Cinco bistrôs imperdíveis da nova cena gastronômica de Paris

Por Viagem e Turismo 6 nov 2014, 08h00

Itinéraires

“O jovem chef Sylvain Sendra tem obsessão por produtos locais de qualidade – os produits de terroir. E busca inspiração em outros países, como Japão e Peru, para propor uma cozinha criativa, apresentada em lindos pratos. Por isso, ganhou sua primeira estrela do Guia Michelin.”

roseval

Roseval

“Aventure-se em Belleville, região que fica no 20 arrondissement, cena da arte urbana local, onde moram jovens e imigrantes. Melhor restaurante de 2013 segundo o respeitado guia Fooding, o pequeno Roseval e seus chefs tatuados não decepcionam.”

saturne2

Saturne

“Chef e sommelier, os proprietários da casa têm menos de 30 anos. E estão dando o que falar. O restaurante Saturne é um dos queridinhos da mídia gastronômica. O menu degustação, com sete pratos a € 60, é de comer de joelhos.”

chez

Chez L´Ami Jean

“Ambiente rústico e descontraído, animado e sempre lotado. É um dos melhores bistrôs da cidade, genuíno endereço do movimento bistronômico,
com preço acessível e pratos de alta qualidade. Serve embutidos, sopas, leitões e um imperdível arroz doce de sobremesa.”

frenchie

Frenchie

“O chef Gregory Marchand iniciou sua carreira nas cozinhas de Jamie Oliver, em Londres, onde ganhou o apelido Frenchie. De volta a Paris, abriu seu próprio restaurante, em 2009. E o apelido virou o nome de uma das casas mais elogiadas de Paris. Pequeno, sempre lotado e descontraído. Reserve com dois meses de antecedência.”

mariana*Mariana Berutto é blogueira do Conexão Paris

 

Continua após a publicidade
Publicidade