Férias Frustradas: “Meu voo foi cancelado e eu perdi passeios, hotel, traslado…”

Frederico teve voo para a África do Sul cancelado, perdeu reserva de hotéis, passeios e precisou resolver a questão na Justiça

Por Fabrício Brasiliense Atualizado em 16 dez 2016, 07h37 - Publicado em 29 jan 2016, 14h32

Em 23 de março de 2015, minha esposa e eu viajaríamos de Guarulhos para Johannesburgo pela South African Airways, mas na fila do check-in fomos informados de que o voo havia sido cancelado e que embarcaríamos apenas no outro dia à tarde. O problema é que tínhamos traslado contratado na chegada à África do Sul, diária de hotel paga e passeios que precisaram ser reagendados mediante multa. O atraso de um dia na saída do Brasil nos gerou uma despesa de cerca de R$ 2 000 e está difícil a aérea nos restituir.

Frederico Ferreira, São Paulo, SP

À VT, o escritório da South African Airways em São Paulo comunicou em 3 de junho que o pedido de reembolso estava sendo analisado pela matriz da empresa, em Johannesburgo. Uma semana depois, o leitor recebeu a notícia de que seu pedido havia sido negado, mas que o escritório do Brasil oferecia um desconto de 25% na compra de uma nova passagem. Frederico recusou a oferta e disse à VT que naquele mesmo mês de junho entraria com um processo no Juizado Especial Cível. Em agosto, o leitor nos escreveu dizendo que na primeira audiência a empresa manteve a mesma oferta dos 25% de desconto, recusada novamente por ele. Na segunda audiência, que aconteceu em 15 de outubro, a South African Airways tentou empurrar o mesmo desconto, depois uma passagem, em seguida a restituição do valor de R$ 2 000 – propostas sempre recusadas pelo leitor. O caso se encerrou quando a empresa e o leitor acordaram uma indenização no valor de R$ 4 500.

 

Continua após a publicidade

+ Viagem sem perrengue: como não cair em roubadas; assista

 

Continua após a publicidade

Revista Viagem e Turismo — Dezembro de 2015 — Edição 242

 

Continua após a publicidade

Leia mais:

Férias Frustradas: “Fui cobrada duas vezes no cartão. O que eu faço?”

Continua após a publicidade

Publicidade