flamingos, estão todos lá!

A Botsuana é um destino incrível para safári: você terá a oportunidade de ver todos os Big Five e uma incrível diversidade animal, some a isso o fato de que grande parte de seu território é protegido por parques naturais e reservas, ao pequeno fluxo de turistas, e tenha certeza de que viajar pelo país lhe trará uma experiência muito mais autêntica. Sem contar os pedaços de paraíso na terra que são o Delta do Rio Okavango e o Rio Chobe.

 2° Delta do Rio Okavango

Nascer do sol no Delta do Okavango

Nascer do sol no Delta do Okavango (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

Levantando poeira através da aridez do deserto do Kalahari, me emocionei quando me dei conta da transformação encantadora que acontecia ao meu redor, a vegetação começava a ficar verde e mais robusta, era a natureza anunciando a chegada a uma das joias de sua coroa: o Delta do Okavango.

O Delta do Rio Okavango é o maior delta interno do mundo, ou seja, suas águas não alcançam o oceano e alagam uma área que chega aos 22 mil quilômetros quadrados na época de cheia. Uma diversidade incrível de aves e peixes vivem no delta, que por sua vegetação abundante, atrai também inúmeros herbívoros, e claro, onde vivem os herbívoros, vivem também os grandes predadores. Um oásis selvagem nesta zona árida da Botsuana.

A melhor maneira de explorar a região, claro, é por água, e para entrar de verdade no coração do Delta só mesmo com os tradicionais Mokoros. Essas incríveis embarcações tradicionais são uma espécie de canoa perfeitamente desenhada para adentrar os estreitos caminhos do Okavango, carregam três pessoas, dois passageiros sentados e o condutor que vai em pé atrás com um poste de madeira usado para impulsionar a embarcação, ao estilo das gôndolas de Veneza.

Os Mokoros são a única forma de explorar profundamente o Delta do Okavango

Os Mokoros são a única forma de explorar profundamente o Delta do Okavango (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

Mas as semelhanças acabam por aí, troca-se o romantismo por certa dose de aventura e os canais de concreto de Veneza são substituídos por canais de vegetação alta, que escondem, entre outros animais, os temíveis crocodilos e os hipopótamos, o animal que mais mata humanos na África. Foi inclusive em um passeio de Mokoro que tive meu encontro mais emocionante, para não dizer preocupante, com um desses gigantes. Como batemos um papo e viramos bons amigos, estou aqui e uma hora volto para contar essa história para vocês.

3° Parque Nacional de Chobe

Nem sempre tudo está tranquilo na terra dos elefantes

Nem sempre tudo está tranquilo na terra dos elefantes (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

Uma das principais reservas naturais do país, o Parque Nacional de Chobe é um grande complexo de áreas alagadas, pântanos e florestas e, como via de regra na Botsuana, o lar de inúmeras espécies de animais.

Crocodilos e hipopótamos são garantia de que você não se arriscará em um mergulho pelas águas do Chobe, mas certamente você não irá resistir e se entregará a um safári pelas águas, onde poderá ver nossos amigos bem de pertinho, nas águas e margens do rio.

Pelo amanhecer e entardecer, se a natureza lhe brindar com esse privilégio, poderá ver até mesmo grandes felinos se refrescando em goles d’água. Há ainda búfalos, girafas, antílopes, macacos e elefantes!

Elefantes na terra e na água, brigando e brincando, comendo e vendo as horas passarem, machos, fêmeas, filhotes, elefantes por todos os lados! É no Parque Nacional de Chobe que você encontrará as maiores manadas do planeta, podendo chegar a centenas deles!

Segundo o Grande Censo de Elefantes (GEC, na sigla em inglês), realizado pela ONG Elefantes sem Fronteira, existem cerca de 350 mil elefantes na África e destes, 130 mil vivem na Botsuana, o país com o maior número de elefantes no mundo.

4° Diversidade Cultural

Bushmen people e a riqueza cultural da Botsuana

Bushmen people e a riqueza cultural da Botsuana (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

Lar de diversos grupos étnicos, a Botsuana apresenta um rico e fascinante legado cultural que vai encantar quem tem interesse em aprender um pouco mais sobre a história e os costumes locais.

Veja bem, normalmente eu lhe diria: Bino, isso é uma cilada!

Porque sim, na maioria esmagadora das vezes, esses encontros armados entre turistas e povos locais costumam ser uma grande furada, para não dizer constrangedores. No entanto, conversando com os guias locais, fui convencido de que na Botsuana eu poderia viver uma experiência diferente e respeitosa. Resolvi me aventurar e valeu a pena.

Através de caminhadas pela mata, temperadas por contadores de histórias falando sobre o folclore local, aprendi a perceber e interpretar sinais deixados pelos animas, vi como a flora e fauna local são fontes importantíssimas para a sobrevivência, vi o fogo nascer diante dos meus olhos sem qualquer artefato moderno, pude fazer perguntas e mergulhar um pouco esse mundo tão diferente do meu. Foi divertido, educativo, marcante e, principalmente, respeitoso!

5° Localização

Está esperando o que para ver a Botsuana de perto?

Está esperando o que para ver a Botsuana de perto? (Diego Macedo/Arquivo pessoal)

A Botsuana tem uma localização geográfica estratégica para ser combinada com outros destinos incríveis no sul da África, roteiros conjuntos com África do Sul, Namíbia, Zimbábue ou Zâmbia são uma ótima pedida.

Aqui você pode conhecer 10 fascinantes motivos para viajar pela Namíbia e começar a sonhar com o seu roteiro em terras africanas agora mesmo!

Mais histórias e fotos no Instagram:@dms.macedo

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s