Etihad vai leiloar poltronas livres para passageiros

Passageiros da companhia aérea podem dar lances, como em um leilão - mas só terão o assento livre se o voo não estiver lotado; entenda

Por Ariene Leite Atualizado em 29 jun 2017, 17h52 - Publicado em 29 jun 2017, 17h18

A partir de 3 de julho, a Etihad Airways, companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos, vai permitir que os passageiros da classe econômica paguem uma quantia a mais para viajar sem ninguém ao lado.

A reserva de um assento livre vai funcionar como uma aposta: no momento da compra da passagem, o cliente terá de estipular um valor que pagaria a mais para não ter alguém sentado ao seu lado. É possível pagar por até três assentos, deixando assim uma coluna inteira livre só para o passageiro.

A reserva das poltronas livres não é garantida: depende se o voo escolhido pelo passageiro estará lotado ou não. Se houver lotação, a aposta é anulada e o passageiro não terá de pagar a quantia extra que havia escolhido no momento da compra.

A companhia aérea envia uma notificação para os passageiros, informando sobre a possibilidade ou não de haver poltronas livres, 30 horas antes do embarque.

De acordo com a nota oficial da Etihad, os preços das apostas, apesar de serem mais caros se comparados com o de um único lugar, são mais baratos que o de outras cabines do avião.

Os passageiros da primeira classe e da classe executiva que já agendaram viagem para antes do dia 3 de julho não serão afetados pelas mudanças e vão continuar recebendo os mesmos serviços oferecidos pela companhia atualmente.

Essa não é a primeira vez que a companhia aérea oferece novos serviços aos passageiros. Em 2013, eles lançaram um serviço gratuito de “babá a bordo” para as famílias que precisassem do atendimento.

Além disso, a Etihad Airways ostenta a fama de ter o voo mais caro do mundo. Em agosto de 2016, a companhia lançou uma classe ultraluxuosa chamada The Residence. Passageiros que desembolsarem os 38 mil dólares requeridos para embarcar nessa terão direito a serviços como concièrge exclusivo, transporte em carro de luxo, acesso discreto ao aeroporto, suíte com lençóis italianos dentro do avião e até um mordomo.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade