Publicidade

Tudo sobre Instituto Inhotim

gettyimages-590242011
Brasil

Inhotim amplia capacidade de visitantes a partir de agosto

Por Bruno Chaise Atualizado em 3 ago 2021, 17h15 - Publicado em 3 ago 2021, 16h09
O museu passará a receber até mil pessoas por dia de quinta-feira a domingo
Instituto Inhotim
Matérias

Inhotim passa a exigir certificado de febre amarela

Por Victória Martins Atualizado em 19 jan 2018, 20h14 - Publicado em 19 jan 2018, 17h50
Casos de febre amarela foram detectados em Brumadinho, município onde o museu está localizado
gettyimages-590242011
Brasil

O que você vai encontrar ao visitar o Instituto Inhotim, em Minas

Por Betina Neves Atualizado em 9 set 2021, 11h14 - Publicado em 21 fev 2017, 16h38
Nada se equipara ao maior centro de arte contemporânea a céu aberto do mundo! Renda-se à beleza, ao delírio e à apoteose do complexo de Inhotim, perto de BH
1) Instituto Inhotim – Brumadinho (59 km) Antes de qualquer coisa, um dia é muito pouco para conhecer Inhotim, com dois dias você consegue ver tudo, mas três é o ideal para aproveitar ao máximo o fantástico centro de arte contemporânea com jardim botânico. Posto isso, vamos lá. Logo na recepção, você recebe um mapa […]
masp.jpeg
Matérias

Quando entrar de graça em 10 grandes museus do Brasil

Por Ana Luiza Tieghi Atualizado em 13 jul 2021, 11h25 - Publicado em 27 jul 2016, 16h54
Museus nacionais renomados, para todos os gostos, e os dias em que não se paga nada para visitá-los
galeria-lygia-pape-foto-daniela-paoliello.jpeg
Brasil

Instituto Inhotim: obras imperdíveis do museu ao ar livre

Por Juliane Massaoka Atualizado em 9 set 2021, 19h39 - Publicado em 26 dez 2012, 19h38
Aproveite as principais atrações do maior centro de arte contemporânea a céu aberto do mundo, em Brumadinho, a 60 quilômetros de Belo Horizonte
Programas até 100 quilômetros da capital mineira
Instituto Inhotim
Brasil

Delírio tropical em Inhotim

Por Paulo Vieira Atualizado em 9 set 2021, 23h04 - Publicado em 17 set 2011, 19h14
Inhotim, a 60 km de Belo Horizonte, é uma Bienal gigantesca no meio da floresta, onde arte contemporânea, palmeiras, oiticicas e orquídeas se fundem
Publicidade