Nova York lança passe de vacinação para retomar eventos sociais

Com o Excelsior Pass novaiorquinos vacinados ou testados agora podem frequentar shows e campeonatos; veja como funciona

Desde o início de abril, residentes do Estado de Nova York têm à disposição um aplicativo que traz o status da pessoa em relação à Covid-19, que pode ser tanto dados sobre vacinação quanto testes recentes. A ferramenta chamada Excelsior Pass, desenvolvida pela IBM, é uma tentativa de acelerar a reabertura do comércio e das arenas esportivas e de entretenimento em todo estado. 

Qualquer pessoa que tenha sido vacinada ou testada contra Covid-19 no Estado de Nova York está apta a solicitar o documento, que se divide em três modalidades: 

– Passe para quem já tomou a vacina, com validade de 30 dias (após o prazo é possível solicitar um novo passe pelo aplicativo).

– Passe de RT-PCR, válido até a meia noite do terceiro dia após o teste (após o prazo é preciso fazer um novo teste e solicitar um novo passe).

– Passe de “não-reagente para Covid-19”, válido por seis horas após a realização do teste rápido (ao fim do prazo é preciso realizar um novo teste e solicitar um novo passe).

O Excelsior Pass é gratuito e funciona como um cartão de embarque. Tudo é feito através do aplicativo, que pede informações como nome completo, data de nascimento e código postal. O usuário também deve responder três perguntas para verificação de identidade e questões de saúde. Esses dados não são armazenados e devem ser informados sempre que um novo Excelsior Pass for incluído. Confirmada a solicitação, o usuário receberá um QR Code que pode ser impresso ou salvo no smartphone. 

As empresas participantes também deverão se cadastrar no site da ferramenta e baixar um aplicativo complementar para escanear o QR code do usuário. Os desenvolvedores garantem que os dados compartilhados são confidenciais e armazenados com segurança.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.