Os 14 Patrimônios Culturais da Humanidade que ficam no Brasil

Construções históricas e até uma cidade inteira estão na lista de patrimônios tombados pela Unesco

Por Camila Honorato | Edição e legendas: Ludmilla Balduino Atualizado em 25 jul 2018, 10h53 - Publicado em 7 jul 2016, 19h55

Em sua rica história, o Brasil carrega registros arqueológicos, ruínas e construções que impressionam não só pela beleza como pela importância cultural e social, que nos leva a entender o Brasil de hoje.

Abaixo, você vê a lista completa dos 14 Patrimônios Históricos e Culturais da Humanidade brasileiros que foram tombados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Mais do que lindos e impressionantes, esses lugares nos revelam a dimensão da intrincada história de colonização e de exploração do país.

 

  • O que faz um lugar se tornar Patrimônio Cultural da Humanidade?

    Para ser tombado como Patrimônio Histórico e Cultural da Unesco, o objeto precisa atender a pré-requisitos específicos da organização mantida pelas Nações Unidas. Os critérios são explicados no Operational Guidelines, um documento constantemente revisado por um comitê.

    O objeto pode ser classificado em pelo menos uma das três categorias: natural, cultural ou misto. O cultural precisa ter valor estético, histórico, arqueológico, científico e estético. Nos exemplos citados acima, há sítios arqueológicos, praças e construções históricas extremamente importantes para a história do Brasil.

    A partir do momento em que o patrimônio é tombado, ele passa a fazer parte ou de uma lista mundial (para quando o objeto tem um valor, mas está conservado e não corre o risco de se deteriorar) ou de uma lista de risco. A Unesco compromete-se a garantir a proteção e a conservação dos patrimônios, além de oferecer assistência internacional através de um fundo e mobilizar um suporte nacional e internacional.

    Caso o patrimônio em si esteja em risco, ele recebe uma atenção especial da organização. O tombamento ainda permite que o país receba recursos provenientes da Unesco para a manutenção e restauro do patrimônio.

    Continua após a publicidade
    Publicidade