Guia de Nova York para curtir com crianças e em família

Em Manhattan, sugestões e dicas para quem viaja com bebês, crianças e adolescentes

Lá fora o dia está chuvoso, as crianças estão aporrinhando dentro do quarto do hotel, clamando por ar fresco e liberdade. Em boa parte do planeta esta situação seria desesperadora, mas não aqui, em Nova York. Manhattan e seus arredores possuem uma quantidade quase ilimitada de atrações para serem curtidas ao ar livre ou abrigadas das intempéries –afinal, pode estar bem frio nos parques ou junto ao rio Hudson. Conte ainda com um bom sistema de transportes, infraestrutura competente e opções de alimentação variadas e você verá que Nova York é um destino ideal para viajar em família, esteja você com bebês, crianças ou adolescentes.

A atração: Estátua da Liberdade

Não há como não deixar de conhecer a bela dama. Por décadas ela deu as boas vindas aos imigrantes que aqui chegavam para fazer a América. Hoje, relacionada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, é um símbolo tão poderoso como a própria bandeira dos Estados Unidos. Embarque num cruzeiro ou faça o passeio completo – com longas filas – para curtir a estátua. E não se esqueça das fotografias das crianças com aquelas coroas verdes esquisitíssimas.

Passeios para toda a família

Três museus dividem as atrações das crianças em Nova York. O Museu Americano de História Natural é uma deliciosa viagem pelo mundo natural, no mar, no ar e na terra, contando até com um planetário. Destaque para as ossadas de dinossauros, como o sempre popular T. rex e um modelo em tamanho real de uma baleia-azul. E o melhor de tudo, fica junto ao Central Park.

Já o Children’s Museum of the Arts (www.cmany.org, 103 Charlton Street; grátis às quintas, da 16 às 22h, e ótimo para os dias chuvosos) possui uma ampla área onde as crianças poderão exercer suas habilidades artísticas e aprender um pouco sobre a história da arte. É tudo muito lúdico e os pais são incentivados a participar de algumas atividades que são separadas por faixas etárias.

O Intrepid Sea, Air and Space Museum é uma atração e tanta para crianças maiores e adolescentes. Aqui os visitantes podem subir a bordo de um verdadeiro porta-aviões, conhecendo os aposentos dos marinheiros e caças de combate. De quebra, aqui está um dos veículos recém-aposentados do programa de ônibus espacial da NASA, o Enterprise.

Não deixe de conhecer também observatórios instalados em arranha-céus. As vistas a partir do Empire State Building ou do Top of the Rock darão uma noção de perspectiva bem bacana a eles.

Outras boas opções: Bronx Zoo (maior e mais completo que o do Central Park), Children’s Museum of Manhattan (www.cmom.org, 212 West 83rd Street, grátis às sextas) e New York Aquarium (www.nyaquarium.com, Surf Ave & W 8th St, Conney Island, Brooklyn)

Comidinhas infalíveis

Hot-dog: não há como escapar das carrocinhas de cachorro-quente que povoam cada esquina de Manhattan. Elas não chegam a ser espetaculares e não vêm com tudo aquilo com o que estamos acostumados (purê de batata, batata palha e vinagrete), mas com os indefectíveis molho de chile com carne, cebola e aquele queijo derretido horrendo. Mas, obviamente, funciona muito bem para apaziguar aquela fome desregulada e repentina de seus filhos.

Obviamente que aqui você encontrará milhares de opções bem conhecidas de lanchonetes fast-food, mas explore as delis nova iorquinas para se esbaldar com hambúrgueres e tortas caprichados. Sua gastrite agradece.

Hamburguinhos em Nova York, EUA Hamburguinhos em Nova York, EUA

Bagels e pretzels perdem feio do nosso pão de queijo, mas os hamburguinhos nova-iorquinos são matadores. Crédito: Andrew H Walker/Getty Images

Meio de transporte

No dia a dia os táxis amarelos darão conta dos deslocamentos curtos. O sistema de metrô funciona bem, mas é um tanto congestionado e muitas vezes não possui acessos com escadas rolantes e elevadores, o que é um problemão para quem viaja com carrinhos. A dica então é se hospedar pertinho do Central Park ou da Quinta Avenida, tendo restaurantes, supermercados e muitas atrações a curta distância. Uma forma mais arejada de conhecer a cidade são os cruzeiros que passam pela ponta sul da ilha de Manhattan, passando pelos rios Hudson e East. De seus conveses os visitantes poderão admirar, ao longe, o Empire State Building, a Estátua da Liberdade, passar por baixo da Ponte do Brooklyn e admirar o edifício das Nações Unidas. Se o dia estiver aberto e bonito, é um passeio e tanto. Se estiver cinza e feio, também.

