Paris volta a fazer campanha contra cadeados do amor nas pontes da cidade

Por Giovanna Fontenelle 17 ago 2016, 14h56

Imagine a cena: você e sua alma gêmea estão perdidamente apaixonados caminhando por Paris, quando resolvem eternizar a paixão com um cadeado preso em uma das pontes do rio Sena. Que romântico! Para você e para mais milhões de pessoas, mas não para a Prefeitura da Cidade Luz.

+ Inspire-se com as cidadezinhas e vilarejos mais charmosos da França

Atitudes como esta têm sido desencorajadas pelas autoridades parisienses. Em 2014, os famosos “cadeados do amor” provocaram a nem um pouco romântica queda de parte da Pont des Arts. Mais de 70 toneladas do objeto foram retiradas e painéis de acrílico foram colocados do lugar.

A Pont des Arts livre e limpinha (foto: iStock/johnkellerman)

A Pont des Arts livre e limpinha (foto: iStock/johnkellerman)

Uma campanha de conscientização sobre segurança e respeito ao patrimônio foi realizada, mas nem chegou perto de convencer os turistas a desistirem. A prática somente migrou de lugar e, agora, a Pont Neuf, a passarela Léopold-Sédar-Senghor e a Ponte de Notre Dame são os novos alvos dos casais enamorados.

Continua após a publicidade

+ Praças e jardins perfeitos para fazer piquenique em Paris

+ Fotos: as pontes mais lindas do mundo

Em resposta, a prefeitura resolveu tomar novas medidas e reforçar a empreitada. Dessa vez, além de novos painéis, placas de sinalização também serão espalhadas pelas pontes com as frases “sem cadeados, Paris agradece” e “declare seu amor de outra maneira”.

Para os que ficaram entristecidos com a notícia, veja por outro lado: nem valia tanto a pena colocar um cadeado para simbolizar o amor eterno, já que as grades das passarelas eram retiradas e substituídas periodicamente para tentar manter a segurança – um prejuízo econômico e tanto!

+ Conheça as cidades mais floridas de toda a França

Continua após a publicidade
Publicidade