Concurso oferece viagens sem clichês para 4 cidades do mundo

Selecionados no concurso cultural da Vice e do Airbnb vão conhecer a cultura alternativa das cidades de Nova York, Cidade do Cabo, Tóquio e Paris

França não é só para casais monogâmicos, África do Sul não é só safári, Japão não é apenas tecnologia, e Nova York não é só compras. Para provar que é possível viajar para lugares e conhecer aspectos diferentões deles, a empresa de comunicação Vice anunciou, na última segunda-feira (14), uma parceria com a plataforma de aluguéis de casas Airbnb, que vai oferecer a 100 sortudos a chance de conhecer um pouco mais sobre a cultura local de 4 das principais cidades do mundo: Cidade do Cabo, Nova York, Tóquio e Paris.

Para participar, os interessados precisam ter mais de 21 anos e devem possuir um cadastro no Airbnb onde terão que responder algumas perguntas no site oficial da empresa. As respostas mais criativas serão selecionadas.

Cada viagem terá uma programação específica, organizada pelo própria Vice. Na Cidade do Cabo, os viajantes vão poder visitar a Khayelitsha Township, conhecer um pouco mais do cenário da música eletrônica da região, aprender passos de dança e ainda colaborar com um DJ local, ajudando-o a montar playlists para festas.

Em Nova York, a visita será feita em Harlem, localizado no bairro de Manhattan. Os viajantes devem fazer uma imersão no Vogue, um estilo de dança que surgiu nos anos 80 junto com a popularização do gênero pop.

Além de conhecer a história, também será possível praticar os passos da dança e participar da “Vogue Party-One”, um dos eventos mais importantes da região.

O roteiro em Nova York inclui aulas de dança no Harlem (Airbnb/Reprodução)

Já em Paris, os viajantes irão explorar diferentes lados da cidade do amor, com visitas a cabarets clássicos em Pigalle e a sex shops espalhados pela região. O tour vai ser organizado com a curadoria de Camille Emmanuelle, uma escritora e terapeuta conhecida por tratar de assuntos relacionados ao sexo e a intimidade.

O roteiro de Tóquio terá a cultura LGBT como foco, mais especificamente, a influência que as histórias de mangá possuem para a visibilidade da comunidade gay na sociedade.

Os selecionados no concurso terão a chance de explorar o distrito Ni-chōme, que concentra o maior número de bares e clubes gays no mundo. A curadoria vai ficar por conta de Ian Daniel, produtor e diretor de filmes, e Yuki, escritora e curadora de cultura de Tóquio.

 (Airbnb/Reprodução)

 

A competição ficará aberta para todos os residentes do Canadá, Estados Unidos, México, Reino Unido, FrançaJapão, Alemanha, Austrália e África do Sul até o dia 1º de setembro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s