Fumar fica proibido em praias da Tailândia

A multa para quem fumar em algumas praias da Tailândia vai doer no bolso: R$ 9,5 mil ou prisão de até um ano

Por Ariene Leite Atualizado em 17 out 2017, 19h07 - Publicado em 17 out 2017, 18h58

Uma lei implantada pelo Departamento de Recursos Marinhos e Costeiros (DMCR) da Tailândia vai proibir o fumo em 20 praias do país ainda este ano. Turistas e moradores que forem pegos pitando em uma das praias poderão ser condenados a um ano de prisão ou receberão uma multa de até 100 mil baht tailandês, aproximadamente R$ 9,5 mil.

A medida foi tomada após uma pesquisa de campo feita em setembro pelo DMCR que analisou a quantidade de lixo deixada na praia de Patong, na famosa ilha de Phuket, trecho de areia que reúne tudo o que a Tailândia tem de pior: prostituição, bares com neon, música estridente e, claro, praias imundas. De acordo com o chefe do Departamento de Recursos Marinhos e Costeiros, Jatuporn Buruspat, foi encontrado uma média de 0.76 cigarros por metro quadrado, o que equivale a aproximadamente 101 mil bitucas de cigarros em um trecho de 2,4 quilômetros de praia.

A proibição vai valer a partir de 1 novembro e será aplicado nas principais praias turísticas do país. Na província de Phuket, além de Patong, será proibido o fumo nas ilhas de Koh Khai Nok e Koh Khai Nai. Na Província de Prachuap Khiri Khan, ao sul de Bangkok, o embargo será nas praias de Hua Hin, Cha-Am e Khao Takiab; na Província de Chon Buri, será nas praias Pattaya, Jomtien e Bangsaen; e em Songkhla., quase na divisa com a Malásia, na praia de Samila. As autoridades tailandesas estudam ampliar a proibição para todas as praias do país.

  • Publicidade