Conheça a Muralha da China através de tour 360°

A atração reabriu nesta terça-feira (24) com uma série de restrições. A visita virtual dá um gostinho do passeio

Por Luca Occhialini Atualizado em 3 abr 2020, 13h35 - Publicado em 24 mar 2020, 19h42

O mundo inteiro está em quarentena na luta contra o coronavírus e devemos de fato atender ao apelo de não sair de casa para que a curva da contaminação não seja tão alta como foi na Itália, que registra até o momento quase 7 mil mortos. E já que não é possível por ora viajar, muitos lugares turísticos pode ser visitados, ao menos virtualmente.

Uma dessas atrações é a Muralha da China, que tem um tour online através da The China Guide, empresa de turismo local. Na página, podem ser vistas três fotos 360° de diferentes pontos localizados entre Jinshanling a Simatai. Não são fotos muito palpitantes, mas o conjunto do site com as imagens dão uma ideia boa do passeio.

  • O site ainda conta um pouco da história da Muralha, fala sobre como o local fica em diferentes épocas do ano, explica sobre possibilidades de caminhada e acampamento em partes não restauradas e informa sobre as seções para entrada na atração chinesa, já que ela se estende por mais de 4800 km pelo norte da China.

    Mas não é apenas online que a Muralha da China está recebendo visitas, o local foi reaberto ao público na terça-feira (24), após dois meses fechada. Porém, apenas o trecho entre Bei Liu Lou até Nan Wu Lou Ban (seção Badaling) foi liberado aos visitantes, com restrições. A zona pode ser visitada entre 9h e 16h, segundo a CNN.

    Por tempo indeterminado, serão admitidas apenas 30% do total de pessoas que normalmente são aceitas, de acordo com declaração do governo. Para poder acessar o local, os visitantes terão que comprar o ingresso previamente através do site ou do aplicativo China’s WeChat. A entrada só será autorizada se a pessoa estiver com o QR code, anunciar que está saudável, utilizar máscara e não ter febre, que será checada na chegada. Ainda é preciso manter a distância de dois metros entre os visitantes.

    Muralha da China, China (coronavírus)
    A Muralha da China reabriu para visitantes, que devem cumprir algumas medidas para entrar na atração Lintao Zhang/Getty Images

    Leia tudo sobre o coronavírus

    Leia tudo sobre a China

    Continua após a publicidade
    Publicidade