Serras de São Paulo: prazeres das alturas

A Pedra do Baú, as cerâmicas de Cunha, os caminhos da Bocaina e os sorvetes de queijo, as boas do estado

200 lugares para amar o inverno: mais destinos

CUNHA

Café Capril

O nome não deixa dúvida. Para acompanhar o café, leite de cabra cujo rebanho é criado ali mesmo. Vale provar também os queijos moleson e boursin, de sabor forte. (SP-171, km 41,5, 12/3111-1679)

Cerâmica

Ceramistas japoneses e portugueses trouxeram para a cidade a arte de criar vasos, luminárias e esculturas. O grande acontecimento é a abertura dos fornos em que os objetos são fundidos. As peças colocadas no forno chamado raku são moldadas ainda incandescentes. Neste ano, o ateliê Suenaga e Jardineiro (Rua Dr. Paulo Jarbas da Silva, 150, 12/3111-1530) faz seu evento no dia 7 de julho. O Gaia (Rua Alcides Barbeta, 250, 12/3111- 3126), em todos os domingos de junho e julho.

Pedra da Macela

Depois de sacolejar por uma estradinha de terra, é preciso encarar quase 2 quilômetros de subida íngreme para atingir o cume da pedra. Com céu claro, a vista alcança até o litoral de Paraty.

Serra do Mar

Cunha também tem Mata Atlântica, com direito a bromélias e orquídeas. Basta encarar algumas trilhas, como a que segue o leito do Rio Paraibuna – que alcança ainda três quedas-d’água. (Estrada do Paraibuna, km 20, 12/3111-2353)

SANTO ATÔNIO DO PINHAL

Eisland

Sorvetes artesanais por demais cremosos. Esse é, basicamente, o apelo irresistível da Eisland (Avenida Ministro Nelson Hungria, 720, 12/3666- 1360). O mais famoso: iogurte com damasco.

Parque Jardim dos Pinhais

Aqui uma trilha percorre oito jardins temáticos. Tem o canadense, com flores minuciosamente plantadas; o desértico, com cactos; e o tropical, com bromélias GG. Entre araucárias, outra trilha (12/3666-1815, R$ 35) leva a um mirante à Pedra do Baú. (SP-046, 2600, 12/3666-2021)

Pico Agudo

Ponto de decolagem de voos de parapente, o lugar descortina também boa parte do Vale do Paraíba.

SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

Pedra do Baú

Uma grande rocha – o Baú – e mais duas elevações – Bauzinho e Ana Chata – compõem esse projeto de cordilheira. Pela estrada que vai para Campos, no km 18 está uma estradinha de terra. Ao final dela, dez minutos de trilha bastam para subir até os 1 760 metros do Bauzinho e enxergar o pico mais famoso, o Baú, mais um mar de montanhas. Se preferir, vá com guia (12/3663-8375).

Sorvetes de queijo

Quis o destino (e os sorveteiros) que São Bento se tornasse polo produtor de um sabor inusitado de sorvete. Docinho, o gelado de queijo é marca registrada da Frutas ao Mel (Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 386, 12/3971-1202), que usa parmesão – dá para sentir os fiapos do queijo; e da Saluê (Rua Rubião Júnior, 472, 12/3971-1392), que vai de meia-cura, mais suave.

SÃO FRANCISCO XAVIER

Portal do Equilibrium

O grande hit aqui é a tirolesa, cumprida em duas etapas. A primeira descortina paisagens lindas da Mantiqueira. A segunda atinge velocidade de quase 70 quilômetros por hora. #sejoga (Estrada José Satiro Dias, 700, 12/3797-6800)

Trekkings

De cima da Pedra da Onça, a 2 mil metros de altitude, vê-se o relevo cortado e marcado por uma caprichosa paleta de tons de verde. Para chegar lá, são mais de três horas cruzando riachos e bosques. Vá com guia. (12/3926-1279)

SÃO JOSÉ DO BARREIRO

Cachoeira de Santo Izidro e do Paredão

Ao longo de toda a trilha de 1,5 quilômetro até a prainha da Cachoeira de Santo Izidro, é possível espiar a deslumbrante queda vertical de quase 50 metros. Como não há sinalização da portaria do parque até lá, contrate um guia na MW Trekking (12/3117-1220).

Parque Nacional da serra da Bocaina

É preciso um veículo 4×4 para vencer os 28 quilômetros que separam o centro de São José da entrada do parque. O frio é uma constante, as lindas vistas também. As trilhas levam a cachoeiras e picos a 2 mil metros de altitude.

Trekking na Trilha do Ouro

No século 18, o ouro seguia em lombo de burro de Minas para o Porto de Mambucaba, em Angra dos Reis (RJ), atravessando um trecho caprichado da Serra da Bocaina. Hoje a região é cenário de um dos mais belos trekkings do estado, 53 quilômetros feitos durante um fim de semana inteiro. Casinhas no meio da mata são usados para pernoite dos aventureiros. (12/3117-1220; R$ 590, com traslado, refeições, lanches, seguro e pernoites)

LEIA MAIS:

16 Pousadas Românticas no Brasil – Hidromassagem, lareira, roupa de cama de primeira, silêncio e muito aconchego: encontre a pousada ideal para curtir com seu par

Aproveite o inverno para fazer trilhas nos parques nacionais – Conheça as melhores caminhadas para se fazer no inverno, época de poucas chuvas e pedras menos escorregadias

Destinos de inverno para viajar a dois – Entre montanhas e boa comida, selecionamos destinos românticos para os casais

Férias de Julho 2012 – Confira pacotes de viagem no Brasil e no exterior, roteiros para viajar de carro e destinos para curtir o frio da estação

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s