Este voo da Etihad é o mais caro do planeta: US$ 38 mil

Por Ludmilla Balduino 9 ago 2016, 17h37

É mais do que primeira classe. É a última fase, o chefão desse game da vida que se chama ostentação. A companhia aérea Etihad Airways lançou a categoria The Residence, com muitos mais mimos, mais frufru e mais chiquetezas do que a já tão “batida” First Class.

É preciso desembolsar US$ 38 mil para usufruir de todas as regalias do voo: concièrge exclusivo; transporte em carro de luxo; acesso discreto ao aeroporto, sem passar pela sala de embarque (afinal, a elite que paga 38 mil doletas não se ~junta com essa gentalha~ que se espreme nas salas de espera de aeroportos, néam); um mordomo; uma sala de estar com poltronas revestidas em couro e duas mesas; um quarto com lençóis italianos e uma suíte (o banheiro tem até chuveiro); comidinhas gurmêzinhas preparadas por um chef e servidas em porcelana chinesa; café-da-manhã na cama; TV de 32 polegadas; e o mais exótico dos serviços: conhaque à vontade.

+ Puro luxo: os top 15 hotéis flutuantes do mundo

+ Um roteiro de classe por Londres

"Olá, mister White, gostaria de estar comendo filé de frufru ao molho de aspargos?"

“Olá, mister White, gostaria de estar bebendo esse suco de laranjas douradas colhidas na estação outonal de Aix-en-Provence e levemente adoçado com gotas de ouro?”

Continua após a publicidade

O avião – um modelo A380 – decola de Mumbai, na Índia – vamos relembrar que a Índia é um país que concentra 1/3 da população do mundo que vive em condições de pobreza extrema, segundo a ONU (são cerca de 400 milhões de indianos, duas vezes a população do Brasil) – e pousa em Nova York, Estados Unidos. E nem é um voo direto: tem uma paradinha bááááásica em Abu Dhabi.

A classe The Residence comporta apenas duas pessoas por voo (fotos: divulgação)

A classe The Residence comporta apenas duas pessoas por voo (fotos: divulgação)

O voo também não é tão exclusivo assim. O avião comporta cerca de 500 passageiros, incluindo 415 na classe econômica (olha a gente aqui). Mas quem paga pela The Residence fica em um lugar tão inacessível do avião que não vai ver mais ninguém, a não ser a equipe de bordo. E, claro, também não será visto pela “ralé”. A classe estreou seus serviços neste voo entre Índia e EUA, e agora o The Residence também é oferecido em voos entre Abu Dhabi, Londres e Sydney.

O vídeo abaixo mostra mais detalhes:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=u-OUUDzjFuQ?feature=oembed%5D

Siga-me no meu Instagram não-ostentação: @ludmillabalduino

Continua após a publicidade
Publicidade