Estúdios de Game of Thrones abrem para visitação em fevereiro

Dois anos depois do previsto, a experiência interativa pelos cenários de Westeros começará a receber fãs na Irlanda do Norte

Por Caroline Dalla Vecchia 17 dez 2021, 18h00

Foram oito anos e oito temporadas de Game of Thrones nas telas da HBO. A série televisiva inspirada nos livros de George R. R. Martin, as Crônicas de Gelo e Fogo, conquistou milhares de fãs ao redor do mundo, que poderão conhecer os cenários autênticos e os figurinos originais a partir 4 de fevereiro de 2022. Localizada nos estúdios Linen Mill, em Banbridge, Irlanda do Norte, a “Game of Thrones Studio Tour” transportará os fãs para o coração dos Sete Reinos mostrando os bastidores das gravações e efeitos especiais. 

O tour havia sido anunciado junto com a season finale da série, em 2019. No entanto, a pandemia adiou a inauguração inicialmente prevista para 2020. Foram investidos £ 24 milhões na experiência interativa com mais de 10 mil metros quadrados. Entre os símbolos icônicos de Westeros estão o Grande Salão do Castelo de Winterfell, onde Jon Snow foi proclamado “Rei no Norte” e o imponente trono de Daenerys Targaryen em Dragonstone. Também foi divulgado que o casaco de pelos branco de Daenerys, o casaco de inverno de Jon Snow e o vestido de casamento de Sansa Stark farão parte do acervo.

Nos estúdios Linen Mill, a 40 quilômetros da capital Belfast, foram gravadas cenas como as da caverna do corvo de três olhos e as no castelo de Winterfell e Castelo Negro – cenários inspirados em lugares reais da Irlanda do Norte. Mas além dos sets originais do estúdio, serão reconstruídos cenários que foram gravados em outras instalações, como Porto Real, Dorne, Braavos e o restante de Essos e Westeros.

Mais do que observar, os fãs de Game of Thrones poderão aprender sobre as técnicas que deram vida às cenas e ainda mostrar seus talentos de atuação numa experiência imersiva de tela verde, na qual os visitantes podem se colocar dentro dos cenários digitais. Não haverá mais segredos por trás das câmeras: até mesmo o processo de criação de armas emblemáticas que apareceram nos campos de batalha, como as de aço valiriano e vidro de dragão, serão revelados.

O fãs poderão se colocar em cenários digitais como se fossem personagens da série.
É comum que cenas das séries sejam gravadas em fundo verde. No tour, os fãs poderão se colocar digitalmente nos cenários como se fossem personagens de Game of Thrones. Crédito: Game of Thrones Studio Tour/Divulgação

Dentro dos estúdios ainda haverá dois cafés para atender os visitantes, mas ainda não foi divulgado se os espaços e menus também serão temáticos.

Há diferentes taxas e pacotes de ingressos oferecidos no site. Para adultos, o valor individual é de £ 39.50; para idosos e estudantes, £ 31.50, e para crianças de até 15 anos, £ 27.50. Os ingressos devem ser comprados com antecedência e os menores de idade devem estar acompanhados por responsáveis.

Locações de Game of Thrones na Irlanda do Norte

Não apenas os estúdios Linen Mill, mas toda a Irlanda do Norte foi palco para as oito temporadas da série. Os muitos castelos e o clima frio e nublado fizeram com que a região fosse uma versão real da Westeros imaginada por Martin. Um dos cenários fica a menos de uma hora da capital Belfast, entre as cidades de Ballycastle e Ballymoney. O The Dark Hedges é um caminho sombrio cercado por árvores, que forma um túnel e leva à mansão Gracehill House. Em Westeros, este é um trecho da Kingsroad, a Estrada do Rei.

Continua após a publicidade

Ao lado do lago Strangford Lough, no Condado de Down, está o Castle Ward. Erguido no século 18, ele é a verdadeira fortaleza da família Stark, Winterfell. Nas florestas ao redor do castelo foram gravadas cenas do acampamento de Robb Stark e do confronto de Brienne com mercenários, bem como as cenas das torres dos irmãos Frey. No total nove trechos diferentes da floresta serviram como locação. Ainda no mesmo condado, foi nas ruínas de Inch Abbey, um monastério em Downpatrick, que Robb Stark foi declarado “Rei do Norte”. 

Winterfell é real na Irlanda do Norte, onde fica Castle Ward
A HBO aqueceu o turismo de Castle Ward indicando que o castelo é, na verdade, Winterfell. Crédito: K. Mitch Hodge/Unsplash

Em Newcastle, o Tollymore Forest Park serviu como pano de fundo para algumas cenas com os White Walkers, bem como a cena da tentativa de fuga de Theon Greyjoy quando é perseguido por Ramsay Bolton. 

No Condado de Antrim, vários locais apareceram nas telas. As Stormlands escondem as cavernas Cushendun, onde nasceu o ‘bebê sombra’ de Melisandre. O vilarejo de Ballintoy, seu porto, e Murlough Bay fizeram parte das Ilhas de Ferro. Além disso, a Larrybane Cave foi o acampamento de Renly Baratheon, onde Catelyn Stark firma um tratado com o próprio Renley.

Várias regiões do Condado de Antrim foram pano de fundo para diversas cenas de Game of Thrones
Várias regiões do Condado de Antrim foram pano de fundo para diversas cenas de Game of Thrones. Crédito: Dimitry Anikin/Unsplash

Por fim, com vista para os condados de Donegal, Antrim e Londonderry, está o local onde os Sete Ídolos de Westeros foram queimados. Downhill Beach é parte da faixa de areia de Causeway Coast e pode ser acessada a partir de Castlerock, a cidade mais próxima.

Leia tudo sobre Game of Thrones

Leia tudo sobre Irlanda do Norte

Busque hospedagem na Irlanda do Norte

Continua após a publicidade

Publicidade