Europa barata: Portugal

€ 33 é o preço de uma diária no hotel Ibis em Portugal

Seguindo o caminho grego, o imposto sobre o valor agregado (IVA) em Portugal acaba de dar o temido salto de 13% para 23%. Mas, como na Grécia, isso pode não ser um problema. “Grande parte dos comerciantes não repercutiu nos preços o aumento do imposto para não perder clientela”, diz José Manuel Esteves, secretário-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal. É difícil prever se os restaurateurs resistirão por muito tempo, mas por ora a cozinha de autor está ao alcance do público médio. Nascido em plena crise, em 2009, o Feitoria (Altis Belém Hotel & Spa, Doca do Bom Sucesso, 351-210/400-200, restaurantefeitoria.com; 3a/sáb 12h30/15h e 19h30/23h, fecha entre os dias 7e 24 de agosto; Cc: A, M, V) é o segundo restaurante de Lisboa a ser premiado com uma estrela no Michelin (na edição de 2012) e, desde sua inauguração, conta um menu executivo que não pesa no bolso: € 45 por três pratos.

Os clássicos lisboetas também acompanham os novos tempos. No Na Ordem… (Avenida Almirante Gago Coutinho, 151, naordemcomluissuspiro.com; 2a/sáb 12h30/15h e 19h30/22h; Cc: A, D, M, V), restaurante gourmet sediado na Ordem dos Médicos e comandado pelo chef Luis Suspiro, o menu executivo com três pratos (entrada ou sopa, prato principal e sobremesa) e vinho incluído sai por € 30. Há dois anos, sem vinho e sem a pancada do aumento do IVA, ter acesso à criatividade do chef Luis Suspiro não saía por menos de € 35. O Adega Tia Matilde (Rua Beneficência, 77, adegatiamatilde.com; 2a/6a 12h30/15h e 20h/22h30, sáb 12h30/15h; Cc: A, M, V), inaugurado na década de 1920 e já na terceira geração da família proprietária, é outro que teve de se adequar à crise. Desde 2010, os preços dos pratos, à base de peixes frescos e mariscos, caíram cerca de 30%. E, como se não bastasse, a casa passou a servir meias porções. Afinal de contas, mais vale meio na mão do que um voando.

Mesas do restaurante Feitoria, em Lisboa, Portugal Mesas do restaurante Feitoria, em Lisboa, Portugal

Mesas do restaurante Feitoria, em Lisboa, Portugal (/)

Mesas do estrelado Feitoria, que tem menu executivo a um bom preço – Foto: Divulgação

Mesas livres

Nos restaurantes mais corriqueiros, as promoções assumidamente “anti-crisis”, ou “anti-troika” (apelido do trio mão de ferro formado por Banco Central Europeu, Comissão Europeia e FMI), são onipresentes. No restaurante-lounge 2Good! (Rua Duarte Pacheco Ferreira, 5E, 35-1/213-013-867, 2good.pt; 2a/5a 11h/0h, 6a/sáb 11h/2h; Cc: M, V), no bairro do Restelo, uma refeição completa custa desde € 3,95. Os nomes dos menus são sinais do apetite dos portugueses por dias melhores. O cliente pode optar por um Merkel (sobrenome da presidente alemã), um FMI… Na Deli Delux (Avenida Infante Dom Henrique, Armazém B, loja 8m, 35-1/218-862-070, delidelux.pt; 3a/6a 12h/0h, sáb 10h/0h, dom 10h/20h; Cc: A, M, V), uma sofisticada mistura de padaria, mercearia, loja gourmet e café, o badalado brunch do fim de semana agora tem uma versão econômica por € 9,50 (a versão robusta fica em € 15,90).E a esplanada com vista para o Tejo é um bônus. Nesta época de cintos apertados, ficou mais simples e fácil conseguir mesa nos endereços bombados. No Bica do Sapato (Avenida Infante Dom Henrique, Armazém B, Cais da Pedra, 35-1/218-810-320, bicadosapato.com; Cc: A, D, M, V), que tem o ator John Malkovich como sócio-proprietário, até 2008 era preciso reservar com dias de antecedência. Hoje basta telefonar algumas horas antes – inclusive em pleno sábado. O forretas.com, febre em Portugal, reúne as melhores ofertas dos sitesde pechinchas do país. Ali é possível garimpar descontos entre 50% e 90% em restaurantes (e para se cadastrar, gratuitamente, basta fornecer o e-mail e a cidade de interesse). Há também promoções em pacotes de viagem desde Lisboa que chegam a 50%. Uma viagem de sete dias à Turquia (Istambul, Capadócia e Antalya), por exemplo, em hotel quatro-estrelas, com meia-pensão e transporte incluído, saía por € 465 (o preço original era de € 999) no fim de julho. Quatro noites em um hotel quatroestrelas no Algarve custava € 67 no mesmo período (o preço antes era de € 112).

A hotelaria, aliás, está muito atraente na Terrinha. As diárias caíram, desde a crise de 2008, até 36%. As pousadas do Grupo Pestana (pousadas.pt), que tem hotéis e resorts pelopaís (e pelo Nordeste brasileiro), por exemplo, oferecem descontos de 20% para reservas antecipadas. Crianças de até 12 anos não pagam estada. Os hóspedes recebem ainda € 5 de bônus por dia para gastar com comida ou bebida e até cupons de combustível. A rede Ibis (ibis.pt), por sua vez, tem em Portugal a mais econômica de suas diárias europeias: € 33 por noite. Mesmo assim, dá desconto de 30% nos 20 hotéis que tem no país para reservas acima de três noites. Assim como no caso dos restaurantes, vale a pena garimpar ofertas na internet. Pela logitravel.pt há ótimas pedidas para o Algarve e seu mar Mediterrâneo quentinho, com diárias desde € 20 – para um apart-hotel com acesso à internet,piscina e playground a poucos metros da praia, em Albufeira, por exemplo. No concorrente algarve-hoteis.com, é possível descolar diárias com desconto de até 78% em relação ao preço no balcão.

Piscina coberta do Pestana Cascais, em Portugal Piscina coberta do Pestana Cascais, em Portugal

Piscina coberta do Pestana Cascais, em Portugal (/)

Piscina coberta do Pestana Cascais – Foto: Divulgação

Ir às compras em Portugal, sobretudo em Lisboa, também é um bom negócio. Os preços nas grandes redes internacionais, como Zara, Mango e Massimo Dutti, que já eram 25% mais baixos do que no resto do continente, ficaram mais em conta depois da crise. Na capital portuguesa, elas estão no Colombo Centro Comercial (Avenida Lusíada, 1500-392, metrô Alto dos Moinhos, 351-21/711-3600, colombo.pt; 9h/0h) – que conta ainda com uma Disney Store e a Toys “R” Us – e no Centro Vasco da Gama (Avenida Dom João II, lote 1 05 02, Parque das Nações, 351-21/893-0600, centrovascodagama.pt; 12h/23h), que tem a H&M e a loja da Nike.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s