28 lugares perfeitos para mergulhar e fazer flutuação no Brasil

Mergulhe nas águas mais cristalinas do Brasil e surpreenda-se com as formosuras das profundezas

Por Julia Latorre | Edição: Ludmilla Balduino Atualizado em 4 out 2019, 15h13 - Publicado em 18 nov 2015, 15h31

Não precisa prender a respiração: selecionamos 28 destinos brasileiros que reservam uma vida marinha e fluvial surpreendente e que oferecem estrutura para a prática do mergulho ou flutuação com segurança.

[googlemaps https://www.google.com/maps/d/embed?mid=1lxsdx6zF1SOmXtgXPmF5TGyWycw&w=640&h=480%5D

Entenda as diferenças entre os tipos de mergulho

• Mergulho livre: é aquele que não requer cilindros de oxigênio. Snorkel, máscara e nadadeira são itens opcionais, mas que fazem toda a diferença na atividade.

• Mergulho autônomo: o cilindro de oxigênio auxilia na respiração embaixo da água, o que permite que o mergulhador permaneça mais tempo submerso e desça a profundidades maiores.

• Batismo: é o primeiro mergulho com cilindro e acompanha um instrutor. Antes de mergulhar os “batizados” recebem todas as instruções necessárias para a prática da atividade.

• Flutuação: sedimentos calcários na água, e em alguns casos coletes salva-vidas, exigem pouco esforço e experiência do “flutuador”. Basta deixar a correnteza levar e curtir a vida aquática que aparece submersa em águas transparentes.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade