Passione! – onde é melhor

As melhores hospedagens e os melhores restaurantes e passeios na região da Toscana, na Itália

Por Mari Campos Atualizado em 2 jul 2021, 11h43 - Publicado em 8 set 2011, 15h56

FLORENÇA

Ficar

Se pretende ficar bastante tempo na cidade, faça como a autora da reportagem – ela alugou um apartamento por um mês ao custo de € 890 no site Vacation Rentals by Owner (www.vrbo.com); o site Lodgis (www.lodgis.com) tem o mesmo serviço. O hotel Axial (Via dei Calzaiuoli, 11, 055/218-984, www.hotelaxial.it; diárias desde € 115; Cc: A, M, V) está entre o Duomo a Piazza della Signoria. O Johlea (Via San Gallo, 76, 055/463-3292; diárias desde € 90; Cc: M, V) é um bed & breakfast charmoso com móveis de época. Quase grudado à estação de trem está o Cosimo de’ Medici (Largo Fratelli Alinari, 15, 055/211-066; www.cosimodemedici.com; diárias desde € 120; Cc: todos). Você também pode alugar uma propriedade rural. Pertencente a uma brasileira, a Podere Falseto (www.casanatoscana.com.br; Cc: M, V) tem um casarão do século 15 para até 13 pessoas (€ 4 470 a semana), uma casa menor para cinco (€ 1 360 a semana) e um chalé duplo (€ 110 adiária, mínimo de três). A Rent Tuscany (www.renttuscany.com) também aluga casas rurais desde € 500 a semana.

Comer

A Trattoria Ponte Vecchio (Lungarno Archibusieri, 8R, 055/292-289; Cc: todos) é supervisionada pelos simpáticos irmãos Salvattore e Giovanni e fica entre a Galeria Uffizzi e a Ponte Vecchio. O Del Fagioli (Corso Tintori, 47R, 055/244-285; Cc: A, V) ganhou fama pela imensa e tradicional bisteca fiorentina. Para a happy hour, a pedida é o Moyo (Via dei Benci, 23, 055/247-9738; Cc: todos), que também tem bufê. Para uma refeição nababesca, fique com a Enoteca Pinchiorri (Via Ghibelina, 87, 055/242-757, www.enotecapinchiorri.com; Cc: todos) que ostenta três estrelas pelo Guia Michelin. Uma simples portinha entre o Duomo e a Piazza della Signoria guarda a sorveteria Perche’ no! (Via dei Tavolini, 19R, 055/239-8969). Se a ideia for comprar ingredientes e cozinhar, o Mercato Centrale (Via dell’Ariento, 055/214-070) é o melhor lugar.

Passear

A atração mais famosa é a catedral, o Duomo (Piazza del Duomo, 055/230-2885; 2ª/4ª e 6a 10h/17h, sáb 10h/16h45, dom 13h30/16h45). Vale a pena pagar os € 8 para conhecer a cúpula projetada por Brunelleschi. A Basílica de Santa Croce (Piazza Santa Croce, 16, 055/246-6105; 2ª/sáb 9h30/17h30, dom 13h/17h30; € 5) abriga capelas e um museu onde estão os restos mortais de Michelangelo, Maquiavel e Galileu. O mais importante acervo de pinturas renascentistas do mundo fica na Galleria degli Uffizi (Piazzale degli Uffizzi, 6, 055/238-8651; 3ª/dom 8h15/18h50; € 6,50) que exibe obras-primas de Giotto, Michelangelo, Rafael, Ticiano e Botticelli. Quase tão famosa quanto é a Galleria dell’Accademia (Via Ricasoli, 58/60, 055/238-8612, www.firenzemusei.it/academia; 3ª/dom 8h15/18h50; € 6,50), que guarda o Davi de Michelangelo. O maior museu a céu aberto é a Piazza della Signoria, que abriga o imponente Palazzo Vecchio e célebres esculturas do Renascimento (algumas são cópias). Perto dali, a Ponte Vecchio, de 1345, é ocupada por joalherias; atravessando-a, siga até a Piazzale Michelangelo, no alto de uma colina para curtir a vista.

AREZZO

Passear

Quase tudo gira em torno da Piazza Grande. Um pouco ao norte, na Piazza del Duomo, fica a catedral (6h30/12h30 e 15h/18h30), com belos vitrais. Não deixe de conhecer os afrescos de Piero della Francesca na Igreja de San Francesco (Piazza de San Francesco, 0575/352-727; 2ª/6ª 9h/18h30, sáb 9h/17h30, dom 13h/17h30; € 6).

