Roteiro de Paris para crianças e famílias

Viajar com crianças é sempre um pequeno desafio, mas Paris tem atrações para todas as idades

Por Eduardo Jun Marubayashi Atualizado em 16 dez 2016, 07h54 - Publicado em 19 set 2013, 13h36

A Cidade Luz pode ser um pouco amedrontadora para quem viaja com crianças. Alguns hotéis não aceitam menores de 12 anos, muitos cardápios tentadores para adultos fazem os pequenos torcerem o nariz e várias atrações não possuem informações em idioma que não seja o francês. Isso para não mencionar filas que fazem a família inteira perder a paciência. Mas há uma Paris que adora crianças. Há diversos parques, palácios e centros culturais com ótima estrutura e curadoria infantil, além de atrações especialmente desenhadas para eles. Nos arredores da cidade estão infalíveis parques temáticos e há muito espaço para elas se divertirem. Enfim, um ótimo destino para toda família.A atração: Torre EiffelNenhuma visita a Paris é completa sem passar pela Torre Eiffel, a atração número 1 da França. As belíssimas vistas irão animar as crianças, assim como descer as escadas (tenha cuidado aqui e tenha em mente que alguns pedirão colo quando cansarem). As perspectivas inusitadas sobre a cidade não as frustrarão e ainda há boa estrutura com banheiros, mostras e lanchonetes. Uma brincadeira simples e infalível é identificar os vários edifícios já visitados pela família, como o Arco do Triunfo e as Tulherias.Passeio para toda a famíliaA Cidade das Ciências e Indústria de La Villete não apenas traz exposições bem montadas sobre fenômenos como eletricidade, chuvas e geologia, mas também é um grande parque verde. Destaque para a Géode, que abriga um cinema IMAX. Igualmente certeiros são passeios como a Disneylândia de Paris (40 quilômetros de distância do Centro) e o Parc Astérix (50 quilômetros ao norte), um com camundongos e patos e outros com bravos gauleses. O Centre Pompidou tem mostras, permanentes e temporárias, para adultos e crianças, mas há uma área totalmente dedicada a elas, que poderão tocar e interagir com “obras de arte”. Voltado às crianças entre 6 e 12 anos, a Galerie des Enfants do Museu Nacional de História Natural, junto ao Jardin des Plantes, é uma experiência envolvente, que apresenta conceitos sobre animais e sustentabilidade. Já o Musée des Arts e Métiers (Artes e Ofícios) é especializado em tecnologia e invenções. Instalado em um antigo convento, traz descobertas diversas, como o rádio, o pêndulo de Foucault e a locomotiva a vapor.Comidinhas infalíveisNada de foie-gras, restaurantes estrelados ou escargots. Passe em uma boulangerie e abasteça-se de baguettes, entre em um mercadinho e compre queijos, frutas e sucos. Um piquenique é sempre uma opção saudável, lúdica e barata. Além disso, muitos bistrôs oferecem cardápios adaptados aos jovens paladares, com menos manteiga, vinho e açúcar, mas igualmente saborosos. Os preços são, em muitos casos, a metade dos menus para adultos.Cafés e patisseries são lugares redentores. Chocolate quente, crepes, macarons e croissants os deixarão felizes e bem alimentadas.Meio de transporteO sistema de metrô e trem urbano parisiense cobre boa parte da cidade e há sempre uma estação próxima às grandes atrações. O problema é que escadas rolantes e elevadores são raros e a hora do rush tornam a experiência com que está com carrinhos de bebê um verdadeiro estorvo. Evite os horários de pico e escolha hospedagens centrais para que atrações, supermercados e farmácias estejam sempre a curta distância.Um passeio inesquecível são os bateaux-mouche, barcos que sobem e descem o Rio Sena. Eles passarão por baixo de pontes históricas, como Pont Neuf e Alexandre III, e próximos a ícones como a Torre Eiffel, a Catedral de Notre Dame e a Conciergerie. Até mesmo uma pequena Estátua da Liberdade estará em seu caminho. Os batobus permitem paradas e desembarques em diversos pontos ao longo do rio.Fonte Stravinsky, defronte ao Centro Pompidou, Paris, França Fonte Stravinsky, defronte ao Centro Pompidou, Paris, FrançaFonte Stravinsky, defronte ao Centro Pompidou. Crédito: Mark B Schlemmer/Creative CommonsPara deixá-las exaustasJardim de Luxemburgo: antes de encarar as filas do Louvre ou do d’Orsay, faça as crianças pularem, correrem e formarem sinapses nos jardins deste palácio da Rive Gauche. A entrada é grátis. O Jardim das Tulherias, a fonte Stravinsky (próximo ao Beaubourg), a Arena de Lutèce, a Place des Vosges e a Esplanada do Trocadéro, defronte à Torre Eiffel, são outros espaços abertos que as deixarão bastante entretidas. Mesmo bairros mais adultos, como o Marais, sempre possuem parques e playgrounds bem mantidos.Um outro passeio bem divertido que não decepciona ninguém é o Palácio de Versalhes, com seus amplos espaços.Programa de adolescenteMusée Air+Space: instalado no aeroporto de Le Bourget, próximo ao Centro de Paris, aqui há uma encantadora coleção de aeronaves históricas. Lembre-se que foi em Paris que Alberto Santos-Dumont fez seu inesquecível voo com o 14-Bis. Uma réplica de seu elegante Demoiselle, caças supersônicos e o Concorde fazem parte da visita, assim como mostras especiais – como a que homenageia o aviador e escritor Antoine Saint-Exupéry, autor do Pequeno Príncipe – e simuladores de aviões.Os maiores também podem se divertir no Museu dos Esgotos e nas Catacumbas.ComprinhasOpções de boas compras é o que não faltam em Paris. Além dos grandes magazines, como a Printemps e a Galeries Lafayette, que contam com tentadoras seções infantis de brinquedos, livros e roupas, não deixe de conhecer a loja conceito da Bonpoint. E nada de roupas de grife, acessórios ou cosméticos, compre coisas que as façam parecer como crianças. Também vale a pena procurar livros ilustrados nas boas livrarias da cidade, mesmo que você não seja fluente em francês.Dicas básicasÉ muito fácil encontrar coisas como fraldas, leite em pó e pomadas em supermercados e drogarias parisienses, inclusive as de marcas que você já conhece. Carrinhos de bebê podem ser um pequeno estorvo em algumas estações de metrô mais antigas, sem elevadores, mas no geral são ótimas para aproveitar os passeios a pé.Uma outra tendência bacana na cidade é o aluguel de apartamentos para estadias mais longas. Aqui as crianças terão mais espaço, os pais poderão preparar refeições mais ricas (e em ambientes menos esfumaçados) e todos terão uma experiência bem divertida. Veja mais dicas de hospedagem deste tipo no post do blog Viajar Bem e Barato.

Leia mais:

Dicas de viagem com crianças

48 Horas em Paris (sem entrar em museus)

Fotos de Paris

Semana feliz em Paris

O melhor da França

48 Horas no Vale do Loire

Continua após a publicidade
Publicidade