Sete lugares para ter experiências charmosas em Lisboa

Descubra o que está em alta na terrinha ao saborear um tipo diferente de ceviche, passear por palacetes históricos e visitar locais vintage

As dicas são de Luís Miguel, concierge do Four Seasons Hotel Ritz Lisboa

1. “Fugindo do roteiro de comidas clássicas portuguesas, sugiro um jantar na Cevicheria (foto acima), restaurante do chef-celebridade Kiko Martins. Vale provar o pisco sour combinado com o ceviche – experimente a versão lusitana, que leva bacalhau e azeitonas secas.”

2. “Para uns drinques depois do jantar, recomendo as deliciosas gim-tônicas do recém-inaugurado bar-restaurante Gin Lovers (foto abaixo). A casa faz parte da Embaixada LX, um espaço supertrendy na cidade, instalada em um palacete do século 19, onde se concentram diversas lojas de designers portugueses.”

3. “Funcionando dentro de um palacete do século 18 de quatro andares, a Entretanto é uma concept store, que reúne mais de 20 marcas portuguesas descoladas, de segmentos como moda, gastronomia, design e decoração.”

+ 10 motivos para amar Lisboa

+ 7 perfis do Instagram para seguir e viajar por Portugal

+ Pastel de Belém ou pastel de nata? Na dúvida, prove os dois

Nuno Cruz, concierge do Altis Avenida Hotel

4. “Um dos primeiros gastrobares de Lisboa, o Mini Bar (foto abaixo), do chef José Avillez, tem uma ótima carta de coquetéis, vinhos e cervejas artesanais, além de menus degustação e aperitivos. O lugar, porém, se destaca pelas criações inusitadas, como a margarita de maçã verde, as caipirinhas comestíveis e o ferrero rocher de foie gras.”

+ Além do Bairro Alto: 5 lugares diferentes para sair em Lisboa

+ Como economizar viajando de trem e ônibus em Portugal

+ Roteiro: 48 horas pelas colinas e ladeiras de Lisboa

5. “De uma antiga pensão à beira do cais do Sodré, frequentada no passado por prostitutas e marinheiros, a Pensão Amor foi revitalizada e hoje abriga uma concorrida casa noturna, com temática burlesca. Pelos outros andares do edifício, distribuem-se ateliês, lojas alternativas, cabeleireiro e até uma livraria erótica.”

6. “No bairro do Chiado, a loja A Vida Portuguesa (foto abaixo) nasceu com a missão de resgatar os produtos de origem portuguesa, que existem há várias gerações. É o lugar para comprar lembrancinhas, principalmente aquelas com carinha vintage. Tem de tudo: louças, sabonetes, brinquedos, artigos de decoração…”

7. “Antes uma região bem degradada de Lisboa, a Rua Cor de Rosa tornou-se hoje um dos grandes points da cidade. Aos fins de semana, a via fecha ao trânsito de veículos e fica lotada de jovens, que frequentam os vários bares, restaurantes e casas noturnas do local.”

+ Veja como era a circulação dos antigos elétricos em Lisboa

+ Aplicativo gratuito traça roteiros sobre batalhas, conquistas e castelos portugueses

Publicado na edição 244 da revista Viagem e Turismo (Fevereiro/2016)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s