CORTONA

Passear

O Museo dell’Accademia Etrusca (Piazza Sgnorelli, 9, 0575/637-235; 10h/19h; € 8) mostra o passado etrusco de Cortona. A Fortaleza Medicea (0575/630415; 10h/13h e 14h30/18h; € 3) fica no ponto mais alto.

LUCCA

Passear

Percorrer a Passegiata della Mura, o caminho sobre as muralhas da cidade, é a melhor maneira de desvendá-la. São 4 km que valem o esforço. Aproveite também para conhecer a Piazza Anfiteatro, com casinhas construídas sobre um antigo anfiteatro romano, e a Catedral di San Martino (Piazza Antelminelli, 0583/490-530; 10h/18h mar./out.,10h/17h nov./fev.; € 4) com sua bela fachada.

PISA

Passear

Na Piazza dei Miracoli fica o maior ícone local, a Torre de Pisa (8h30/20h30; € 15), que foi construída para servir de campanário para a catedral (10h/20h) – projetada em estilo românicopisano e com um bela fachada de mármore. Completa o conjunto um batistério (8h/20h; € 2) em estilo gótico. A piazza abriga ainda o Camposanto (8h/20h, € 2), um imponente mausoléu.

SAN GEMIGNANO

Passear

Além das 14 torres medievais, não deixe de conhecer as duas construções na Piazza del Duomo: a Basílica Collegiata (9h30/19h30, dom 12h30/17h; € 4,50), com seus muitos afrescos e uma torre-mirante; e a pinacoteca do Palazzo Comunale (0557/990-312, 9h30/19h; € 7,50), com sua Torre Grossa, de onde se avistam os belos campos ao redor. De tão famosa a Gelateria di Piazza (Piazza della Cisterna, 0577/942244) é praticamente um ponto turístico.

Continua após a publicidade

SIENA

Ficar

O Palazzo Bruchi (Via Pantaneto, 105, 0577/287-342, www.palazzobruchi.it; diárias desde € 100; Cc: M, V) é um bed & breakfast que está a 200 metros da Piazza del Campo. A Villa Elda Charmoso (Viale 24 Maggio, 10, 0577/247-927, www.villaeldasiena.it; diárias desde € 149; Cc: todos) tem um terraço de onde se tem ótima vista da cidade.

Comer

A Osteria Le Lodge (Via del Porrione, 31, 0577/480-013; Cc: todos) serve ótimas massas e o Da Enzo (Via Camollia, 49, 0577/281-277; Cc: todos) tem um menu de quatro pratos por € 30. O Ristorante Il Pozzo (Piazza Roma, 20, 0577/304-127; Cc: todos), no distrito rural de Monteriggioni, a 15 km de Siena, é indicação do novelista Silvio de Abreu, que recomenda uma massa com molho de javali, o tagliatelle al Cinghliale – ele sugere para acompanhar um vinho toscano encorpado.

Passear

Na Catedral de Siena, o Duomo (Piazza del Duomo, 8, 0577/283-048; catedral: 2ª/6ª 10h30/19h30, sáb/dom 13h30/17h30; museu: 9h30/19h) guarda em seu interior obras de Donatello, Michelangelo e outros renascentistas. Não deixe de conhecer também a cripta com afrescos do século 13 e o museu com imagens góticas e esculturas (o ingresso combinado sai por € 10). Ao redor da Piazza del Campo, a do Palio (www.ilpalio.org) – corrida de cavalos que acontece sempre em julho e agosto -, ficamos edifícios do Palazzo Pubblico, em que funciona a prefeitura, e do Museo Cívico (0577/292-614; 10h/18h), com sua bela Torre del Mangia (10h/19h; € 12 o ingresso combinado). Na Pinacoteca Nazionale (Via San Pietro, 29, 0577/286-143; 2ª 8h30/13h30, 3ª/sáb 8h15/19h15 e dom 8h15/13h15; € 4), dentro do Palazzo Buonsignori, destaque para o acervo de pintores da Escola de Siena.

VIAREGGIO

Passear

Não deixe de conhecer a casa em que viveu o filho mais ilustre da cidade, Giacomo Puccini. A casa-museu Torre del Lago (Viale Regina Margherita, 1, 0584/427-201) mantém móveis e objetos pessoais do compositor. Aproveite o clima à beira-mar para bater pernas pela Pomerode, a bela avenida que margeia as praias no centro, repleta de lojas, cafés e restaurantes. Se o tempo estiver bom, dá até para esticar uma canga.

O código telefônico da Itália é 39

Leia mais:

Passione!

 

Passione! – um giro pelas barbadas

 

Passione! – o essencial

 

Continua após a publicidade

Publicidade