Para deixá-las exaustas

Não há melhor lugar na Big Apple para fazer seus monstrinhos cansarem do que o Central Park. Espaços como o Central Park Zoo, os Meadows e as áreas ajardinadas têm espaço mais que suficiente para que elas corram e brinquem à vontade. Daí, quando elas tirarem aquela siesta providencial, é só dar uma curta caminhada até espaços mais adultos, como o Metropolitan Museum of Art e o Solomon R. Guggenheim.

Um parque muito menor, mas ótimo para caminhadas com o carrinho do bebê, é o Hudson River Park. Se você tiver crianças maiores, pare no playground do píer 51, onde há vários brinquedos. Pare lá e aprecie a brisa. Há muitos outros playgrounds públicos e áreas verdes na região, como nos píeres 1 e 6 no Brooklyn e o Pier C Park, em Hoboken, Nova Jersey.

Programa de adolescente

Seus filhos de 14, 15 anos certamente se animarão se você aventar a possibilidade de assistir a um jogo de beisebol, basquete, hóquei no gelo ou futebol americano das ligas profissionais americanas. Nova York adora esportes, então é preciso programar-se com antecedência para conseguir ingressos em bons lugares. Neste quesito, os tíquetes mais difíceis de conseguir são o da equipe da NFL New York Giants. Disputadíssimos – o campeonato vai de setembro a fevereiro –, eles somem rapidamente. Se o seu negócio é o basquete da NBA, a região possui dois times, os Brooklyn Nets e os populares Knicks. Estes últimos mandam seus jogos no Madison Square Garden, que também é casa dos Rangers, da liga de hóquei NHL. A temporada dos dois esportes vai de outubro a junho.

Mas se você quiser ter realmente uma autêntica experiência nova-iorquina, assista a um jogo de beisebol dos New York Yankees no mitológico Yankee Stadium – que, na verdade, já não é mais o original. A cidade até tem um outro time, os Mets, mas é mais ou menos como ir a Barcelona e assistir a um jogo do Espanyol, ao invés do glorioso time azul-grená de Messia, Xavi e companhia.

Se as meninas da família torcerem o nariz para esta ideia – e provavelmente elas o farão –, agrade-as com um show na Broadway. São dezenas de opções e uma delas certamente agradará a todos. Até os garotos.

Comprinhas

Sim, são poucos os brasileiros que, ao passar por Nova York, não dão uma passadinha em lojas fabulosas como a Niketown, a Apple da 5ª Avenida, Uniqlo ou as inúmeras Gap espalhadas pela ilha. Na Macy’s você encontrará uma bem sortida seção infantil, mas um endereço que faz a alegria da criançada é mesmo a 767 5th Avenue com a 58th: a inescapável e superlativa loja de brinquedos FAO Schwarz. Crianças ficam loucas por aqui, assim como seus pais – em todos os sentidos. Você pode até agendar um curto tour de 45 minutos guiado por um “soldadinho de chumbo”, feito antes da abertura da loja.

Dicas

  • Se você viaja com bebê, várias atrações contam com áreas específicas para troca de fraldas. Alguns têm áreas reservadas para amamentação, mas não é muito comum. Fraldas, pomadas, leite em pó e lenços umedecidos são facilmente encontrados em farmácias e mercados.
  • Atrações de primeira, como o Frick Collection, não aceitam crianças, então cheque com antecedência a política de cada local.
  • Algumas atrações de Nova York são bem caras, então pense duas vezes antes de entrar em um museu cuja entrada é US$ 18 e de onde seu filho quer sair a qualquer custo. Considere comprar cartões de desconto para atrações e programe visitas que exigem mais calma durante seu sono verspertino.
  • Nova York possui pouquíssimos banheiros públicos. Antes de sair de um museu ou restaurante que tenha um, faça seu filho usá-lo para evitar transtornos logísticos. Na emergência, peça para utilizar os toaletes de lanchonetes fast-food ou cafés.

Leia mais:

Especial Viajar com Crianças

 

Nova York: dicas de hotéis, atrações, passeios e restaurantes

 

48 Horas em Nova York para iniciantes

 

Temporada 2012 da Broadway

 

Memorial 9/11 marca nova fase de Nova York

 

Os melhores hambúrgueres em Nova York

 

Paris para crianças e famílias

 

A Lima das Crianças

 

Delícias no sidewalk

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s