Prefeitura de Paris já sabe o que fazer com os cadeados de amor nas pontes

Paris sempre estará nas listas de destinos mais procurados para lua de mel. Para muitos casais, não basta visitar a cidade luz, é preciso deixar uma recordação: prender um cadeado em uma das pontes sobre o rio Sena com seus nomes ou iniciais, para sempre!

Ou quase. Já que em 2015 mais de um milhão de cadeados foram retirados da Pont des Arts e guardados em um galpão, isso porque, o peso deles – mais de 70 toneladas! -, estava comprometendo a estrutura da ponte e, consequentemente, a segurança dos pedestres. Agora, a prefeitura de Paris parece ter encontrado uma forma de transformar todas essas declarações – e dores de cabeça -, em um ato de amor e solidariedade.

Após inúmeras campanhas para incentivar os visitantes a demonstrarem seus sentimentos de outra forma, que não resultaram em muitas mudanças – já que os enamorados migraram para outras pontes, como a Neuf e a de Notre Dame -, o secretário do meio ambiente, Bruno Juilliard, anunciou que os cadeados retirados das pontes serão vendidos em 2017 e o dinheiro arrecadado será encaminhado para projetos em favor dos refugiados que vivem na cidade.

Que tal ir “resgatar” o seu ou, então, trazer uma recordação diferente para casa, de uma história de amor anônima? O local da venda dos cadeados ainda não foi divulgado, mas para saber mais, você pode acompanhar a página NoLoveLocks.

+ Os 23 destinos nacionais mais românticos que existem 
Os destinos mais românticos do mundo para curtir em uma viagem a dois
As 16 pousadas mais românticas do Brasil

As peças que não forem compradas serão derretidas e vendidas como sucata. Um final triste para juras de amor eterno, é verdade.  Mas o secretário acredita que essa ação pode arrecadar até 100 mil euros, para ajudar os milhares de refugiados, principalmente sírios, que mudaram-se para a capital francesa após o campo de Calais, também conhecido como “Selva”, ter sido desmontado pelas autoridades do país.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s