Latam reduz franquia de bagagem para Estados Unidos e África

Em voos saindo da América do Sul e Caribe, algumas categorias de tarifa perderam o direito de despachar gratuitamente as malas

Viajantes que comprarem passagens internacionais da Latam a partir de 28 de fevereiro estarão sujeitos à nova franquia de bagagem da empresa. A aérea diminuiu a quantidade de peças que podem ser despachadas gratuitamente em voos da América do Sul para os Estados Unidos e África.

Na rota para os Estados Unidos, a franquia das tarifas Plus e Plus Premium Economy foi reduzida de duas malas de 23 kg para apenas uma de 23kg. A categoria Light, que antes inclua o despacho de uma bagagem, agora não permite nenhuma. Além de afetar voos que partem da América do Sul, esta última diminuição também foi aplicada aos que vão do Caribe para território estadunidense, nos bilhetes Promo e Light.

Já em voos para a África, passageiros das tarifas Promo e Light perderam o direito de despachar gratuitamente suas bagagens – sendo que até o dia 27 de fevereiro, a franquia incluía duas peças. A redução também afetou a categoria Plus, que passou de duas malas para apenas uma de 23 kg. A mudança vem logo depois que a companhia South African Airways declarou a interrupção dos voos entre o Brasil e a África do Sul, tornando a Latam a única aérea a ter voos diretos nesta rota.

Para conseguir despachar suas malas para os Estados Unidos, passageiros deverão desembolsar entre US$ 20 e US$ 90, a depender do país de origem, a antecedência da compra e a data do voo. Para a África, os valores vão de US$ 36 a US$ 90. Confira as condições de preços das bagagens adicionais da Latam aqui.

A única tarifa que não sofreu alterações foi a Top, em que passageiros podem levar duas malas de até 23 kg cada uma. A Latam também não mudou a franquia da bagagem de mão, uma peça de até 10 kg, para todas as categorias de passagem. Aqueles que adquiriram bilhetes até 27 de fevereiro deste ano seguem com a franquia anterior. Mais informações sobre bagagem despachada no site da Latam. 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.